Democracia é isso…

15 de janeiro de 2015 § 7 Comentários

b1Entre o “país sem miséria” de ha quatro anos e esta nova “pátria educadora” com 7 bi a menos para o Ministério da Educação que vem vindo por aí, além da derrama do Joaquim Levy que ainda nem  começou, o que mudou foi que antes, por cima do que pagávamos para ter o governo mais caro do mundo, tínhamos de prover “por fora” só a saúde, a educação e a segurança públicas que eles enfiavam nas contas deles na Suiça e agora quem quiser ter luz elétrica e água encanada também vai ter de furar o seu próprio poço artesiano e comprar o seu próprio gerador.

Estamos de volta ao modelo autárquico dos três primeiros séculos da colonização, com a diferença de que, agora, não existe mais a Casa Grande; tá todo mundo na senzala.

b3

Marcado:, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

§ 7 Respostas para Democracia é isso…

  • Varlice Ramos disse:

    Se estudantes brasileiros – mais de 500 mil – tiraram nota zero na prova de redação é porque alguém deixou de lhes ensinar a língua, a gramática e a literatura portuguesa/brasileira.
    Os estudantes são só um reflexo do bundalelê instalado/instaurado na Educação brasileira.
    Maquiagem e conversa mole não enchem barriga, não diminuem a pobreza e não educam ninguém.

    Curtir

  • Não é de agora com a escolaridade. A baderna começou em 2003 com o petismo dando a conveniente interpretação da história com objetivo ideológico aos jovens e não se preocupando propriamente com mais nada que não fosse de seus interesses ao “baixo aprendizado” fácil de politicamente manobrar quando na juventude.

    Creio ter lido em Toni Judt, ” a história é uma disciplina estranhamente imune a alta especulação teórica, quanto mais a teoria se intromete mais a história se retrai” Bem a contra- gosto da filósofa marxista-petista-rancorosa com a felicidade- Marilena Chaui que odeia a classe média (sic a própria)

    Porque a história? porque é a base de nossos valores respeitosos que nos orientam e não podem ser abandonados por mais simples que sejam tem importância na formação de uma nação.

    Tão ruim quanto o atual ensino à alfabetização estão faculdades que permitem criar como se fosse padarias, com respeito aos padeiros. Fábricas de pseudo-profissionais em direito, administração que conheço. Sou testemunha de empresas que antes de quaisquer contratos querem saber onde se formaram uma vez ser mais caro ensinar pagando menos ao que não aprenderam nas escolas do que contratar os bem aventurados, mais caros, das boas faculdades.

    Falar o que. Verbas existem não são poucas mas na mão de idiotas dá no que dá.

    Só piora ao presente quando o governo indica pro Ministério da Ciência e tecnologia o indivíduo Aldo Rebelo!!

    Burocrata comunista com hábitos da burguesia que condena, serve a tudo e a todos e, quando deputado, propôs PL a banir do nosso linguajar expressões exógenas, inglesas digamos!!

    Esperar o que. exceto de talentos individuais que por si só procuram o caminho do ensinamento e da ciência, distanciando-se das dependências governamentais.

    Falar em exceções na escola pública não é a regra. Não vale, diante do universo de 500 mil-uma população- de despreparados que assolam o país e ao futuro inclusive o deles.

    Curtir

  • EDUCAÇÃO, DETERIORA-SE FAZ TEMPO. E SE NINGUÉM SE IMPORTA, SE NINGUÉM NUNCA SE IMPORTOU,QUER SABER DE UMA COISA: (PALAVRÃO IMPUBLICÁVEL):

    Curtir

    • Eduardo,
      A má fé petista chegou ao extremo em “criar” nova história contemporânea principalmente com relação aos militares.

      Como são canalhas não respeitam os fatos, tergiversam no mínimo com os mesmos, de olho no futuro do socialismo bolivariano.

      Francamente. Espero que este governo dê errado como tudo indica, não só na economia onde não existe “milagres” mas na política começando no saco de gatos chamado PT.

      O do PMDB já cindiu apoiando o Cunha a presidência da Câmara, e se a tucanada que não sabe fazer política bobear o Renan leva o Senado.

      Essa maluca já está preparando o terreno pro Kassab e o futuro partido a ser chamado PL, melhor seria PF (por fora) , ser o encosto ao pouso junto aos novos subservientes.

      Curtir

  • Grade curricular do GINÁSIO VOCACIONAL, PERÍODO INTEGRAL E COM INTERDISCIPLINARIDADE:
    PORTUGUÊS
    INGLÊS
    FRANCÊS
    MATEMÁTICA
    CIÊNCIAS (BIOLOGIA)
    ARTES MUSICAIS
    TEATRO
    ARTES INDUSTRIAIS
    EDUCAÇÃO DOMÉSTICA
    PRATICAS AGRÍCOLAS
    PRATICAS COMERCIAIS
    ESTUDO SOCIAIS
    RELIGIÃO
    EDUCAÇÃO FÍSICA
    NUTRIÇÃO
    RECURSOS AUDIO VISUAIS (GRAFICA, BIBLIOTECA, RADIO, FOTOGRAFIA – SLIDES, AUDIO)
    RECURSOS EXTRAS – BAR, BANCO, COOPERATIVA, DATILOGRAFIA E ECONOMIA, HORTA, JARDINAGEM, PINTURA, COSTURA, COZINHA, ESCULTURA, COMPETIÇÕES ESPORTIVAS, INTEGRAÇÃO COMUNITÁRIA –
    ACOMPANHAMENTO PSICO-PEDAGÓGICO COM ORIENTAÇÃO VOCACIONAL- E ACOMPANHAMENTO PÓS -ESCOLAR

    Curtir

  • Eduardo,
    Creio importante antes de questionar as verbas à educação, será saber do quanto liberado chega no final aos fins propostos.

    Tem muita gatunagem no decorrer do andamento burocrático e as liberações, começando com os preços cobrados pelos insumos escolares. Não é raro de empresas macomunadas com ” autoridades” e os preços acima do mercado.

    Não adianta. No Brasil a bandalheira ou como queiram chamar tornou-se endêmica no trato com o poder público seja federal, estadual, e municipal.

    Tudo graças as leis demais e eficiência de menos, ao que adicione-se a amoralidade explícita do governo corruPTo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Democracia é isso… no VESPEIRO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: