O filho da criatura

6 de setembro de 2016 § 6 Comentários

fr1

Raymundo Costa, que escreve no Valor e tem fontes seguras dentro do PT, dá em sua coluna de hoje – “O entulho do impeachment” – informações precisas que confirmam o que venho dizendo aos leitores do Vespeiro e do Estadão: a ninguém interessava mais que ao próprio PT o impeachment de Dilma porque jogar no colo da “oposição” o abacaxi que ele plantou é o unico modo do partido garantir a própria sobrevivência.

Ele apurou que a ala majoritária do PT, comandada por Lula e que já queria te-la tirado do caminho desde antes da reeleição de 2014, não participou da conspiração que acabou levando os patriotas Renan Calheiros e Ricardo Lewandowski a dar uma sobrevida a Dilma para livrar a cara, de uma só tacada, de todos os estupradores do povo brasileiro juntos.

A armação correu exclusivamente por conta da facção Mensagem ao Partido, “a maior de todas as alas minoritárias do PT”. São próceres desse grupo José Eduardo Cardoso, Tarso Genro, e os deputados Paulo Teixeira (SP) e Henrique Fontana (RS), responsáveis por terem “feito a cabeça de Dilma” em 2013 para não ceder a candidatura presidencial a Lula, convencendo-a de que o sucesso que herdara decorria dos seus próprios méritos.

fr3

Tudo que Lula queria era que fosse “construida a narrativa do golpe” a partir da qual ele se lançaria em 2018 por cima dos escombros que esperam colher do governo Temer. Estava adorando a marcha do impeachment e tinha oferecido a Dilma nada mais que a presidência da Fundação Perseu Abramo.

Ou seja, nem para o PT velho de guerra ocorreu uma manobra com a quantidade de peçonha da “meia sola” de Renan e Lewandowski e Lula teria sido contra entrar nela. Mas a “presidenta honesta” e seu fiel escudeiro nem pestanejaram. Jogaram o Brasil moribundo na cova das serpentes do banditismo político pra ver se sobra alguma coisa pra eles.

A criatura, portanto, defrontou-se com “o pai” e “matou-o” pela segunda vez. Mas sabe que não se elege nem pra síndica desse prédio de Ipanema de R$ 5 mil que achou pra morar. Agora vem vindo das profundezas o “filho” da criatura…

fr3

* Lula e Jose Eduardo Cardoso não se bicam desde os tempos em que este chefiou a Comissão Especial de Investigação interna  que apontou as culpas dele e de Paulo Okamoto no Escândalo da Cepem, as primeiras roubalheiras do PT em prefeituras denunciadas por Paulo de Tarso Venceslau ao Jornal da Tarde em 1993, quando o partido ainda era “virgem”. 

Marcado:, , , , , , , , ,

§ 6 Respostas para O filho da criatura

  • Fernando Lencioni disse:

    Fernão, que Deus me perdoe do eu vou dizer, mas a loucura estoica assasina dos anglo-saxãos nos faz falta. Queria que fôssemos bárbaros como eles nesses momentos em que parece que o anarquismo solitário e justiceiro parece ser a única solução plausível num estado dominado pelo mau caratismo descarado e atrevido que faz pouco caso da moral e da justiça em seu sentido próprio, jogando no lixo todos os bons valores entesourados pela sociedade que quer que seus filhos abracem uma vida sem mentiras e desonras. Sinto uma vontade imensa de chorar quando penso na vida dos meus filhos e netos nesse país no qual me sinto impotente para mudar para um no qual o mérito e o trabalho sejam fatores primordiais para o sucesso em lugar da malícia e da esperteza mundana e baixa. Que Deus nos proteja disso tudo, pois embora não goste de envolver fé com as coisas desse mundo me sinto tão fraco diante de tanta iniquidade que parece só me restar apelar à metafísica. Pobres do brasileiros de boa fé.

    Curtir

  • Fernando Lencioni disse:

    Desculpe pelo desabafo!

    Curtir

  • Fernando Lencioni disse:

    “assassina” desculpe, mas escrevi do iPhone

    Curtir

  • Duvido que o PT (ou uma de suas alas) quisesse o impeachment de Dilma. Eles querem o poder para sempre. São constituídos desta matéria plástica que se adapta a qualquer conjuntura de ligações políticas para permanecerem no comando, desfrutando as benesses da autoridade com toda a entourage dos privilégios. Ocorre que todos eles são economicidas e não poderiam acabar de outra forma sem o aval militante das forças armadas, demasiadamente escaldadas e vitimadas para uma aventura chavista. Agora só resta a liturgia da luta política subsidiada por movimentos populares pagos com a presença assinada nas ruas em troca de promessas de casas populares e quetais. Não se trata de achar que o PT seja um partido fora do jogo político. Para quem fez um trabalho intenso e generoso de congregação da corrupção no país, certamente sempre vai sobrar um caudaloso contingente eleitoral para um retorno messiânico erguendo-se das cinzas da incompetência (ou temor) de seus adversários de levar às barras da lei o que eles fizeram com o país. O futuro do PT depende também da complacência da oposição.

    Curtir

  • José Silverio Vasconcelos Miranda disse:

    E pensar que Lula achava que ele era a jararaca. Criou outras piores, ao passo que ele está que nem cobra de museu. Inofensivo e conservado no álcool.

    Curtir

  • Ronaldo Sheldon disse:

    Agora o Avaast esta promovendo campanha para eleicoes ja! Pode?
    Concordo com seu dignostico, a Dilma eh um estorvo em qualquer situacao. Saindo, a conta dos reparos fica para o PMDB e coligados e o Lula volta a fazer o que melhor faz: oposicao! Se nao for preso, emplaca em 2018.
    Obs. este teclado eh americano e nao tem acentos e outros recursos e, se tem, nao sei utilizar.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento O filho da criatura no VESPEIRO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: