Agora à mão armada

18 de março de 2016 § 15 Comentários

inc1

Artigo para O Estado de S. Paulo de 18/3/2016

A anexação do governo Dilma à coleção de propriedades privadas por interpostos “amigos” do senhor Luis Inácio da Silva, com a redução da presidente eleita à condição de uma OAS da vida que se limita a assinar os cheques emitidos por ele, na sequência da maior manifestação da história deste país de repúdio à “quadrilha organizada para destruir com a arma da corrupção os fundamentos da democracia, da Republica e do estado de direito” é só o ato de ocupação formal de um território previamente conquistado.

O lance decisivo que animou o PT a tanto deu-se em 18 de dezembro de 2015. Enquanto o país se distraia com o fantasma de Eduardo Cunha que os golpistas agitavam à sua frente, o Supremo Tribunal Federal, para reinstalar Leonardo Picciani, o rei da Olimpíada, na “barreira” à frente do gol do impeachment que Renan, o rei da Transpetro, fora contratado para defender, de onde tinha sido removido pelo voto dos representantes dos 204 milhões de brasileiros, instituiu uma inédita “democracia representativa criativa” à imagem e semelhança da contabilidade idem das contas públicas de Dilma Rousseff.

inc3

Na sequência a corte emitiu uma série de liminares “legalizando” renuncias e posses de suplentes encadeadas, além de reconversões de ministros em deputados e vice-versa, de modo a fabricar uma “maioria venezuelana” que sacramentasse no voto a recondução “no tapetão” de Leonardo Picciani.

Nesta fatídica 4a feira, 16, enquanto Dilma Rousseff combinava ao telefone com Luis Inácio o envio de emissário com o Termo de Posse ainda não havida e a redação do Diario Oficial esperava, com o dedo na ignição, para rodar a sua desprevenida e bem intencionada “edição extra” com “notícias” escritas dias antes de acontecerem, reunia-se mais uma vez a severa corte que só aceita promotores-ministros com prazo vencido para reconfirmar, com a maioria de seus ministros exibindo ar de enfado diante dos argumentos dos que insistiam em relacionar premissas com conclusões e causas com efeitos, que não importa quem esteja abaixo ou acima da corrente, os lobos decidirão sempre pelos cordeiros. Não valem maiorias nem de 2/3, para casa contra casa do Legislativo, nem absolutas dentro de cada uma, só vale o que disserem que vale os “líderes” da nova “democracia criativa” o que reduz, como notou o ministro Tóffoli, “a 28 indivíduos, na realidade até menos”, os cidadãos credenciados para decidir em nome de nós, os 204 milhões, quem tem ou não tem o direito de se lixar para o nosso consentimento nesse novo contrato social de araque.

inc3

O que a sequência que culmina com a substituição da “presidenta” pelo “amigo da presidenta” resulta de bom para o esquema do PT e seus sócios réus ou ivestigados pela Lavajato é muito claro. Conforme antecipado tantas vezes pelo próprio Luis Inácio em suas perorações ao Foro de São Paulo, o Brasil já desfruta, para esse efeito, de tanto “excesso de democracia” quanto a Venezuela onde, diante da perda da maioria nas urnas pela ditadura de Nicolas Maduro a mais alta corte do país, onde 13 dos 32 magistrados tinham sido substituidos pelo governo, impugnou eleitos bastantes para desfazer o que o voto popular tinha feito.

O que desta segunda reeleição sem votos de Luis Inácio resulta de bom para o Brasil já é bem mais difícil de discernir. Ele e o PT advogam “uma guinada radical na política econômica” … de volta para o lugar de onde, por obra e graça deles próprios, ela nunca foi autorizada a se deslocar um milímetro que fosse. É exatamente por isso, aliás, mais que por qualquer outra razão objetiva presente ha um ano e dois meses, que o país permaneceu paralisado desde que a “presidenta” reeleita pela mentira passou a encarar a verdade com Joaquim Levy, heresia que custou a ambos ir parar na geladeira junto com o resto da economia nacional.

inc3

Falar a esta altura em banir do horizonte qualquer reforma da Previdência e lançar mão das reservas para distribuir dinheiro aos governadores, relançar obras do PAC a cargo das empreiteiras da Lavajato e distribuir carinhos ao eleitorado até 2018 seria nada menos que a senha para o “salve-se quem puder” que, para além dos outros aspectos sintetizados na onipresença dos “Pixulecos”, é o que explica a monumentalidade da histórica manifestação de 13 de março: o Brasil inteiro está à beira do pânico econômico lutando desesperadamente para livrar-se dessa bomba de neutrons cujas ondas de choque, avançando cada vez mais rápido em todas as direções, está desfazendo a obra pregressa e matando o futuro de toda uma geração.

O problema fabricado pelo PT segue sendo o mesmo que Joaquim Levy fez ver em toda sua assustadora minucia matemática a Dilma e equipe, qual seja, que esse estado de bocarra pantagruélica mas sem nem o mais mínimo orifício de saída, abarrotado de “companheiros” e apaniguados dos pistoleiros da governabilidade, sobrecarregado de propinas eleitoreiras distribuídas às massas que se “petrificam” instantaneamente assim que criadas como manda a Constituição de 88, por cima de uma já vasta montanha de entulho populista, estourou todos os limites da capacidade da nação de sustentá-lo mas nem por isso dá o menor sinal de “se tocar”: continua empregando, dando aumentos nos salários que já não consegue pagar, especialmente nos da camada politicamente apaniguada derramada por cima do funcionalismo que trabalha, distribuindo benesses e se deixando roubar como nunca antes na história deste país.

inc3

A resposta que se impõe continua sendo a que Joaquim Levy foi impedido de executar: tirar do caminho os podres poderes que dele se apropriaram e reduzir cirurgica e drasticamente o tamanho do estado o que vale dizer reduzir drasticamente o tamanho do PT, coisa que Luis Inácio e seus sequazes passaram um ano dizendo ao país que só por cima dos seus cadáveres.

Domingo o Brasil deu “ok” para essa parte. Desde então o assalto que prosseguia só na base da intimidação passou a ser à mão armada.

inc3

Marcado:, , , ,

§ 15 Respostas para Agora à mão armada

  • Apesar do texto estar num linguajar de economês mais complicado do que o advogatês, o fato mais preocupante me parece ser o “silêncio das Forças Armadas”, que em 64 saíram em campo por muito menos.
    Também estão “sedadas” e contidas nos quartéis, com seus generais mantidos em mesas fartas de vinhos importados?
    arioba.

    Curtir

  • Gustavo Aguiar Rocha da Silva disse:

    Meu único reparo ao texto é o uso da expressão “podres poderes”, vez que Caetano Veloso nunca foi referência intelectual para mim, muito antes pelo contrário e sobretudo.

    Curtir

  • flm disse:

    pro meu gosto, ariovaldo, graças a deus!
    amadurecemos, finalmente.
    esse negócio de militar se meter em política dá no que estamos vendo: 21 anos de desaprendizado e a gente aqui pagando mico padrão século 20 com tantos anos de atraso…

    Curtir

    • flm disse:

      a hora é de serenar os ânimos.
      as cartas estão na mesa. agora é fazer o processo andar estritamente dentro da regra ou isso degenera.
      é bom lembrar sempre: a coisa mais fácil do mundo é abrir as portas do inferno; a mais difícil, recolher os demônios todos e tranca-los de novo lá embaixo.

      Curtir

      • Carmen Leibovici disse:

        Nada como recolher os demônios todos e tranca-los de novo lá embaixo depois de conhecê-los.Assim eles não assustam mais e permanecerão trancafiados e não ousarão mais por o nariz para fora do calabouço.

        Curtir

  • A classe política não vai fazer nada. Como sempre. Os militares, os que seriam capazes de assumir o governo e enterrar o Foro de São Paulo e o PT, já estão na reserva. E se algum da ativa abrir a boca, também vai vestir pijama.
    Resta quem então ? Restam os empresários fora da Corte, aqueles que não se locupletam com as benesses do poder. Aqueles que trabalham e produzem e em número são a maioria, embora não o sejam em faturamento. Esses, estão todos com a corda no pescoço, todos endividados em banco. Para eles, a canalha oferecer mais crédito é gozação. Se não podem nem pagar o que já devem, vão tomar mais dinheiro para quebrar de vez ?
    São esses empresários que tem que ser chacoalhados da sua inércia. Precisam ser conscientizados que o futuro está em eles, hoje, protestar e parar o país, cruzar os braços.
    Aí sim os militares poderão entrar em cena, para garantir a ordem, pois a canalha instalada no poder vai partir para cima deles com tudo, principalmente através dos fiscais, que para intimidá-los, acharão até elefante em toca de rato.
    Para esses empresários só há duas opções: cruzar os braços e parar o país, ou, parar o país cruzando os braços. Falidos já estão.

    http://capitalismo-social.blogspot.com.br/2016/02/69-fips-fundo-de-investimento-e_2.html

    Curtir

  • Carmen Leibovici disse:

    Ás vezes,no impulso,sem pensar,dá sim vontade de chamar o exército.Mas eu estou de acordo que essa não é a solução.A solução mesmo é expurgar o mal,através da incessante e minuciosa observação dos acontecimentos ,para a qual a imprensa é tudo-é nosso instrumento absolutamente fundamental,e,a seguir ,batalhar por instrumentos que consertem o sistema ,de modo que ele deixe de ser vulnerável a usurpadores de Estado que o usam para benefício próprio em detrimento de todos ,como tem isso.
    Nessa batalha deverá estar incluído o sistema de voto distrital com recall,mas não é tudo.Parece que tem muita coisa para ser retificada na Constituição para que a máquina funcione como deve em benefício de todos e para o desenvolvimento.
    O pior mal que aconteceu com o advento Lula é que ele estuprou o País.Não existe termo melhor para definir o caráter e o modus operandi dessa pessoa maligna,e isso deixa marcas profundas.Ele é um desvirtuado que conseguiu desvirtuar parte do Brasil.A moralidade precisa ser resgatada e isso não será tarefa fácil porque esse homem que não presta gravou a ferro e fogo isso na alma de alguns.Isso é traumatizante.Espero que passe logo.

    Curtir

    • Carmen Leibovici disse:

      …e isso não será tarefa fácil porque esse homem que não presta gravou a ferro e fogo A IMORALIDADE na alma de alguns.Isso é traumatizante.Espero que passe logo….

      Curtir

      • Carmen Leibovici disse:

        Entre tantas gravações chocantes,cito uma.Lula falava com um homem humilde e respeitoso que é o seu caseiro Maradona(o que dava para se constatar rapidamente pelas poucas palavras que usou para responder ao patrão),e de repente,Lula diz:”faz isso porque eu vou chegar tarde pra caralho!!”.Esse porco que foi presidente da república choca!!!Ele degrada tudo e todos.
        A melhor coisa que poderia ter acontecido para os brasileiros foi a divulgação das conversas de lula.É um porco!

        Curtir

  • Carmen Leibovici disse:

    Eu estou tentando encontrar o vídeo mas não consegui.
    Tem outra gravação entre lula e Jaques Wagner,um dia antes da posse dele,dizendo ele ao Wagner que iria tomar um café BEM GOSTOSO com Dilma e para que ficassem a sós por meia hora e ai “a tropa “poderia entrar na sala que ele pedia para Wagner reservar.
    Depreende-se daí que Lula “convence” Dilma e que Dilma “é convencida” no que se refere à entrega de ministérios em bases ,vamos dizer,mais carnais do que patrióticas.
    Lula e Dilma são….melhor não dizer mais nada.

    Curtir

  • Carmen Leibovici disse:

    Curtir

  • Fernão
    Tá dito e “dizido”. Perfeito, parabéns

    Curtir

  • Varlice Ramos disse:

    Nome de Lula consta no Diário Oficial do dia de hoje, 23/03/16.

    http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=2&data=21%2F03%2F2016

    Curtir

  • carmen leibovici disse:

    ola fernão,fiquei preocupada com uma opinião do estadão de hoje a respeito de Obama em havana.
    a opinião parte de premissa errada-salvo engano- e a nomeia de “fato”,o que pode levar o leitor a grave engano.se eu estiver enganada,por favor elucide.

    a opinião cita como fato positivo que 20 por cento da força de trabalho-1 milhao de cubanos-ja foi levada para o setor privado, a partir da iniciativa do governo americano sob obama e vê isso como “fato”promissor.
    acontece que,pelo que li-acho que no estadao mesmo-,esses trabalhadores continuam escravos do estado ,uma vez que essas empresas privadas pagam para o estado os salarios ,que repassa valores muito menores para o trabalhador cubano,que recebe em media 20 dolares por mês.

    na verdade,o que obama está incentivando é uma ditadura a la chinesa e/ou uma que parecia começar a germinar até por aqui:poucos riquissimos amigos do governo e muitos pobres dependentes .zero de iniciativa privada.

    eu,particularmente,sou critica de obama e não gosto da politica dele ,que acho hipócrita e perigosa ,por isso quis esclarecer esse ponto de modo que,se possivel, pelo menos algumas pessoas não formem ideias que não correspondem a verdade e que levam a consequencias ruins qdo tais ideias tomam corpo.

    Curtir

  • Curiosamente o PT só comenta a forma absolutamente legal da obtenção das ligações e propositadamente ignora o conteúdo. Hipocrisia dos desesperados.
    O fim está chegando. Não é luz, é um trem no fim do túnel em direção do Planalto

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Agora à mão armada no VESPEIRO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: