Prendam a polícia! Soltem os ladrões!

30 de julho de 2020 § 23 Comentários


A canalha está de rabo em pé!

Há uma guerra de chantagistas por não sei quantos terabytes de podres de 35 mil pessoas, todos os candidatos a tudo entre elas.

E viva a democracia! E viva o “estado democrático de direito”!

Quando parar de vomitar vou passar um tempo na Bolívia para respirar um pouco de institucionalidade e decoro de figuras públicas.

 

Marcado:, , ,

§ 23 Respostas para Prendam a polícia! Soltem os ladrões!

  • rubirodrigues disse:

    Você não imagina o “prestígio” dele na instituição.

    Curtir

  • Varlice1 disse:

    Vou junto.

    Curtir

  • Renato Papaleo disse:

    Quem é o editorialsta senoir do Estadão

    Curtir

  • Newton disse:

    Nunca, eu disse NUNCA seremos um país decente com essa raça de políticos. Ah, então na próxima eleição renovamos tudo e resolvemos. Só que não. Os caras que estão lá (executivo, judiciário, legislativo) são “amostras” do povo brasileiro. OK, você que está lendo e concordando, o Fernão e eu podemos fazer parte de uns 15% vá lá…. Imagine o Brasil como um grande saco de batatas. Os candidatos serão sempre batatas, os eleitos batatas, e o povo, batatas. Sem chance.

    Curtir

  • Marcos Andrade Moraes disse:

    fique e não volte. Seu jornal deve ficar ainda melhor com vc distante…

    MAM

    Curtir

    • Adriana disse:

      Você deve fazer parte da casta constitucional. Provavelmente por isso vem aqui sistematicamente atacar o Fernão. Medo de perder os privilégios? Eles serão perdidos, ainda que demore, por absoluta falta de dinheiro.

      Curtido por 1 pessoa

      • Adriana disse:

        O que importa no Brasil é controlar os cofres públicos. Os partidos políticos o controlam. Tem os Municípios que são entes federados na nossa constituição, uma excrescência. Mas isso permite que sejam cartórios eleitorais dos partidos políticos. Um partido pode ter o governo federal ou de alguns Estados, mas se um partido nanico controla um município, ele respira. Existem os partidos que nomeiam no Judiciário, os que nomeiam em empresas públicas, os que arregimentam empresários pequenos que repentinamente enriquecem, claro, lavando dinheiro para partidos e seus figurões. Partidos de sustentação usam esse trabalho para sustentar os partidos que tem mais votos. Os partidos e seus donos são a casta mais poderosa, seguida pela casta dos funcionários públicos. Esses acham que merecem ganhar uma fortuna em um país miserável, porque há anos passaram no concurso público cuja cobrança mais frequente é o conhecimento sobre direitos adquiridos e as tais cláusulas pétreas. A regra é serem arrogantes e sem curriculum. Não quero te desiludir Fernão, mas não tem jeito esse país.

        Curtido por 1 pessoa

  • okmartinezuolcombr disse:

    Boa.

    Orlando K. Martinez Enviado via iPhone

    >

    Curtir

  • Milton Leite Bandeira disse:

    Juiz de Fora, 31 JULHO 2020

    PRENDAM A POLÍCIA!  SOLTEM OS LADRÕES!

    Legenda nas pgs 97 a 100 do 

    ‘ESTATUTO BRAZILINDIO SINÁRQUICO DA ASSDAK” (anexo). 

    MILTON 

    Curtir

  • Milton Leite Bandeira disse:

    REPÚBLICADOS PARDAIS

    “Parece que eu vi um gatinho. Parece que eu vi amedida matriz da Bandeira do Brasil – 78 cm X 56 cm. Parece sim, separece”. (Síndrome do Piu-Piu X Frajola).

    Curtir

  • mdh1 disse:

    Parabéns, fiquei preocupado quando por pouco tempo e a pouco tempo você Fernão tinha trocado de camisa, que bom você voltou a camisa verde e amarela. São aquelas velhas máximas (quando jovem dizíamos “dos cantões CHINESES”, hoje não mais, pode vir com VIRUS);- se necessário consertar o vaso sanitário temos que colocar a mão na merd…- dos males o menos.Moyses David Enviado do meu smartphone Samsung Galaxy.

    Curtir

  • AMERICO MELLAGI disse:

    Nada menos que isso! Vamos para a Bolívia!!

    Curtir

  • Herbert Sílvio Augusto Pinho Halbsgut disse:

    São tantos os privilégios das castas dominantes que para não se desperdiçar o dinheiro público com caixas de papelão e malas enormes o desgoverno decidiu imprimir as notas de 200 re(a)is cujo animal eleito para caracterizá-la é a… raposa!
    Porque gastar papel moeda com a impressão de notas de tão baixo valor em vez de faze-las já com um valor numérico maior de uns 1.000 re(a)is, ou 10.000, prevendo a inflação que certamente virá face a demanda reprimida de consumo dos que se protegem contra a covis-19, facilitando a vida dos “políticos” acumuladores de propinas que vivem sendo perseguidos pelas polícias que ainda são competentes e eficazes?
    Felizmente em nosso Superior Tribunal Federal essas caixas recheadas parece não existirem, muito menos nas Prefeituras e Câmaras dos 5570 municípios brasileiros, afinal era de se esperar que “raposas” não repilam raposas!
    Quais seriam os animais mais representativos para as notas de 1.000 e 10.000 reais tão úteis aos donos do Brasli privilegiado? O “chupin”, o “porco”ou o quê?
    É Fernão, é melhor prender a polícia e amordaçar a Lava Jato antes que o penico transborde!

    Curtir

    • Herbert Sílvio Augusto Pinho Halbsgut disse:

      Esclarecendo: ao escrever sobre “raposa” nas notas de R$200,00 a serem lançadas brevemente pela Casa da Moeda do Brasil não quis ofender os lobos guarás tão belos e de aparência meiga, apenas sugeri que ficaria melhor a imagem da raposa que é conhecida por sua astúcia e capacidade de disfarçar suas intenções quando ataca isoladamente, ou em grupo,quando está querendo saciar a fome, que nos casos dos maus políticos é a ganância por enormes quantidades de dinheiro público malversado e acumulado em caixas de papelão, malas e colchões…
      A propósito apreciei muito a reportagem da Rede Globo neste domingo sobre as novas notas de R$200,00, mostrando o que muitos devem concordar: parece que essas cédulas servirão para favorecer a turma da pilantragem pública, misturada com a privada como sempre!

      Curtir

      • Herbert Sílvio Augusto Pinho Halbsgut disse:

        Fernão, se houvesse referendum – como é possível nos pa´´ises onde vige o sistema eleitoral distrital com “recal” – para consultar o povo brasileiro se a cédula de R$200,00 deveria ou não ser emitida pela Casa da Moeda do Brasil, a custos que sabemos serem altos devido a qualidade dos materiais empregados na impressão associadas às técnicas de segurança que nela serão incluídas, seria muito interessante o resultado da consulta.
        No jornal O Estado De São Paulo de hoje 3/8 (Espaço Aberto, A20) em artigo intitulado “O retrocesso da nota de R$200,00” os advogados autores – Modesto Carvalhosa, André Castro Carvalho e Gauthama Fornaciari – apresentaram uma excelente crítica à decisão do Conselho Nacional Monetário (CMU) por autorizar o Banco Central do Brasil a dar início a distribuição das notas até o final deste mês de agosto.
        Ao comparar o que vai pelo mundo e a decisão do governo brasileiro, concluem no final do artigo: “Por essas e outras razões é que a decisão do Conselho Monetário Nacional está na contramão da evolução do combate à corrupção e à lavagem de dinheiro no Brasil e mereceria ser revista, a fim de evitar distorções na economia e causar prejuízos à sociedade brasileira no longo prazo, dissipando eventuais benefícios econômicos que a nota de R$200,00 pudesse propiciar”.
        Mais um tento marcado pelo governo da privilegiatura e que certamente agrada o narcotráfico, os sonegadores e à bandidagem a nível de agentes que descambam na administração pública.
        O “pessoal” da Lava-jato deve estar desacorçoado diante de tanto descaso governamental com relação aos esforços em prol do combate à corrupção em terras brasileiras, contra quadrilhas até ramificadas no exterior.
        E… melhor prender a polícia e amordaçar a Lava-jato, pois privilegiatura obriga…!

        Curtir

  • Cyro Laurenza disse:

    Vou com você depois passamos na Calábria e comparamos

    Curtir

  • Servulo Wilson Correa disse:

    A safadeza do Aras, Toffoli e Bolsonaro não tem limites.

    Curtir

  • GATO disse:

    É um falatório, falatório, mas ninguém quer por o guizo no gato….
    Saudoso Antonio Erminio de Moraes até que pensou, pensou, pensou mas pessoas de caratér não se misturam a essa gente, POLÍTICOS BRASILEIROS, preferiu administrar magnificamente a Beneficência Portuguesa, hoje o filho segue os passos do pai fazendo também um trabalho magnifico, demonstrando que boa gestão dá e trás resultados.
    Então, se querem mudar vão lá, sejam o síndico, mas isso ninguém quer é mais fácil atirar pedras, fazer é um pouco mais trabalhoso e se for sério mais trabalhoso ainda, doses monstruosas de paciência para aturar a todos os democratas, mas dá pra fazer é só querer, ter vontade e ter os brios da cidadania. Mas é muito trabalho, então não reclamem dos oportunistas que transformam o público em privado.
    Nem uma coisa nem outra, então devolvam ao fundador, que pode ser o histórico (Portugal) ou aos da origem (Indios) cultura ao menos eles tem. Nada disso serve, estão aguardem as milícias de bárbaros, que nada respeitam, mais os vizinhos franceses lá do norte, mais os vizinhos das farcs e do narcotráfico, dos verde olivas nada esperem estão todos muito bem acomodados nos novos cargos públicos.
    Sugestões enquanto essa nova realidade pós vírus não chega;
    1) Não tomem empréstimos para fazer o BolsaFossa, peguem as reservas internacionais e torrem, dá pra sustentar 50 milhões na fila da CEF por cinco anos.
    2) Como contrapartida ao atendimento da BF exijam meio expediente de trabalho em mutirão na construção de redes de esgoto, que eles vão usar, tanto para mulheres como para homens, assim não precisam de ir a academia levantar ferros e terão menos tempo pra reproduzirem.
    3) A cada etapa finalizada da rede de esgotos promovam churrascada com doações da JBS e da AMBEV e noticiem através da REDE DE TV de maior audiência, com comentários e análises de especialistas, entrevista “em direto “.
    Há antes que me esqueça Bom Fim de Mês, o do cachorro louco tá bem ai, esperemos que seja com sempre um AGOSTO.

    Curtir

  • LOCC disse:

    Impressiona, no Brasil, a resistência e resiliência da porção corrupta dos poderosos dos três poderes. Já se sabia, pelo exemplo da operação Mãos Limpas, da dificuldade de combater esse pessoal. Mas a desfaçatez das propostas para destruir a Lava Jato e o apoio descarado que elas recebem são de desanimar quem ainda sonha com um país mais justo e honesto.

    Curtir

  • Anônimo disse:

    boa tarde! pode fornecer estes artigos via whatsap? Abraço Joao Camargo

    Enviado do Outlook

    ________________________________

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Prendam a polícia! Soltem os ladrões! no VESPEIRO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: