Como ousa não ser um filho da puta?!

27 de agosto de 2013 § 8 Comentários

dil1

Gallantry”. A expressão remete aos Cavaleiros Errantes. O conceito funde numa só palavra as idéias de coragem, grandeza, virtude, heroísmo, desprendimento, altruísmo e apego aos mais nobres ideais.

Seus antônimos são covardia, pusilanimidade, traição, ignomínia…

O encarregado de negócios da embaixada brasileira em La Paz, Eduardo Sabóia, teve um gesto de “gallantry” ao resgatar, por sua conta e risco, o senador da oposição Roger Pinto Molina, perseguido pelo chefe dos “cocaleiros” que hoje governa a Bolívia, que estava preso num quartinho da embaixada brasileira, de quem ingenuamente chegou a esperar asilo, ha 452 dias, “sem que houvesse nenhum empenho para solucionar o problema” da parte do governo do PT.

dil1

Para que não pairassem dúvidas sobre a natureza de sua decisão e para se defender da punição que desde sempre ele sabia que sofreria, Saboia desembarcou no Brasil com o homem que salvou dizendo que tinha feito por ele o que teria feito por Dilma Roussef, que também foi, um dia, uma “perseguida política”.

Tudo isso torna ainda mais nobre o seu ato. Entre a certeza de punição e encerramento da carreira a que dedicou a vida de quem já teve tempo para aprender exatamente com quem está lidando e a alternativa de compactuar com o esmagamento covarde de um indvíduo em luta contra um estado semi-criminoso ao qual se aliou a “diplomacia” do PT, Saboia preferiu manter-se em paz com sua consciência.

dil1

Escolheu a História.

Escolheu entrar para a lista de gente como Guimarães Rosa e sua Aracy que, funcionários da embaixada brasileira em Hamburgo na Alemanha nazista, davam fuga a judeus, do que para a dos esbirros de Getulio Vargas que, naquele mesmo momento, entregavam a Hitler, para ser fuzilada, Olga Benário, a mulher de Luís Carlos Prestes.

Eduardo Saboia exibiu inteiro o seu caráter. O cinema do futuro ainda lhe fará justiça…

Dilma Roussef exibiu inteiro o dela.

Não é que vestiu a carapuça. Enfiou-se nela dos pés à cabeça.

dil1

Sua incontida fúria, vibrando ao vivo e a cores na televisão, foi demais até para Antônio Patriota que, mesmo comendo na mão dela, aparentemente não conseguiu engolir todos os desaforos que ouviu por não ter conseguido impedir que algo tão luminosamente nobre brotasse de dentro do pântano petista e, ainda por cima, no centro da seara bolivariana pela qual zela pessoalmente o sinistro Marco Aurélio Garcia.

Como ousa, algum dos nossos, não ser um filho da puta!

Este episódio, mais que todos os outros, serve para enterrar qualquer resquício de ilusão que porventura tivesse restado a respeito de em que mãos caiu este país.

O pior é pouco para esperarmos dessa gente.

dil1

Marcado:, , , , , , , , , , , ,

§ 8 Respostas para Como ousa não ser um filho da puta?!

  • Varlice disse:

    Iluminado texto, Fernão!
    Devo dizer que há umas boas semanas aquela Poliana anda dando ares de cansaço. Seu otimismo não é o mesmo.
    A atitude de Eduardo Saboia aliviou-lhe o aperto no coração, mas a mão petista continua a constrangê-lo.
    A sua última frase é a tradução do que nos vai na alma.

    Curtir

  • Alberto Mattos de Faria disse:

    FDP é pouco !!! adorei !!! Teria “tentado” escrever as mesmas palavras !!!

    Curtir

  • Belíssimo texto, e assim vamos jogando no lixo nossa sanidade, aqui é bem vindo os Cesare Battisti da vida, tem advogado petista de mensaleiro que vai recorrer baseado nestes episódios!

    Curtir

  • José Luiz disse:

    Fernão,

    Bom dia!

    Parabéns pelo brilhante artigo!!!

    Sensacional!!!

    Obg!

    Abç,

    J.Luiz

    P.S.: Qual o seu e-mail ?

    Curtir

  • luciana braga disse:

    Parabens pelo texto maravilho. Este assunto tem causado muita emoção, palmas para Eduardo Sabóia caráter admirável!

    Curtir

  • José Barboza disse:

    Sensacional, Fernão! Continue sua luta em desmascarar esta caterva que se apossou do poder e que está cada vez mais insaciável na roubalheira e nas ações pseudo comunistas, que implantou no País. Talvez seja bom avisa-los que o comunismo inventado e praticado por mais de 70 anos na antiga URSS está morto e só falta enterrar. Quem sabe sua atitude, aliás dentro do que se espera de jornalistas da estirpe Mesquita, incentive o aparecimento de outros para ajudar-nos a livrar o país no mais breve tempo.

    Curtir

  • ALBINO STANZIONE disse:

    CARAS-DE PAU, SÓ ISSO POSSO DIZER DOS PETRALHAS…NO MÍNIMO PARA SER ELEGANTE!

    Curtir

  • Elino Alves de Moraes disse:

    Os petralhas estavam muito ocupados para não cobrar o salvo-conduto para o exilado na embaixada brasileira em La Paz.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Como ousa não ser um filho da puta?! no VESPEIRO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: