Onde a democracia se esvai

15 de janeiro de 2021 § 35 Comentários

Todo santo dia ha pelo menos 40 anos ininterruptos os jornais de todo o mundo dão três ou quatro notícias como estas do Valor de ontem. Isso nas primeiras páginas, onde só vão estampadas as maiores “deglutições” do dia…

Estas de hoje mostram que só sobram no mundo, por enquanto, três grandes varejistas de comida e o mais que cada um de nós tem de consumir todo dia para manter o corpo e a casa vivos: Couche-Tard, Walmart e Amazon, a mesma que tem também o virtual monopólio planetário de vendas de tudo (excluída a China), da prestação de serviços, da sustentação de sites e redes de internet (cloud computing), etc., etc., etc. e etc., e, portanto, força até para cassar a palavra ao presidente eleito dos Estados Unidos da América na hora que bem entender. 

Logo, logo, se Jeff Bezos continuar autorizado a violar todas as leis que viola todos os dias pelo mundo afora só porque tem dinheiro demais, a Amazon vai ficar sozinha também neste setor. Para nós já não fará diferença. Juntas, diz a noticia, Couche-Tard e Carrefour, a que está neste momento em vias de desaparecimento, terão um faturamento anual de US$ 152 bilhões em suas 30 mil lojas com seus 450 mil empregados. E ela ainda será a menor das três que vão sobrar. Mas com quatro ou com três redes de supermercados em todo o mundo, tanto os preços que todas nos cobram quanto os salários que todas pagam a essa multidão que, se for posta pra fora de uma só poderá bater na porta das outras duas por um emprego, são sempre combinados e caminham, os preços invariavelmente para cima e os salários invariavelmente para baixo … ha 40 anos sem parar.

Não é por acaso, portanto, que há tanto ódio no mundo, especialmente nos Estados Unidos, o único país que nos últimos quase 500 anos ininterruptos só tinha tido a experiência de andar para a frente.

Telefonia, gás (as outras vítimas do dia da 1a página do Valor), tudo é assim. O setor de supermercados tem sorte pois lida com bens perecíveis impossíveis de padronizar completamente como os bens industriais. Na industria esse mesmo processo de come-come que termina invariavelmente comendo os salários e a liberdade de todos nós, já chegou praticamente ao fim porque na outra ponta está sempre o equivalente chinês, produzido por um gigante único pertencente ao Estado (embora com algum amigo do rei à frente) e, portanto, em condições de pagar salários de fome impunemente aos seus “empregados” e de aguentar prejuízos indefinidamente até quebrar qualquer competidor, esteja ele onde estiver no mundo.

O socialismo é, enfim, a monarquia sob nova direção de marketing. Um sistema onde tudo pertence à mesma pessoa, que coopta uma corte de barões subornando-os com privilégios e governando com mão de ferro em função do seu poder de decretar quem vai ou não vai ter emprego, autorização para comprar em suas lojas, canal para falar em sua praça; quem vive ou quem morre física ou economicamente, enfim.

Os americanos do norte foram a única parcela da humanidade que teve a experiência de viver desde sempre fora dessa lógica perversa. Graças à sabedoria do povo inglês de manter seus reis sempre pobres, a colonização da América, que lhes caiu inadvertidamente nas mãos depois do afundamento da monarquia terrorista de Fernando e Isabela no Canal da Mancha, acabou sendo entregue a empresas privadas, o que deu uma chance à “lei de mercado” de sair da prisão. 

Pela primeira vez na história da humanidade tornou-se possível a alguém que não fosse nem o rei, nem um escolhido do rei, possuir terra. A Virginia Company e a Plymouth Company, duas das empresas colonizadoras a quem James I entregou permissões para colonizar a América, elas também sem dinheiro para fazê-lo, inventaram o “headright system” pelo qual qualquer pessoa que se dispusesse a cruzar o Atlântico e enfrentar aquele “planeta novo” tinha direito à propriedade de 50 acres de terra para ganhar o seu próprio sustento. 

E fez-se um país de proprietários…

Isso, mais a necessidade dessas pessoas de combinar entre elas, de comum acordo, como fariam para dividir tarefas e organizar sua sobrevivência naquelas lonjuras, deu em democracia. 

Mas assim que a caminhada começou a propriedade se foi acumulando de novo em menos mãos. Por mais que as leis da democracia tivessem forçado o divórcio do poder político com o poder econômico, obrigando um a controlar o outro, e coibissem a acumulação de qualquer poder e qualquer dinheiro que não fosse resultado de esforço individual ou de delegação expressa e direta do povo, as pessoas são diferentes umas das outras e a corrupção é inextinguível. A cada grande disrrupção do curso normal do processo lá se atiravam de novo o poder político e o poder econômico uns nos braços do outro proporcionando saltos olímpicos na concentração da riqueza. 

Na ruptura decorrente da “ferroviarização” da economia num território continental, a mais violenta até o advento da internet, a concentração chegou a extremos que quase levaram a democracia americana à breca. A situação foi salva pela reorientação antitruste que Theodore Roosevelt imprimiu a ela, impedindo por lei que, mesmo por competência, qualquer empresa ocupasse mais de 30% de cada mercado, ficando o empresário que o conseguisse obrigado a vender o excedente a outro empresário.

A artimanha de conter o poder econômico sem inflar o poder político, garantida pelo novo arsenal de afirmação dos poderes dos indivíduos que Theodore Roosevelt serviu ao povo junto com o ferramental antitruste (eleições primárias, recall, referendo, iniciativa), deu ao povo americano condições de manter os dois sob controle e a seu serviço, outro feito inédito na história da humanidade, o que pôs os Estados Unidos fora do banho de sangue planetário das “revoluções socialistas” do século 20 que não foram outra coisa senão espasmos de desespero da miséria em seu beco sem saída, e fez a humanidade dar o maior salto em afluência material e domínio da ciência de toda a sua trajetória neste planeta.

Com a eliminação das fronteiras nacionais do mercado pela internet o ataque à única democracia “raiz” que já houve veio pelas costas. Nada de tomar o sistema político, agora nas mãos do povo que não abrirá mão dele jamais, para depois instalar o proprietário único de todas as coisas. Apenas suspender a proteção armada por Theodore Roosevelt e permitir que os barões, associados à corrupção política e empurrados pela China, tomassem tudo abaixo deles, primeiro, e se entredevorassem depois. 

Com a força assim acumulada por eles, vai-se esboçando, com os autos-de-fé e as execuções virtuais na internet, a mais nova versão do modo das majestades de lidar com as ambições concorrentes desde o machado, à Henrique VIII, os venenos radioativos, à Vladimir Putin, ou o tiro na nuca “por corrupção”, à Xi Jimping. 

Se não houver logo uma reedição modernizada dos remédios de Ted Roosevelt, a humanidade corre o sério risco de mergulhar em mais uma sucessão de milênios de escuridão informatizada, a menos que descubra outro planeta habitável e virgem para fugir de si mesma antes disso.

Marcado:, , ,

§ 35 Respostas para Onde a democracia se esvai

  • Marcos Andrade Moraes disse:

    Fascinante! A noticia mais importante, mais socialista vc passou batido: Bolsonero ( e seus generais) demitiu o presidente do BB…

    Adeus Guedes!

    MAM

    Curtir

    • A. disse:

      Tem gente que acorda cedo só pra azucrinar os outros por mais tempo… Fazer algo útil, nem pensar!!!

      Curtir

      • Marcos Andrade Moraes disse:

        A solução pra vc seria simples se vc fosse gente: acorde antes!

        Mas vc não é gente; vc é só um A. Que pode ser A de asno.

        Aliás, o que vc faz de útil? Quem é vc? H ou M? Trabalha em quê? Vive de quê? Vaza, asno.

        MAM

        Curtir

      • A. disse:

        Quem é você pra me mandar “vazar”????

        Curtir

      • A. disse:

        Eu assino “A.” porque tenho mania de grandeza. O mais correto seria assinar “a” ou melhor ainda, “z”!!! Mas é preciso qua haja medíocres iguais a mim, pra que medíocres iguais a você se sintam importantes…

        Curtir

    • A. disse:

      … e ainda entra na casa dos outros pra escarrar no chão!

      Curtir

      • Marcos Andrade Moraes disse:

        A de asno confirmado!

        Animal, não fui eu que entrei; foi ele. Ele entra todo dia com artigos cada vez mais autocratas. Para ele é fácil resolver: basta não enviar mais. Para vc é difícil, pois vc é só um A que acorda tarde e fala bobagens.

        Aliás, quem escarrou o gerou; pergunte pra ela, se é que vc a conhece.

        MAM

        Curtir

  • Marcos Andrade Moraes disse:

    Nem de brincadeira! Digamos que sua analise diagnostica esteja certa
    (e não está!). Qual é a sua proposta de solução?

    Vc parece não perceber, o Carrefour era pretendente a monopólio e se ferrou; antes dele, o Pão de Açúcar e antes…Esse mercado é extremamente dinâmico.

    A Amazon tem uns 20 anos e quase morreu com a crise das .com. Hoje, ela faz o caminho inverso e montou o maior controle de estoque e distribuição do mundo… Sacou o óbvio: o que domina é a distribuição.

    Mas qual é a sua solução? Porque a que vc elegeu, votou, fez campanha e ainda defende demitiu o presidente do BB!

    Aliás, ela luta para só haver dois distribuidores de drogas e armas: PCC e Milícia.

    Aliás, o que vc achou do projeto das polícias da sua solução? Suas digressões só servem para esconder o óbvio: vc errou e não dá o braço a torcer.

    MAM

    Curtir

    • A. disse:

      E continua escarrando…

      Curtir

    • A. disse:

      E que tal agradecer ao Fernão pelo espaço que ele te dá, DEMOCRATICAMENTE? Já passou isso pelo vácuo da sua cabeça?

      Curtir

    • A. disse:

      O Fernão está certíssimo em duas coisas: NÃO te censurar e NÃO te responder! Mas a mim incomoda, e muito, as provocações que você faz não só a ele mastambém à família dele. Você não vale muito mais que um coronavírus em evolução…

      Curtir

    • Alexandre disse:

      Ele não tem obrigação de dar uma “solução”, mesmo porque não se propôs a isso, mas um indicativo para ela está nas linhas e entrelinhas das dezenas de artigos já publicados aqui, incluindo o de hoje: descentralização do poder político e econômico – o contrário de “autocracia” e do que existe na China. Ele apresentou e analisou o problema, e discordar (ou não) da análise faz parte do jogo.

      E se um político em especial contraria vez por outra a “solução” geral, o erro é desse político, e não de quem teria votado nele esperando outro comportamento. (A propósito: em que “solução” você votou (primeiro e segundo turnos))?

      P.S. Você entrou sim, nem que tenha sido via inscrição.

      Curtir

  • Mario MATTOS disse:

    ‘O socialismo é, enfim, a monarquia sob nova direção de marketing.’ Boa sacada.

    Curtir

  • Herbert Sílvio Augusto Pinho Halbsgut disse:

    As coisas como caminham dão ensejo a uma eventual solução, que virá da…China! Chiii será que o Nostradamus tinha razão quando escreveu que os amarelos vão dominar o mundo? Fraquejou, a China compra, investe e administra, e não precisa nem se esforçar muito, basta que os ocidentais continuem errando mais que acertando, enquanto brigam por mais espaços para seus umbiguinhos vorazes.
    É só exagerar um pouquinho para imaginarmos um congresso discutindo se vamos ou não comprar dos chineses ou de outros as seringas especiais para a aplicação do “Mondex” no vão dos dedos de cada cidadão terráqueo. Besteira…deixa pra lá… pesadelo de uma noite de tempestade…após releitura de alguma obra de Franz Kafka.
    Quer ficar neurótico, há duas maneiras: pensar, ou não pensar!
    Fernão, penso,com sua leitura explica muito do que vai por aí e quem não concorda que entre com argumentos contrários embasados em fatos reais, afinal ninguém é dono da razão, mas muitos são bem informados.
    O importante é ter a coragem de se expor e participar com cidadania, na tentativa de se encontrar caminhos que visem o bem estar para todos quanto possível.
    Será que Bolsonaro assistiu e ficou impressionado com o filme “Zardos”?

    Curtir

  • abrito1953 disse:

    De acordo. Verifique a questão do oligopolio do oxigenio medicinal. A White Martins detem uns 90% do mercado. resultado, Manaus não tem uma usina de oxigenio capaz de atender a uma emergencia em uma população de 2 milhões de habitantes, um absurdo sustentado pela “zona franca”.
    Um olhar sobre a India.
    São os maiores produtores de insumos básicos farmacêuticos, inclusive fabricam e vendem pequenas usinas de oxigênio.
    veja:
    Infelizmente quem está no poder não tem uma visão de “segurança nacional” que é a saúde de seu povo.

    Curtir

  • Paulo Murano disse:

    Se eu disser que a merda que teus dedos lambuzam e aqui publicas teria destino melhor — caso existisse no Brasil rede de esgoto eficiente — entenderias nestes termos a composição dos coquinhos que tú corres atrás, digeres e cagas?

    Curtir

    • Paulo Murano disse:

      Consciências são algo humano e seguem pelo mundo. O tempo é ilusão, porém interage com a matéria e ambos permitem o estofo que brincamos. Ocorre que algo maior chama-nos à responsabilidade. E apresenta-se a escolha imperativa ndo Bem x o Mal. Os tolos revelam-se sorrindo com desdém. Menos trabalho terei, fluiria a conciência latina se voz lhe dessem ouvidos cansados de tanta merda.

      Curtir

  • GATO disse:

    Poucos cinéfilos por aqui, já estava tudo no roteiro de “Rollerball – Os Gladiadores do Futuro”, lá de 1975, do Diretor Norman Jewison, autor William Harrison. As corporações, vão dominar, democracia vai acabar, liberdade idem, política idem. É a grana meus caros. É a Ganância em todos os sentidos. Mas tem outra opção no caminho, mais atual…………..”
    Blade Runner o Caçador de Androides” de Ridley Scott em 1982, depois veio uma continuação “Blade Runner 2049” nesta a direção ficou a cargo de Denis Villeneuve, a qual logo vamos chegar naquele mundo estranho, onde a Ganância não é o principal, mas sim se voçê ainda é humano ou virou Jacaré, pois quem não tomou as vacinas, vira seu Mané. Simples assim a ficção virando realidade, ou será o inverso. Ë pra rir ou pra chorar, quem vai nos falar, será que está voltando?????

    Curtir

  • Marcia disse:

    Quanto vale uma blindagem contra ações judiciais? 1 bilhão de “petrolões”? Uma vaga na Casa Branca?

    Curtir

  • Uma nova forma Hitleriana de conquistar o Mundo mas agora mesmo!

    Curtir

  • Antonio Roberto Batista disse:

    Gostei muito do artigo. Toca numa questão fundamental que parece ter sido esquecida: os males da concentração de poder a que título vier.

    Curtir

  • Carmen Leibovici disse:

    Quem abrir o artigo, dá uma olhada na ilustração para ver os novos blocos geopolíticos em formação:o “vermelho” e o “verde”.
    https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,bolsonaro-nao-deve-mais-barrar-a-huawei-no-leilao-do-5g-no-brasil,70003583138?fbclid=IwAR281mQILpmltENar_oy69Voxq_vgLm_BulSbZVdnDrNOwSnJ50ZM2DjITs

    Curtir

    • A.(sno) disse:

      Um pouco fora do seu assunto, Dna. Carmen, mas veja como age uma imprensa mal intencionada. No início da matéria os jornalistas colocam: …”chefiado por João Dória, principal adversário político do presidente.”
      Onde????? Má-fé e segundas intenções é pouco!
      Assim como também achei má fé colocar as cores vermelha e verde pra caracterizar os países que fazem ou não restrição: Estados Unidos em vermelho?
      P.S.: não achei a ilustração como sendo formação de “blocos geopolíticos” e sim, os fazem restrição ou não à tecnologia chinesa.
      Abração + bom domingo”

      Curtir

      • Carmen Leibovici disse:

        o vermelho está em verde, significando sinal verde ao 5g dos chineses,e os em vermelho , significando sinal vermelho para entrada da tecnologia dessa procedência.A tecnologia 5G é, segundo tenho lido e compreendido,aquela que será o divisor de águas entre
        um “mundo livre” e um escravizado a moda Ji Xinping.Hamilton Mourão parece não ligar muito para esses detalhes.Talvez ele até ache que o Brasil precisa de arreios (noutro dia li uma analogia dele nessa linha em relação ao povo brasileiro.).Para quem está no poder,ou na privilegiatura,tanto faz se quem manda é tirano ou deixa de ser; já para o povo…

        Curtir

      • Carmen Leibovici disse:

        o que está em verde, significa sinal verde

        Curtir

      • A.(sno) disse:

        A má fé está em que a cor vermelha sempre foi associada aos comunistas e socialistas. Neste mapa, puseram os Estados Unidos em vermelho (mensagem sub liminar).

        Curtir

      • Carmen Leibovici disse:

        A,se você ler o artigo, perceberá que o que você diz não cabe

        Curtir

      • A.(sno) disse:

        Não é o QUE ESTÁ ESCRITO. É o que está SUB ENTENDIDO!

        Curtir

      • A.(sno) disse:

        … e não é nem escrito. É PINTADO!!!

        Curtir

  • Esqueceram de dizer que a América era habitada por pessoas que lá viviam desde longa data, prometer 50 acres de terra que não é sua a quem se candidatasse a cruzar o oceano nivela por baixo os ingleses, leiam “enterrem meu coração na curva do rio” um pais fundado por pessoas com os pés e mãos sujos de sangue!

    Curtir

    • Herbert Sílvio Augusto Pinho Halbsgut disse:

      Sr. Honorio, não podemos generalizar sobre o tipo de pessoas que fundaram a América, mas a história índia do oeste americano escrita em 1970 por Dee Brown, que o senhor cita, perpetua o que muitos com as mãos sujas sujas fizeram por lá. E aqui no Brasil não foi muito diferente e não conheço uma obra brasileira que tenha reunido e descrito o que aconteceu por aqui com cerca de vinte milhões de indígenas, para começo de nossa história e que parece ainda não terminou nesse aspecto. Depois trouxeram aqui os escravos negros e, pós, seus substitutos sem correntes nos pescoços… Também temos nossas mazelas e nossos grandes de todos os matizes, pois a base é humana, mas muitos praticando desumanidades!
      Ah!, sim, leiam também a obra intitulada “Raízes” ( ou “Roots”)do americano Alex Haley, publicado no ano do bicentenário dos Estados Unidos da América. Para Haley essa obra é uma reconciliação: ” Negros ou brancos, a América é o nosso país”, e essa frase dele nos mostra que por lá também existem grupos humanos bem diversos!
      .

      Curtir

  • Carlos disse:

    Fora Globo e seus satélites, fora Big Techs, fora esquerda que quer dominar quem está dormindo
    Nós somos o poder , juntos podemos por isto abaixo

    Curtir

  • paulo murano disse:

    Alguem sabe como desabilitar mensagens de vespeiro.com do outlook? Já sinalizei spam, rodei anti-vírus E Malware Norton Sem Sucesso. Parece A Praga Bolsorano Que Colou No Brasil. O Quê
    Faço, Quem Poderá Me Ajudar??

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Onde a democracia se esvai no VESPEIRO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: