Inquietações…

12 de dezembro de 2014 § 32 Comentários

a12

Já tinha batido super mal em meus ouvidos essa história dos promotores do Paraná descreverem como “vítima” essa Petrobras que se deixa gostosamente roubar na denuncia oferecida ontem contra 36 envolvidos na roubalheira do século. Essa Petrobras que deixa-se roubar mas é implacável com todos quantos traem a “omerttá” que se exige dos “da casa” e ousam denunciar de dentro essa bandalheira, como foi o caso dessa Venina Velosa da Fonseca, demitida em 19 de novembro, agora, que está hoje no Valor (íntegra aqui) mostrando farta documentação que prova que todo mundo foi avisado na atual diretoria blindada por dona Dilma desde pelo menos 2008, não só das falcatruas já conhecidas graças à Lava Jato mas também de outras que ela teve oportunidade de descobrir no exílio que pagou em Cingapura por ter insistido candidamente em pedir providências contra a ladroagem a Sérgio Gabrielli, Graça Foster e, finalmente, ao fresquíssimo Jose Carlos Cosenza, substituto de Paulo Roberto Costa.

a4

A história dela é de longe a mais arrasadora publicada até agora pois dá provas de como os criminosos não apenas perseveraram no crime como desdobraram-se em mais e mais manobras para seguir praticando-os enquanto a polícia corria atrás deles, o Ministério Público estava enfiado dentro da empresa e o país “se convulsionava”, para usarmos a expressão do Procurador Geral, Rodrigo Janot, com o que lhe ia sendo dado a conhecer.

Para a denunciante, abordagens na rua, à noite, “arma na cabeça“, ameaças à sua vida e às de suas filhas…

Não ha limites para essa gente e nada autoriza ilusões quanto a que tipo de afronta às instituições e ao próprio regime eles serão capazes de recorrer para continuar eternamente em condições de se lambuzar.

a8

Daí o grau de alarme que me sobe ao constatar que todos os vícios e mentiras fundamentais do “sistema” que roubou o futuro à minha geração aparecem reafirmados, de alguma forma, neste que tantos querem que venha a ser o ataque que finalmente lhe quebrará as pernas.

Estão lá, indisfarçavelmente presentes, não só no que vem das autoridades judiciárias envolvidas mas também no modo como a imprensa descreve o que se tem passado, um ranço primitivo de “luta de classes” no tratamento inversamente “privilegiado” dispensado aos empreiteiros ladrões face aos políticos e funcionários ladrões ainda que estejam todos democraticamente irmanados no mesmíssimo crime; está lá a intocabilidade dos amigos do rei transfigurada no absoluto silêncio em relação aos políticos de cujos proventos os empreiteiros faturam meras comissões; está lá o privilégio dos amigos dos amigos do rei na persistente blindagem dos funcionários envolvidos, exceção feita aos “traidores” que denunciam a roubalheira que, estes sim, são execrados e punidos.

a9

Resume todos esses maus sinais a severidade dos juízes e procuradores autorizados a lidar com a “gentalha” aqui de fora do Estado posta ao lado do silêncio obsequioso, só interrompido por ordens de soltura e proibições de acesso aos fatos, dos juízes encarregados de julgar e acusar as “excelências”, ou seja, os pau-mandantes sem o comando dos quais rigorosamente nada desse monumento ao escracho poderia sequer sonhar com instalar-se no seio da República e em todas as intersecções dela com o dinheiro grosso.

E tudo isso apesar de já nem os “da casa” merecerem o perdão dos ladrões pois há ramos da quadrilha situados nas mais altas instâncias do partido no poder especializados em roubar a poupança dos funcionários aposentados depositadas em fundos de pensão, em golpear empregados do Estado cooperados para comprar casa própria e até, em tungar antigos “sem-terra” contemplados com lotes que hoje estão no meio de áreas valorizadas.

Tudo isso o país e sua imprensa tragam, não direi já sem o escândalo que seria de esperar, mas sem sequer identificar tais “nuances” claramente como o que são, o que autoriza os criminosos a negar o crime diante da prova do crime ou até, a apresentar a prova do seu próprio crime como uma espécie de álibi, como se estivéssemos todos mergulhados num sonho sem nenhum sentido.

a10

Sim, ok, dizem que a coisa virá por etapas sucessivas e que chegará a vez das matrizes depois da execração pública e das condenações das filiais, e eu acredito mesmo que entre os supostos paladinos do MP haja paladinos de fato. Mas a persistência desse “respeito” a essa hierarquia dos bandalhos não me desce pela garganta sem engasgar. Não é tanto a defesa intransigente dos diretores que se deixaram roubar porque isso é bandido segurando as pontas de bandido. Mas é o condenado que continua sendo “excelência” até durante as seções de acusação e a leitura da sentença; é essa rigorosa “ordem na fila” dos bandidos segundo a sua “estirpe”, como nos tempos do feudalismo, que me dizem que os poucos meses de prisão para os zés dirceus e genoínos contra os 40 anos dos marcos valérios podem não ser a última bofetada na cara dos brasileiros que ganham o pão com o suor do seu rosto.

Queira deus, mesmo não sendo brasileiro como já provou que não é, que desta vez eu esteja errado!

a3

Marcado:, , , , , , , , ,

§ 32 Respostas para Inquietações…

  • Envolvidos estão os Dendê (sic Reinaldo de Azevedo), com o Gabrieli,o Jaques Vagner e o que substituiu o Paulo Roberto Costa, todos coincidentemente baianos onde o PT teve excepcional votação e custos idem.

    Só o Lula que não está envolvido porque ele não sabe de nada. E mais um pouco ele dirá que nunca viu essas pessoas, apenas sabe que existem.

    Curtir

  • José Luiz de Sanctis disse:

    Apesar dos esforços dos procuradores e de alguns juízes, com o STF aparelhado, difícil será extinguir essa “omerttá”, só por um milagre. Dai alguns invocarem a aplicação do Art. 14 da Constituição: Art. 142. As Forças Armadas, constituídas pela Marinha, pelo Exército e pela Aeronáutica, são instituições nacionais permanentes e regulares, organizadas com base na hierarquia e na disciplina, sob a autoridade suprema do Presidente da República, e destinam-se à defesa da Pátria, à garantia dos poderes constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da ordem. Intervenção não e ditadura. E qual outro remédio restará para EXTIRPAR ESSE CÂNCER?

    Curtir

  • Dr.Eduardo Gonsales de Ávila disse:

    Catártico. Palavras que soam como musica aos ouvidos cansados de desfaçatez. “Santo tambaqui da Taquara Oca”. Ah! se esta taquara capturasse todos os peixões graudos. Somos o maior país do mundo, gigante por Natureza.
    Creio que as Forças Armadas poderia e devem dar uma “mãozinha”, para uma corrigenda em garotos levados. Solução rápida e transitória, o Brasil teria ar puro para respirar. garantir a lei e a ordem.

    Curtir

  • Acabará sendo o caminho. Gostem ou não de intervenções, não teremos alternativa a fazer voltar o país honrado e respeitado, independentemente dos problemas econômicos que esses medíocres bolivarianos petistas causaram.

    Não será fácil chegar a esse ponto e minha esperança é que esse novo governo pré-morto Dilma não resista aos problemas políticos e se entregue se não numa boa com a renúncia na marra como foi o débil mental do Collor.

    À ser esse o caminho espero que o Eduardo Cunha vença a eleição para a Câmara, fragiliza a base de sustentação do governo e com a opinião pública que é ouvida, o que exclui os vagabundos dos bolsas do nordeste, e o governinho corruPTo já era.

    Antes o vice-presidente mesmo do PMDB do que qualquer um do PT.

    Curtir

    • Dr.Eduardo Gonsales de Ávila disse:

      Caramba Cobucci, PMDB? não se troca seis por meia duzia, apesar de meia duzia ser muito melhor que seis, justamente porque é meia duzia e não seis, é como a estória do copo meio cheio ou meio vazio, mesmo sendo a mesma coisa, meio cheio é melhor que meio vazio, pois copo meio vazio exprime Pessimismo e copo meio cheio exprime Esperança. O Brasil precisa de Esperança para colorir todos os sonhos que foram roubados dos brasileiros, este povo soberano, único, inigualável e insuperável. Somos uma verdadeira Jabuticaba. PLOFT !

      Curtir

    • flm disse:

      sempre que me deparo com a vossa saudade dos militares fico me perguntando onde é que estou errando na minha pregação…
      a vossa memória seletiva com relação aos militares e o que eles fizeram pelo Brasil é igualzinha à do PT, só que com o rótulo – e só o rótulo – ideológico trocado.
      ninguém estatizou mais, ninguém realizou mais o projeto socialista na história deste país do que eles. não é atoa que a maior admiração confessada do Lula sempre foi o Geisel com suas 500 estatais e seus planos qinquenais reminiscentes dos do Lenin.
      ninguém, portanto, criou “condições objetivas” melhores para que a corrupção chegasse aos níveis que chegou no Brasil do que eles e, certamente, compõe esse cenário de dissolução, o fato deles terem, primeiro, se permitido tratar os do outro lado como os do outro lado gostariam de te-los tratado a eles se tivessem podido, e depois de algum tempo, passado a gostar disso.
      nada em nossa história, portanto, foi concretamente mais parecido com o que eles vieram “para evitar” do que o que eles acabaram fazendo, o que indica claramente que o que conta não é a intenção, mas sim o método, ao qual está inextricavelmente amarrada uma prática.
      e, vice-versa, ninguém nos afastou mais, de volta à saudavel separação entre poder político e poder econômico, do que o social democrata FHC que vs tanto execram, pela mesmíssima razão: porque a prática democrática é o que pesa e decide o que de fato acontece, muito mais que a intenção filo-socializante do disscurso.
      é por isso que eu REPUDIO O GOLPISMO, venha de qual lado vier. mas não SOMENTE por isso: o pior que ha nele é suspender a escola da história, tirar um povo do curso prático de democracia a que ele tem direito e que inclui incorrer em todos os erros dos primeiros passos carentes de prática, e manter uma população anestesiada pelo período que durar a exceção, condenando-a a voltar para traz e percorrer de novo o caminho “saltado” pelo golpe, exatamente como está acontecendo conosco discutindo apaixonadamente aqui e agora o velho tema que o resto do mundo começou a abandonar lá pelos anos 50…
      recusar-se a enxergar essa realidade, para ser leniente com vossas senhorias, é de uma falta de atenção…

      Curtir

      • Dr.Eduardo Gonsales de Ávila disse:

        A DITADURA É UMA TRISTE MEMÓRIA,
        Realmente foi um período que gostaria de não ter vivido. Foi o início de um colossal desiquilíbrio econômico maquinado por terrível e mastodôntica engrenagem que tornou simbiótico o poder econômico e o poder político. Um terrível cala boca no que o brasileiro tem na alma de mais puro: a nossa finada cultura brasileira. A instalação do medo, a perca da capacidade de se indignar, a capacidade de reivindicar, cobrar, ouvir o outro, conciliar, democratizar-se.
        Sou um arauto do Golpe, pois o quero na verdade é o anseio de romper com toda esta balburdia com o que se instalou. E a bem da verdade O Golpe quem deu foram estes ratos.
        Minha memória seletiva não acolhe FHC de boa forma, apesar de nela ele sempre ter sido um nosso líder e ter sido por nós muito admirado por sua extraordinária capacidade intelectual.e fruto da circunstância do ‘golpe branco sobre o Itamar veio aqui ser um macaquinho na loja de porcelanas finas. Quando o “REAL É MAIOR DO QUE DOLAR” ele arrebentou o Brasil, a afamada defasagem cambial, começou com a industria calçadista (coitado de Franca), esparramou pela industria textil (coitado de Americana), e esparramou-se pelos agricultores (coitado do Brasil) e de repente eramos todos “vagabundos”, inclusive os aposentados, eramos catastrofistas e surgiu a lorota que a defasagem cambial era para que os empresários equipassem-se com maquinários enquanto na verdade chorando suor e lágrimas rolaram pelas veredas dos abismos da derrocada econômica. iluminados pelos piscas-piscas dos produtos alienígenas chineses nas lojinhas de 1,99, bom mas pudemos comer frangos (na verdade merecíamos Brioches !) Bem verdade domou o Dragão da Inflação, e alçou aos ventos a Bandeira da Privatização, ai a coisa melou de vez: quem com “memória boa” não se lembra do seu braço direito, o famoso trator, o “Serjão”, minha prodigiosa memória traz a lembrança de ter lido na revista FORBES- os feitos para que as empresas fossem vendidas com ÁGIOS, quantas mirabolanças em plagas argentinas, quanta moeda podre, que fervilhamento de avidez de selvagem capitalismo devorando o Brasil, as empresas de telecomunicações, aspas”, “promovem sistemáticos e mensais micro-reajustes (observe a sutileza, MICRO-REAJUSTES) nas taxas e tarifas dos serviços, para que as empresas tornem-se competitivas e possam ir a leilões com ágio. Quem pagou a conta, e paga a conta até hoje é o povo, você ja observou o valor da conta dos celulares do mes, a minha conta é desbaseda, a culpa da minha acho que é da minha querida mulher, ela fala demais com a sogra- santo tambaqui da taquara oca. Resumindo meu caro irmão, o que restou de tudo isto, dado como banana, um setor estratégico (longe de mim não defender a privatização, hein!) mas tenho que lembrando tudo isto lembrar do famigerado Imposto do Cheque, pois só ele, já daria para muitas vezes termos quitado a Divida Externa. O homem é um Demiurgo, uma extraordinário mágico, um volumoso capital EVAPOROU. sumiu sr.Fernão, onde foi parar toda esta moedeira podre de patrimônio nacional. Uns toquinhos sei que ele deu pra comprar os compráveis para um segundo mandato, isto é outra estória, o duro que tem até hoje postura de vestal, comigo não jacaré. Lamento sr. FHC, eu fui um dos que um dia profundamente o admirou, como toda a juventude brasileira, quando eramos jovens, e com memoria boa, ah! tristes bons tempos da memória boa, mas estes eventos qualificaram o nosso FHC com posicionamentos que por decoro não atrevo expressar, mas que a história saberá julgar. Curto e grosso diria simplesmente foi um LESA-PATRIA e que Deus o Proteja.

        Curtir

      • Dr.Eduardo Gonsales de Ávila disse:

        Curtir

      • Dr.Eduardo Gonsales de Ávila disse:

        Curtir

      • Dr.Eduardo Gonsales de Ávila disse:

        Bau do Passado – Fortificante da Memoria http://www1.folha.uol.com.br/fsp/1996/7/07/dinheiro/10.html

        Curtir

      • Dr.Eduardo Gonsales de Ávila disse:

        Curtir

  • Eduardo, pois é.
    O vice é ele. Quem sabe fora da influência petista ele se comporte, mesmo pelo passado sombrio sobre o qual boas línguas diziam que o Porto de Santos era “capitania” dele, e um ex-diretor depois ministro da agricultura da “quota” pessoal dele , Wagner Rossi ,foi defenestrado pela Dilma, creio que por excesso de seriedade. rsrsrsrsrsrs

    Curtir

  • Fernão não discordo,
    ã” é atoa que a maior admiração confessada do Lula sempre foi o Geisel com suas 500 estatais e seus planos qinquenais reminiscentes dos do Lenin.

    Discordo
    vice-versa, ninguém nos afastou mais, de volta à saudavel separação entre poder político e poder econômico, do que o social democrata FHC que vs tanto execram, pela mesmíssima razão: porque a prática democrática é o que pesa e decide o que de fato acontece, muito mais que a intenção filo-socializante do disscurso.
    é por isso que eu REPUDIO O GOLPISMO, venha de qual lado vier.

    Eu execro por que foi de lavra dele a s indenizações a desocupados á título de lutarem contra a ditadura, copiand o o Chile onde ele e o Serra passearam e tomavam Macul, Foi ele também quem deu a apartida aos MST que culminou com invasão na fazenda dele e do Serjão, aquele das telecomunicações. Lembra da frase ” estou chegando no limite da responsabilidade”!!!

    Também repudio golpismo, mas renúncia e ou impedimento fazem parte da democracia. Quando o Collor foi mandado pra casa, o Itamar tão esquecido promoveu a maior revolução econômica que deu certo em nossa história que foi a do o Plano REAL. É dele, o presidente e não de FHC que usurpou a criação,gostem ou não gostem.

    Pra dizer o que sinto e acompanho essa gente há décadas, aliás desde a fundação, o que diferia o PSDB do PT era o grau de esquerdismo, o primeiro menor e mais refinado e o segundo a escória como mostraram..

    Nunca me iludi com a octarietéride ferandina, tanto que acabou com ele dando espaço ao PT, também pela vaidade pessoal do Serra o menos crível dentro do próprio partido.

    Sou testemunha! Acompanhei muitas ocorrências partidárias. Graças ao Covas, Richa, Mamana e outros fundadores do partido, infelizmente falecidos.

    Curtir

  • Eduardo,e quem se interessar.

    Não deixem de ver sobre o petróleo e os EUA.

    Me faz lembrar na crise de 2008 quando muitos diziam que os EUA quebrariam ao mesmo tempo em que as economias-Banco Centrais- de grande parte do mundo, aplicavam suas reserva comprando títulos do governo norte-americano. a juros propriamente negativos diante da inflação. valia tão só a segurança do principal. Enquanto esperamos a marolinha.

    http://www.bloomberg.com/graphics/2014-america-shakes-off-oil-addiction/??ftcamp=crm/email/_DATEYEARFULLNUM___DATEMONTHNUM___DATEDAYNUM__/nbe/FirstFTEurope/product

    Curtir

  • Eduardo, parabéns. Falou, disse e ainda foi generoso.

    Muitos pela idade não participaram daqueles momentos de FHC. Eu até acreditei no 1o mandato e aos poucos aconteceu o que vc resumidamente escreveu. Entre tantas descritas, o real valer mais que o dolar, é macunaima pura.Lembrando o Delfim, hoje meio…sei lá se não é fruto da idade, de que tínhamos que tomar cuidado com o ” Napoleão da Barra ( da Tijuca)”, o Presidente do BACEN Gustavo Franco.

    Em suma a Constituição é clara. Sou também arauto de medidas extremadas se esse governo continuar destruindo o país, como se não bastasse a amoralidade tem a gestão ineficiente sobre a qual pode-se até questionar mas a corrupção e de forma sistemática não. É absoluta e importa na segurança nacional.

    ” As Forças Armadas, constituídas pela Marinha, pelo Exército e pela Aeronáutica, são instituições nacionais permanentes e regulares, organizadas com base na hierarquia e na disciplina, sob a autoridade suprema do Presidente da República, e destinam-se à defesa da Pátria, à garantia dos poderes constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da ordem.”

    Não adianta filosofar sobre golpismo que já não existe no sentido de violência-creio eu- até porque não ocorreu em nossa história contemporânea. Em 1964 bastaram os tanques nas ruas e acabou a farra e não tivesse morrido o Castelo Branco, os militares teriam devolvido o poder aos civis mais cedo.

    E tudo começou graças a um discurso na Central do Brasil, com Jango e cia, incluído, se não me engano, do Serra presidente da UNE.

    Jules Michelet ” homem muda sua alma conforme sua situação material” (in Rumo a Estação Finlândia) sobre a evolução do socialismo e das pessoas.

    Alimentar o discurso sobre golpismo leva-me a ” Só ha uma coisa mais penosa que aprender com a experiência, é não aprender com a experiência” (Peter Principle)

    Curtir

    • Dr.Eduardo Gonsales de Ávila disse:

      Para refrescar a memória, temos que infelizmente colocar a merda no ventilador.Confesso que fico deprimido, pois se analisarmos somos uma geração perdida. Cobucci, nós já eramos, o Brasil foi para o ralo e não há quem o salve. O negócio é esperar a morte chegar, fechar a boca e ficar em Paz Profunda. Cro-maat !

      Curtir

  • Eduardo,
    É triste mas é a verdade. Eu não tenho esperança. Já vi tanta coisa que dificilmente acredito e quanto mais leio, me informo e estudo pior fica. Acabei de receber a Conjuntura Econômica (FGV-IBRE) de novembro.

    É uma revista séria apartidária, escrita por pessoas que conhecem e não se importam com quer que seja em considerar-se ofendido e em ocultar a verdade. Os dois primeiros artigos ” O grande desafio fiscal no segundo mandato” do Luiz Guilherme Shymura e o do Samuel Pessoa voltado a não esperar grandes mudanças na economia, mostram ambos o que nos espera. E, em se tratando de números, não há dialética convincente.

    Não satisfeito eu, otimista em decadência, ainda considero da sociedade que só muda pra pior, haja visto nas eleições, quando um boçal ex-presidente mente dizendo que a oposição acabará com a bolsa vagabundagem, e os nordestinos aquinhoados votam em massa como bem demonstra o quadro eleitoral, destacando claramente de dois Brasis, um da responsabilidade e outro do comodismo.

    Isso muda? Nunca, jamais, começando que a bolsa “pobreza, família” ou sei lá o nome, só mostra de eficiência quando diminui o números de atendidos e não do aumento como ocorre. Isso é politicagem titulada social a manter o poder e continuará com o crescimento demográfico mesmo se vegetativo dessa região, onde a geração de filhos é função do maior recebimento de valores.

    Não temos legislativo como poder e o judiciário STF não é crível, e não podemos nem reclamar pro Papa que é argentino.

    Curtir

  • Será que confessam? São psicopatas e vc conhece melhor que todos. Eles estabelecem as verdades e os valores e agem em função desses “princípios”.
    Pra essa gente roubar é como o assassino que acha que tem o direito de fazer a “sua” justiça ou de ter o que “necessita”, e pouco se importa, considerando-se juiz de si mesmo.
    O PT é assim, disfarçado pela hipocrisia de seus membros em todos os níveis.
    Nunca acreditei na esquerda brasilis, todavia o Luiz Carlos Prestes creio ter sido o único coerente nos pensamentos, ações e na própria vida vivida de acordo com seus princípios.
    Os atuais são um bando de oportunistas que usam do suposto “socialismo” contrários a iniciativa privada e favoráveis a estatização à poderem privatizar as roubalheiras aos seus interesses pessoais.
    E não é só no PT, no PSDB também tinha, frise-se, até melhorarem de vida e como melhoraram!, de simples zé mané para Paris e ainda propagando do gosto, frequentes na mídia mundana,-tudo que criticavam- acreditando que dessa forma a sociedade se confunde e entende como normal.
    Eduardo. A nossa sociedade é bem representada pelo Congresso, a amostragem da própria.
    A senhora Ruth Maddof, mulher daquele em cana por 150 anos por ter fraudado clientes, ao marcar hora no cabeleireiro que a atendia há anos, foi solicitada a não frequentar mais o local ” a não constranger as clientes”.
    O pai Bernard, ora na prisão, não deixaram sair nem para o enterro dos 2 filhos, o mais velho suicidou-se e o segundo falecido recentemente vítima de cancer.
    De lá, na Carolina do Norte, só sai depois de cumprir a pena ou se morrer cumprindo, e fim.
    Aqui os petralhas ladrões passam natal com os entes queridos!!! O Brasil é uma piada.
    Por aqui, quando a dona da Daslu foi presa por fraude fiscal, o ACM fez discurso no Senado defendendo a fraudadora tal qual uma vítima da PF! Pior, eu recebi e mail a colocar meu nome em lista em solidariedade ao que a falecida empresaria estava suportanto!!!!!
    Essa é mais uma amostragem da nossa sociedade que enriqueceu em muitos e conhecidos casos como estamos vendo na Petrobrás ou em outras, mas o que não tem e nem se preocupam é decência e valores.
    Não sei se é falta de história e ou a miscigenação com índios e negros. mas que tem algo errado tem.

    Curtir

  • Eduardo,
    Nada melhor à um domingo chuvoso do que além de uns drinks a mente fica mais alerta mesmo se mais confusa.

    Sem prejuízo das informações mórbidas e reflexões idem, à que sou atraído tal qual masoquista econômico, tem o lado positivo que me levou ao caso, há 3 meses, sugerir à um consultado tirar da carteira o papel e que hoje ele recompraria com 50% do apurado.

    Veja a situação da Petrobrás:
    ” A empresa mais endividada do mundo tem cerca de 80% de sua dívida de R$ 331 bilhões atrelada à moeda americana. Nos últimos seis meses, o dólar subiu 40% e, só por conta dessa oscilação, a empresa ganhou R$ 50 bilhões a mais em dívida, se levada em conta as últimas informações de balanço disponíveis”,

    O qual, frise-se, não foi publicado, como prometido, o do 3 T, no dia 12, mesmo sem o parecer da auditora Price, diante dos efeitos contábeis da roubalheira contínua ocorrida que nem eles petistas e Gracistas sabem de quanto foi. Pensando bem, o balanço sem ser auditado só os petistas acreditariam.

    Enquanto o número de processos nos EUA aumentam, o petróleo cai mais um pouco, o prejuízo aumenta, os investimentos ficam comprometidos e o etanol fica cada dia em pior situação, e não será com a volta do CIDE que irá resolver o problema das endividadas usinas.

    E a arca Dilmista com a chegada das chuvas cada dia afunda mais.

    Curtir

  • Dr.Eduardo Gonsales de Ávila disse:

    Enquanto isto elevo-me mais em direção ao céu, domingo em São José do Rio Preto, recebendo insígnias maçônicas-rosacruzes na Tradicional Ordem Martinista. Viva o Filósofo Desconhecido Louis Claude de Saint Martin
    http://www.pt.wikipedia.org/wiki/Louis_Claude_de_Saint-Martin

    Curtir

  • Parabéns,
    Não conheço a obra dele, embora saiba de quem se trata, ícone da Rosa Cruz.

    Curtir

  • José Luiz de Sanctis disse:

    Talvez por não vislumbrar uma saída a curto prazo o desespero indique a possibilidade prevista do Art. 142 (intervenção). O problema é se resolverem ficar ao invés de convocar uma nova eleição. Quanto ao FHC foi o menos pior que tivemos mas agiu a ainda age como um Kerenski. Segurou as barras do PT em 2005 quando estourou o mensalão “para não abalar as instituições” e está segurando agora novamente. Só é incisivo em promover o desarmamento civil (que beneficia somente criminosos e tiranos) e defender a liberação das drogas. Esse é o “melhor” que tivemos.

    Curtir

    • José Luiz
      FHC foi o que melhor se vendeu na mídia. Teve um bom primeiro governos graças ao Itamar e o plano Real. Depois se perdeu porque não gosta de trabalhar.

      A bandeira presidencial hasteada quando o presidente chega no planalto,ao palácio, a dele nuca antes das 11-11,30 e olhe lá. Foi o 10 presidente que escolheu uma chefa ou chefe pra cozinhar pra ele! rsrsrsrsrs

      Nas pequenas coisas vc conhece de quem se trata.

      Sociólogo ociólogo foi quem deu enfase aos movimentos sociais esquerdistas , tinha uma pe$$oa de confiança o $erjão, e no final comprou um apto na Rua Rio de janeiro em Higienópolis em condições vergonhosas à uma ex-autoridade de um banqueiro,

      É contra as armas ao cidadão decente e a favor da maconha.

      E virou guru da democracia!!

      Vá namorar e nos deixe em paz. Ele arrumou e como a vida, assim como a dos próximo$.

      Curtir

  • Dr.Eduardo Gonsales de Ávila disse:

    Cobucci
    O nobre FHC foi pau mandado do Consenso de Washington. Fez direitinho o homework
    http://www.pt.wikipedia.org/wiki/Consenso_de_Washington

    Curtir

  • É, tem razão e adicione o fato de que vindo tudo pronto FHC não precisava trabalhar.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Inquietações… no VESPEIRO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: