Enquanto o tsunami passa

20 de janeiro de 2015 § 4 Comentários

aa4

Quanto mais você paga, menos você tem.

O aumento das tarifas e dos impostos no mesmo dia do primeiro ensaio do apagão nacional é proverbial. Com a água, então, é pior: quanto mais ela faltar — e em São Paulo o governo sozinho perde mais de 30% no caminho entre o reservatório e a sua torneira por “furos nos canos” — mais você vai pagar.

O “ajuste” é necessário porque sem ele não vamos só ficar estacionados, sem crescer, como vimos vindo, vamos andar mais e mais para tras já e isso pode acabar tirando o PT do poder. Entretanto, para andarmos um milímetro que seja para a frente, que fique anotado, vai faltar energia (além de água).

Sinuca de bico…

No mais, é o de sempre: como é proibido por lei tocar em qualquer privilégio dos “de dentro” do Estado brasileiro, os “ajustes” são SEMPRE feitos nas costas dos “de fora”. E como isso vem de longe e já estamos no osso, estão arrancando os músculos da galinha dos ovos de ouro para que os privilégios desse pessoal possam continuar intocados por mais um tempinho.

aa6

Vai daí, aos 20 dias do ano que ainda tem 345 pela frente, já fomos tungados em 43 bi pelos cálculos das medidas anunciadas pelo dr. Levy nas primeiras duas “demãos” que ele deu no “ajuste”. Não está nessa conta o imposto particular que a Petrobrás está nos cobrando sobre o petróleo barato que anima a festa do mundo. E hoje o dr. Tombini, um “oriundi” cujo nome em italiano significa “bueiro“, “ralo” — seria um presságio? — anuncia mais um aumento de juros. Ele é o “sim senhora” que operou o Banco Central em Dilma 1, onde foi cavado o buraco, mas que Dilma 2 manteve na equipe econômica. Merecimento, sabe?

E, quer saber? Vai piorar. É questão de tempo. Dona Dilma não admitiu nem por um segundo que tudo que fez para arrebentar as contas do país estava errado. Apenas mandou segurar os ladrões onde estão e amordaçou-se para não dizer o que pensa e permitir que o seu CEO particular nos esfole durante dois anos, possivelmente pelo dobro do necessário, para poder voltar a ser a Dilma que compra votos à mão larga nos últimos dois do seu mandato detonando setores tão “insignificantes” para o resgate da miséria nacional quanto os de energia e biocombustíveis com que comprou votos na eleição passada, e assim garantir junto aos desmemoriados de sempre mais quatro anos de impunidade para o PT.

aa5

De modo nenhum é um “ajuste de fé“, como nos confirma enfaticamente a sua opção por Evo Morales de preferência a Davos.

Somos Bolívia e não Suíça, e o dr. Levy que se vire para explicar praqueles chatos como é que isso sinaliza o restabelecimento da confiança dos investidores no Brasil.

Enquanto isso ela vai se fingindo de avestruz. Mais um pouco nesse mutismo e veremos surgir na imprensa os “dilmólogos“, como já houve os “sovietólogos” e os “sinólogos” do passado que tentavam interpretar os sinais vindos de dentro do sistema político hermético da União Soviética e da antiga China comunista que ela quer reviver para antecipar o que mais ia pela cabeça daqueles velhinhos sinistros que tratavam aquela metade escravizada da humanidade como ela nos trata: decidindo tudo sobre nossas vidas e as da nossa descendência sem perguntar nada a ninguém.

Essa “apatia” da Dilma, é bom reparar, é, entretanto, das mais seletivas. Ela é louca mas não rasga dinheiro.

aa8

Enquanto o tsunami passa ela trata de ir armando o seu exército de mercenários varrendo o lixo dos fundões do Congresso Nacional com a ajuda de Gilberto Kassab, o “Rei da Sucata”, e outras figuras igualmente promissoras que ela quer legar às próximas gerações de brasileiros, e instalando a guarda pretoriana da “Democracia Socialista” da esquerda do PT nos postos mais próximos do pescoço da democracia brasileira à espera de uma oportunidade. Conforme a força que conseguir amealhar aí – e não em função do erro ou do acerto do seu ajuste e do efeito que ele produzir nas ruas — é o que me diz o cruzamento desses sinais todos, é que ela decidirá o modo como voltará a agir acima da superfície.

Em paralelo, a signatária da compra de Pasadena, ajudada pelos quintas-colunas que as redações mais irresponsáveis deste país ainda abrigam, trata de delatar seus delatores.

Venina, primeiro, Paulo Roberto Costa, agora…

É só o primeiro passo. Tipos como ela começam delatando seus delatores e, se não houver reação, passam a “suicida-los“. Melhor reagir agora pra não correr o risco, como os argentinos, de quando ela vier te buscar não haver mais ninguém para reagir.

aa2

Marcado:, , , , , , , , , ,

§ 4 Respostas para Enquanto o tsunami passa

  • Fernão, bem analisado.
    Adicione-se de que à “salvação” energética o neófito em energia o ministro Eduardo Braga conta com ajuda divina, afinal “Deus é brasileiro”! , segundo o ilustre neo petista.

    E por aí vamos aos ajustes que só iniciam e servem mais para mostrar de intenções uma vez que os valores absolutos diante de 3 trilhões em títulos no mercado e no Bacen, representa propriamente zero.

    E tem mais porque o desarranjo é em todos os setores, arruma um desarruma outro e a única certeza é que a conta virá e nós pagaremos.

    Fernão, francamente acredito que a única solução será pressão nas ruas, na imprensa como alguns poucos fazem, tudocomo bem disse o quase ex-senador do R.G do Sul, Pedro Simon, em recente entrevista na Veja.

    No Congresso não podemos confiar, exceto, repito, exceto na esperança que tenho em o PT e a Dilma aumentarem os conflitos embora ela esteja se preparando com o fazedor de partidos Gilberto Kassab.

    E o Vespeiro continuar e procurando aumentar o leque no sentido de outras mídias eletrônicas ou mesmo impressa.

    Curtir

  • Correção.
    Os 3 trilhões são de títulos do Tesouro em 2 trilhões no mercado e 1 trilhão no Bacen, uma vez que o mercado não absorveu, lembrando de da Constituição que proíbe tais operações entre as duas entidades.
    Mas no Brasil não tem importância a Constiuição quando desagrada ao poder.

    Curtir

  • Varlice Ramos disse:

    Pois é.
    E enquanto isso R$ 2 trilhões e 300 bilhões foram para o ralo sem explicação:

    http://veja.abril.com.br/multimidia/video/o-saco-de-gatos-do-ptpmdb-so-e-menor-que-o-rombo-trilhionaio

    Não se pode negar que o PT sempre pensou grande.

    Curtir

  • Carmen Leibovici disse:

    D´us me livre!A bicha é feia demais!E lembrando daquele barrigão inchado dela no dia da posse,eu estou mais propensa a pensar que ela está em tratamento e não em silêncio.

    Ela não é só feia,é tapada tb!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Enquanto o tsunami passa no VESPEIRO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: