PT não espera educação de suas próprias escolas

21 de março de 2012 § 2 Comentários

Aloísio Mercadante que, segundo suas próprias palavras, “está ministro da Educação”, deu entrevista ao Valor na semana passada publicada segunda-feira em uma página inteira do jornal, que resume bem o dilema brasileiro.

Por essa entrevista ficamos sabendo que o PT entende perfeitamente o potencial revolucionário das reformas iniciadas pelo governo Fernando Henrique Cardoso na área da educação e é capaz de identificar com precisão o ponto nevrálgico dessa revolução que é a introdução da meritocracia no ensino público.

O ministro do PT saúda explicitamente “o grande programa do Bolsa Família com exigência de manter as crianças na escola“, obrigação que, recorde-se, Lula dispensou, e o caráter “estratégico do Enem” que, pela primeira vez, deu ao Estado uma ferramenta para lhe permitir “escolher os melhores para o Ciência Sem Fronteiras (bolsas para alunos brasileiros em universidades estrangeiras), para o ProUni e para as melhores universidades“.

Com o Enem (que o PT sabotou até onde pode quando era oposição) a chance passou a ser igual, do filho do reitor ao filho da faxineira“, admitia o ministro “estante” ao Valor. “O Enem é necessário a um sistema republicano e democrático de meritocracia do estudante“.

O problema que subsiste, porém, é que Mercadante e o resto do PT não admitem a sujeição das suas clientelas, da qual o professorado é um segmento fundamental e dos mais organizados, a esse mesmo critério de mérito sem o qual, ele reconhece, “um sistema republicano e democrático” não se pode estabelecer e nem a qualidade da educação pública ser melhorada.

Para o professorado a receita do PT continua sendo a mesma que levou a educação brasileira para o buraco em que se encontra: reajustes automáticos de salário inteiramente desligados da exigência de desempenho.

Para os governadores que respondem aos decretos do PT sobre os salários com a queixa de que “ou aumentam os professores, ou cumprem a Lei de Responsabilidade Fiscal, as duas coisas ao mesmo tempo é impossível“, Mercadante tem a resposta perfeita. “Em alguns estados mais da metade da folha de pagamentos é de aposentados e pensionistas. Então o problema não é o piso dos professores mas a equação geral da remuneração e a relação dos aposentados e pensionistas. Ou seja, de reformas que não foram feitas“.

E, de fato, quem já cobra mais de 1/3 de tudo que o país produz em impostos pode alegar qualquer coisa menos falta de dinheiro para se desculpar pela qualidade pífia da educação pública que oferece em troca. O que falta não é dinheiro, é a definição de prioridades e a do PT tem sido comprar eleições de preferência a comprar uma educação de primeira, como se pode deduzir do fato eloquente do ministro que discursa sobre os benefícios “republicanos” da meritocracia continuar tratando o professorado como uma categoria a ser subornada por aumentos automáticos de salário sem nenhuma exigência de contrapartida em desempenho.

Enquanto continuar tendo os seus esforços para tratar o dinheiro da educação pública como sua propriedade particular recompensados por decisões como essa, o que o professorado brasileiro continuará entregando é o que entrega hoje: doutrinação e descaso nas salas de aula; arrogância e greves para os trabalhadores e pais de alunos que lhes pagam os salários.

E tanto o PT sabe que essa é a consequência inescapável de seguir permitindo a instrumentalização corporativa da educação pública que, no que tange a qualidade de ensino, a única política que ele consegue esboçar é a de exportar alunos para bem longe das escolas que ele próprio gerencia e matricula-los nas de países cujos governos exigem desempenho de seus funcionários e põem os professores a serviço da educação.

Marcado:, , , , , , , , , , , , , , ,

§ 2 Respostas para PT não espera educação de suas próprias escolas

  • Varlice disse:

    Continuemos o seu texto e lembremos que os alunos exportados ao voltar para seu país de origem não conseguem ter seus diplomas reconhecidos pelo governo que os enviou a estudar lá fora!
    Outro ponto: sabem das deficiências, sabem dos nós, sabem onde e como tratar a educação das crianças brasileiras com o respeito que lhes é devido, mas não o fazem, Por quê? Porque é atirar no próprio pé. A ignorância do povo é a matéria prima da massa de manobra de qualquer poderoso que se pretende perpétuo no cargo.

    Curtir

  • flm disse:

    e vou te dizer, varlice: nao é mesmo simples desmanchar as feitiçarias desses aprendizes. nem eles próprios conseguem, mesmo quando sentem a responsabilidade chamar e realmente gostariam de consegui-lo.
    quando se cria uma clientela por razoes eleitorais, de duas uma: ou os que vão mamar são muitos (votos) ou são ou vão ficar muito ricos (dinheiro para comprar votos). ou seja, eles ficam de fato poderosos e ganham meios próprios de perpetuar a teta concedida e fazê-la se desdobrar em tetas novas.
    na política, então, a institucionalização de tais métodos cria um filtro negativo pelo qual só o lixo da sociedade passa. qualquer coisa mais limpinha que tente entrar, é barrada e expelida como uma ameaça para o padrão de sujeira vigente.
    assim, a cada eleição, os podres ocupam mais espaço, o que puxa mais podres na próxima rodada.
    a contaminação é geométrica, cabendo à parte sã da sociedade ou conformar-se em viver na marginalidade, ou emigrar, ou deixar-se apodrecer também.
    aí a coisa vai para a metástese. e como prova a argentina, que ha 80 anos afunda sempre mais, não ha limite para a decadência política e moral de um povo.
    a coisa sempre pode ficar pior.
    por isso é que eu digo que esse “liberou geral” do lula está criando uma praga de que nós vamos levar 200 anos para nos livrar.
    esses caras são muito mais perniciosos do que os mais mal intencionados entre eles acham que são.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento PT não espera educação de suas próprias escolas no VESPEIRO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: