Defenda-se! É amanhã ou nunca!

12 de março de 2016 § 35 Comentários

br2
Artigo para O Estado de S. Paulo de 12/3/2016

Poucas coisas podem ser mais traumáticas e perigosas que o impeachment de um presidente da Republica no meio de uma grande crise econômica. Este governo que se propõe o papel de valhacouto de foragidos é uma. Fez as coisas de tal maneira que continuar com ele é morte certa. Diante dessa perspectiva a incerteza, ainda que tão ampla que dá vertigem, é o melhor dos mundos.

A cada minuto que passa aumenta a pena retroativa a trabalhos forçados a que o lulismo condenou cada brasileiro. Ja regredimos pelo menos 10 anos e o relógio continua correndo para trás cada vez mais aceleradamente. A catástrofe que atingiu o nosso fragilíssimo ecossistema institucional é de proporções ambientais. Nada nele escapou a estes 13 anos de derrame de lama e só ao longo das próximas décadas se poderá medir todos os efeitos do desastre. Desde já é certo, como comprova a decisão de anteontem do STF de, em plena tempestade, não apenas libertar condenados mas “perdoar” todo o Mensalão que o decano de seus ministros descreveu como “um ataque doloso e sistemático de uma quadrilha organizada com o propósito de destruir os fundamentos da democracia, da Republica e do estado de direito“, que será tão dificil reconstituir a democracia no Brasil depois do PT quanto as condições do Rio Doce de voltar a sustentar a vida depois da Samarco.

br10

O mundo viu isso cem vezes no último século do milênio passado. A especialidade desse “esquerdismo” corrosivo morto em toda a parte menos aqui de que o bandalho-sindicalismo brasileiro se apropriou sempre foi transformar em verdadeiros os seus diagnósticos mais falsos. Fomenta o ódio de classes até torná-las irreconciliáveis como dizia que eram “seus interesses” quando reinava a paz; insufla o racismo e a intolerância com a diferença até transformá-los em sangue para provar que “estavam apenas ocultos“; incendeia o campo para destruir a agricultura e comprovar que ha “ociosidade da terra“; semeia insidiosamente os privilégios que falseiam a livre competição para imputar ao mercado e às “contradições do capitalismo” a vitória do desmerecimento. Corrompe sistematicamente as instituições democráticas para denunciar a “democracia burguesa” como “intrinsecamente corrupta“; instila na imprensa ondas especulativas carregadas de vitríolo contra tudo e contra todos para, chegada a sua vez, poder posar de vítima; atiça tribunais uns contra os outros para exacerbar ânimos e forçar erros de modo a “provar” que não ha justiça isenta.

br12

As gerações se sucedem rápido neste país sem memória, mas não é verdade que tem sido sempre assim. O Brasil está irreconhecivel! Tudo que tocam esses Midas pelo avesso entra em decomposição. Mas seu objetivo sempre foi claro e confesso. Tem sido uma longa jornada mas não houve um unico desvio. São de 1990 tanto o Foro de São Paulo, criado para reorganizar a esquerda latino-americana batida pela execrada prosperidade promovida pelos governos “neoliberais” do continente, quanto a eleição do aparelhamento dos fundos de pensão das estatais, o maior volume de dinheiro entesourado existente no país como Luis Gushiken, da esquerda ilustrada trotskista fez ver à esquerda tosca do bandalho-sindicalismo, como um instrumento para a tomada do poder.

Não ha registro das minúcias do parto da decisão por essa troca de armamento mas a idéia de que com dinheiro toma-se mais facilmente o poder que com balas é, claramente, o acrescentamento que o bandalho-sindicalismo que sempre usou esse recurso para instalar-se e manter-se em suas sinecuras, embalado pela ascensão fulminante do capitalismo-de-estado chinês, aportou ao receituário de Gramsci para atirar-se a voos mais altos e trazer as coisas até onde vieram.

br11

Corre em paralelo, na mesma época, o investimento no controle dos sindicatos do setor financeiro com os quais institui-se a “PT-Pol” (de “polícia”, hoje substituida pela Receita Federal com seus supercomputadores liberados para agir à revelia do Judiciário), entidade bem conhecida das redações que desde aquela época começam, por meio dela, a “ter acesso” aos pormenores da vida dos inimigos do partido nos momentos em que tais expedientes se faziam mais uteis.

Estavam postos os ingredientes essenciais do presente desastre.

Em meados dos anos 90, já com farta colheita de prefeituras, estoura o primeiro escândalo do PT no poder denunciado pelo “quadro” histórico Paulo de Tarso Venceslau, em tudo, menos pelas proporções, idêntico aos de hoje: um esquema de cooptação de empresários venais que pagavam impostos municipais “a mais”, contratavam a consultoria CPEM de Roberto Teixeira compadre de Lula e dono do apartamento onde ele mora até hoje, que “descobria o erro” e abria os cofres das prefeituras para “devolver a diferença” ao empresário amigo com posterior “rachuncho” excluídos do qual ficavam as vítimas de sempre: o povo, especialmente a parcela mais dependente da assistência do estado, esta que quanto mais empobrecida pela corrupção mais exposta ao “pai dos pobres” fica.

br13

Dois anos tentando em vão denunciar a falcatrua a Lula, e o ingênuo Paulo de Tarso convence-se da verdade, vai ao Jornal da Tarde e denuncia a roubalheira. “Estarrecidos” os petistas montam uma comissão de investigação chefiada por Jose Eduardo Cardoso que, verde ainda, leva-a longe o bastante para que todos os narizes se voltem para Lula, de onde emanava o mau cheiro.

E então … golpe! Paulo de Tarso é que é expulso do partido enquanto José Eduardo cai no ostracismo até que Dilma o arranque de lá.

Desde então tem sido só mais do mesmo. Só que muuuito mais do mesmo. O Congresso Nacional foi dissolvido em dinheiro. Não ha mais uma Justiça Brasileira; ha uma “Justiça de Curitiba” e a outra. A economia está em estado de coma e jamais será reanimada à força, nem de muque, nem de novas tapeações. É preciso reabrir a possibilidade da democracia, da vitória do direito, da reconciliação nacional.

Defenda-se! Defenda seus filhos! Defenda o Brasil!

Não haverá outra chance. É amanhã ou nunca!

mao4

 

Marcado:, , , , , , , , , , , ,

§ 35 Respostas para Defenda-se! É amanhã ou nunca!

  • “Traumático” mas Catártico. Que alívio Brasil. Pé no acelerador. Vamos virar está pagina da história. Nasce um novo país.

    Curtir

  • Helena Maria de Souza disse:

    Ótimo texto Femasim. Pena que os que o lemos sejamos todos iniciados.
    Pena que ainda não tenhamos produzido pelo menos um político de oposicãso, capaz de falar a linguagem popular, para se cintrapor ao capo.
    Tomara que o povo vá mesmo pra rua amanhã. Convalescendo de um cirurgia no quadril, não poderei ir. Apenas torco para que tudo dê certo. E rezo. Muito.

    Curtir

  • Eduardo disse:

    Quanto ódio da esquerda, senhor Mesquita. Não vi conteúdo, só palavras de incentivo para guilhotinar a presidente Dilma. Acha que falar alto e bradar pelo patriotismo (como faria um fascista) vai inundar as ruas e reverter o resultado democrático das urnas?
    É nos momentos de instabilidade institucional, quando os opositores percebem a fragilidade do governo, que se percebe o ódio fundamentalista (normalmente velado) da imprensa paulista, especialmente pelos “chamamentos à nação”, como o que o senhor pretendeu fazer nesse artigo sofrível.
    Não vejo esse patriotismo todo no tratamento leniente que é reservado ao governo do PSDB em São Paulo, no poder há mais de vinte anos. Imprensa isenta?! Onde?

    Curtir

    • Carmen Leibovici disse:

      este artigo não mostra NENHUM ódio da esquerda.O que há no Brasil é um grupo ,que não tem nada de esquerda , que roubou o País.Tem como contestar isso?ou vai ficar repetindo que outros fizeram também?todos vão ser expostos ,mais cedo ou mais tarde.A revolta não é ideológica:É MORAL e ÉTICA!O que tem de errado em clamar por moralidade e ética?

      Curtir

      • José Luiz de Sanctis disse:

        Desculpe Carmen Leibovici, mas a esquerda é exatamente isso. A estratégia é essa, acusar os que foram pegos e dizer que a “esquerda não era isso” que “se desviaram dos fundamentos da ideologia” para ressurgirem com o mesmo discurso salvacionista logo ali adiante e repetirem a tragédia.

        Curtir

    • Por tudo que assisto do partido da ética na política,o mínimo é o que o Fernão escreveu antes que o “partido que não rouba e nem deixa roubar” acabe com o que resta inclusive em dignidade.
      A esquerda tapuia além de corrupta é incompetente. Tudo fruto do Foro de São Paulo, obra Chavista e Lulista.Quebraram ambos países e a sociedade sofre as consequências do bolivarianismo petista. Lá falta papel higiênico, enquanto aqui caiu o consumo. Basta verificar. É uma singela referência.

      Curtir

    • fernaslm disse:

      nós somos tão pequenos, eu, você, a Dilma, o PT, a esquerda, a direita…
      grande é o Brasil, Eduardo!
      nada nem ninguém, nem mesmo uma grande alma ardendo-se de amor por si mesma conseguirá para-lo…

      Curtir

    • DENUNCIA = Não confundam os Eduardos. O texto supra não é de minha autoria, aliás ela é totalmente contraria ao meu pensamento, pois considero o que o Fernão Lara Mesquita aqui expressou uma grande verdade, e que não merece um pingo no sentido de reparos pois é simplesmente um retrato da caótica situação do Brasil, Não vejo perigo institucional, e a Imprensa tem-se demonstrado um ótimo detergente. Cro-Maat, em nome da verdade, tenho dito !
      Dr.EDUARDO GONSALES DE ÁVILA

      Curtir

  • José Luiz de Sanctis disse:

    A esquerda sempre promove exatamente a mesma desgraça onde quer que se instale. O ensino de História é fundamental, quem sabe assim o povo aprende e nunca mais vota nessa escória. E tem inocente útil que defende essa maligna ideologia. Os outros defensores são os cúmplices. Por absoluta falta de argumentos, quem critica a ladroagem é chamado de fascista. Só rindo. O pior é que petralhas acham que quem critica o PT apoia o PSDB (a esquerda fabiana), que se voltar ao poder, em pouco tempo abrirá espaço para o PT renascer, aliás, por causa da “oposição” deles o PT continua aí. Lembro de uma entrevista do cantor Gilberto Gil onde ele dizia: “não sei porque o PT e o PSDB não se unem”. A diferença é só o perfume. Cadeia ampla, geral e irrestrita para todos o corruptos de todos os partidos. E FORA ESQUERDA!

    Curtir

    • Carmen Leibovici disse:

      José Luiz de Sanctis,eu também acho a chamada esquerda pervertida.
      Mas o que eu quis chamar a atenção do Eduardo que postou o comentário,é que a questão aqui no artigo é de roubalheira e de empulhação e não de “esquerda”como ele tenta acusar,o que é justamente a unica coisa que a própria chamada esquerda faz e que Eduardo deve se identificar.
      Nunca vi um governo “de esquerda” prestar.Na minha opinião,esquerdista tem a cabeça e as ideias absolutamente tortas e tudo que sabem fazer é tentar entortar a moral e a ética dos países onde conseguem “usurpar” o poder de modo a extrair vantagens da perversão.

      Curtir

      • Carmen Leibovici disse:

        além ,é claro,da opressão que impõem aos povos.Governante esquerdista é ladrão armado de métodos opressores para ninguém reclamar.

        Curtir

  • José Luiz de Sanctis disse:

    Obrigado Carmen. O socialismo pode ser resumido em uma frase: “abolição da propriedade privada”, a nossa, claro, desde que tudo fique na mão deles, então vão roubando, ou melhor, fazendo “expropriações revolucionárias”. O Fernão escreveu excelente artigo a respeito, anterior a este “O que há de comum entre China e Brasil”.

    Curtir

    • Carmen Leibovici disse:

      José Luiz,esses que entram no poder se dizendo socialistas estão enganando as pessoas.Não existe isso.O que existe é justiça social,coisa que eles não fazem.Se fizessem,haveria saneamento básico para todos;bom sistema de saúde para todos;boa educação ,isenta de ideologias ,para todos;assistência social para os realmente necessitados que precisam mais do que o acima citado,etc e etc…
      Eu vou ler oportunamente o artigo sobre a China que o Fernão escreveu,mas sei como é que é.Meus pais fugiram do comunismo na Romenia.A familia dos dois foi roubada pelos comunistas e tb ,anteriormente,pelo governo simpatizante dos nazistas.Meu avô materno,foi inclusive roubado por um embaixador chinês,em 1943,qdo no desespero deixou nas mãos desse sua fortuna-ele era joalheiro-para escapar de tudo ser levado pelos da “guarda de ferro”….Eu sei de muitas histórias de governos e representantes de governos vagabundos,sendo minha própria família vitima.Acho que é por isso que eu me indigno tanto com esses crápulas usurpadores de poder.

      Curtir

      • Carmen Leibovici disse:

        o embaixador chinês,Long…alguma coisa,disse que meu avô poderia confiar nele.Meu avô se garantiu com alguma carta ,alguma coisa,mas o chinês se mandou para China e levou tudo.Meu avô acabou indo para Israel em 1951 e lutou até meados dos anos 60,qdo morreu em 63,para recuperar alguma coisa.Eu tenho todas as cartas da luta dele.Ele foi até a ONU,fez de tudo,mas o maldito ficou com o produto do roubo.Meu avô conseguiu recuperar um pouco,mas o cínico do embaixador negou o resto.
        Hoje o filho desse chinês é um “importante”professor,acho que nos EUA.
        Eu segui um pouco o fio da meada recentemente mas deixei para lá.Um dia justiça será feita…

        Curtir

  • Cris Dias de Souza disse:

    Pensamos da mesma maneira, mas você escreve magistralmente!!

    Cris Lara Dias de Souza

    >

    Curtir

  • gioconda disse:

    Espero que todos os seus leitores se sintam encorajados a participar do movimento de amanhã.
    Seu texto lúcido desperta a esperança de que podemos sair desse buraco.

    Curtir

  • Varlice Ramos disse:

    Estaremos lá amanhã.
    Eles não passarão!

    Curtir

  • Lucas Scatulin Bocca disse:

    Prezado Fernão, antes de mais nada, “salud!”
    Seus textos são provacativos e inteligentes…
    Em diversos momentos já pensei em escrever…
    Creio que poderia contribuir…
    No entanto, o que me move agora não tem relação com suas palavras…
    O que me desperta o ímpeto de escrever é o que acabei de ler…
    Na falta de canal apropriado (ou, pela indigência, não encontrei), venho lastimar no seu blog.
    A lástima está na entrevista que acabei de ler no “Estadão”.
    Trata-se de entrevista do Fernando Holiday conduzida pelo senhor Luiz Maklouf Carvalho.
    Pergunto: não se cobra educação dos “colaboradores” do “Estadão”?
    O “repórter”, em seu texto, destila diversas ironias (ex: “e deixar, Fernando Holiday perora, sobre quase tudo que sabe, ou acha que sabe, ou que nem sabe, mas desconfia.”).
    E os esquerdistas deste país? Sabem? Desconfiam que não sabem?
    Falam do sistema financeiro ou do agropecuária com ares de doutores, mas somam 1 + 1 e chegam a 1.233,47.
    É chocante a ignorância de artistas e jornalistas acerca de qualquer tema que envolva produção, engenharia, administração e economia e NINGUÉM ousa contestar.
    Mas bater em um garoto de 19 anos é fácil, não?
    Gostaria de saber se o corajoso e audicioso Luiz Maklouf Carvalho seria tão “venenoso” se o entrevistado fosse o Chico Buarque ou a Marilene Chauí…
    O cidadão falta com um respeito tremendo ao entrevistado. Mas se estivesse entrevistando alguém da “esquerda” caviar, provavelmente estaria, desculpe o termo, “molhadinho”.
    Estudei na Unicamp, então sei muito bem como a ideologia esquerdista está entranhada nos cursos de humanas, jornalismo inclusive.
    “Terno, gravata e petulância, que lhe sobra” é como descreve o jornalista.
    Chico, quando comenta política e economia, é um exemplo de humildade? Não é arrogante e petulante discorrendo sobre assuntos que nem faz ideia do que significa?
    Será que o termo petulância não cabe ao próprio jornalista?
    Ou a esquerda brasileira não é petulante?
    Aliás, é só isso que ela é: petulante. Acha que somente os “socialistas/esquerdistas” são “conscientes” e “não alienados”.
    Desculpe a sinceridade, mas a “casa” vai cair para todo mundo, Não só para Dilma e Lula.
    O esquerdismo entranhado nas escolas, universidades e redações também vai ser levado se roldão se seu apelo vingar (“Defenda-se! É amanhã ou nunca”).
    Enfim, como um descendente da linhagem “Mesquita” (de pedigree apurado, acrescento. Pois não me recordo de manisfestos tão ácidos lavrados por seus ascendentes… Exceto se mirarmos décadas, ou século, atrás), espero aqui ver um brinde a liberdade de expressão e minha crítica ser publicada no blog.
    No mais, abraços e um comentário final (para pensar): o que funciona nos EUA não é o recall, nem leis de iniciativa popular. O que funciona é o Federalismo.
    No seu artigo (publicado uns 40/60 dias atrás e do qual não me lembro o nome) você tateia, mas não sintetiza, a resposta que todos buscam.
    Eis a tríade impossível:
    “Não haverá democracia plena de projeto único (nacional) em países de territórios continentais”.
    Escolha duas das três condições: democracia, território continental ou projeto nacional ( o seu artigo quase prova isso).
    Abs
    Lucas Scatulin

    Curtir

  • O JULGAMENTO DE DEMENCIUS
    (Baseado na mensagem reflexão da convocação ritualística rosacruz em Barretos, no dia 13 de Março de 2016 )
    Demencius foi a julgamento e a pergunta que o Juiz Moralis fez foi: Tens consciência do crime que cometeste. O réu percorreu os meandros de sua mente e nada encontrou. O juiz o sentenciou: terás ” ad eternum ” a companhia de duas personagens, e que poderás oPTar por uma delas – a Morte e ou a Vida, a Demencius como um escravo da sua própria mente e senhor de suas nefastas virtudes só restara a companhia da fiel e amiga Morte, pois esta já era e continuará sendo seu vigilante “cumpanheiro”, e assim foi que será execrado por sua Nação.

    Curtir

  • E Barrabás foi salvo, Cristo cruxificado !
    Aleluia, assim fomos salvos. Cristo morreu em nosso lugar.
    Barrabás =Barr +Abba = Filho de Deus. Os Filhos de Deus foram salvos.
    Capiste, Cobucci?

    Curtir

  • Sandra Sabella disse:

    O golpe contra o Estado Democrático de Direito já foi dado. Entre gargalhadas. eles ainda aguardam nossa reação para o discurso oficial público. Como é possível que, amparados em várias leis brasileiras, nenhuma autoridade eleita suba a rampa e dar voz de prisão para esse TIRANO que agora é visível.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Defenda-se! É amanhã ou nunca! no VESPEIRO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: