Até o amor verdadeiro…

10 de abril de 2015 § 12 Comentários

$1

A JBS preparou uma estratégia de ação na internet para melhorar a imagem de sua marca entre os consumidores e se livrar da lenda urbana de ‘empresa do filho do Lula’.

Em dezembro de 2014, das 59.749 menções à empresa dos irmãos Batista em Facebook, Twitter, YouTube e blogs, nada menos que 48.184, ou 80,7%, eram negativas. Apenas 1.206 foram positivas (2%) e 10.359 consideradas neutras (17,3%), ou seja, a chamada ‘saúde da marca’ era de 19%.

$6

A partir de fevereiro, a JBS passou a responder a cada uma das menções nas redes sociais e blogs, a desmentir boatos e a gerar conteúdos informativos para suas páginas diariamente. Nesse mês, das 68.634 vezes em que foi citada, a empresa teve 34.969 menções negativas (51%), 4.461 positivas (6,5%) e 29.204 neutras (42,5%). A saúde da marca chegou, portanto, a 49%.

$7

Mencionada 74.429 vezes em março, a dona da Friboi foi tema de 26.410 postagens negativas (35,5%), 16.069 positivas (21,5%) e 31.950 neutras (43%), e a saúde de sua marca chegou a 64,5% na internet.

Fazendo as contas entre dezembro e março, a tática da JBS na internet fez as citações negativas caírem 46%, as positivas aumentarem 1.232% e as neutras crescerem 208%. Além disso, a imagem de sua marca melhorou 315% entre os internautas”.

A nota é de Lauro Jardim. E prova, como queria o Nelson Rodrigues, que “o dinheiro compra até o amor verdadeiro”…$3

Marcado:, , , , , ,

§ 12 Respostas para Até o amor verdadeiro…

  • O amor verdadeiro está indo pro buraco.

    Por 298 votos contra 95, o plenário da Câmara aprovou uma emenda do PSDB a uma medida provisória derrubando o sigilo nos financiamentos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), antiga bandeira da oposição.

    Considerando que quem ama perdoa vamos esperar para confirmar essa máxima ou mínima.

    Tem que passar pelo Senado e pela Dilma que poderá-deverá?! vetá-la.

    Por outro lado pelo menos assustou, que seja por poucos dias, a campeã nacional JBS (Friboi) que tanto gasta em mídia. Juros subsidiados custam e nós pagamos por ele pra ser o campeão nacional do Lula..

    Curtir

  • Carmen Leibovici disse:

    O que nos resta de esperança então é DEM ,em primeiro lugar,e PSDB.Força para DEM e para o PSDB!
    Fora, Lula!
    No Brasil temos apenas um imenso escroque com veleidades de imperador.Apenas um.

    Curtir

  • honorio sergio disse:

    O problema da Friboi, é que querem acabar com os açougues tradicionais, aquele de vizinhança, que o açougueiro corta e pesa na frente do freguês, a carne vem processada e embalada, e é muito cara, pelo menos aqui na minha cidade, talvez seja para pagar os altos salários dos estrelões que aparecem nos comerciais, para melhorar a imagem da empresa. Ora bolas JBS, venda mais em conta, não é o Tony Ramos ou RC que vai fazer com que eu compre a carne, aliás a cara de nojo do Roberto Carlos ao ver o bife no prato é impagável!

    Curtir

    • flm disse:

      antigamente, honório, o que diferenciava os governos democráticos dos outros, era que eles desmontavam monopólios enquanto os de esquerda montavam monopólios. o exato contrário do que repete a propaganda até hoje. o período que vai da primeira lei antitruste nos eua (sherman act de 1890) até o final dos anos 70 do século 20 foi o ápice da democracia no mundo.
      com os monopólios chineses entrando de sola no mercado globalizado e forçando a febre mundial das fusões e aquisições (“crescer ou desaparecer”), tudo isso se perdeu e até os americanos foram arrastados pra essa arena.
      é daí que vem a inspiração para o esquema lula/luciano coutinho/bndes, acrescentado da proverbial roubalheira que corre no paralelo dessa montagem: um monopólio em cada setor, e o povo q se f…
      não vai acabar nada bem!

      Curtir

      • Carmen Leibovici disse:

        Se Obama não atrapalhar,sairemos dessa com mais facilidade…

        Curtir

      • honorio sergio disse:

        Disse bem Fernão.vemos em filmes (meu irmão esteve na Itália e outros países da Europa e me confirmou) as bancas de frutas e as casas de carnes tradicionais em vilarejos e cidades pequenas, como eram antigamente, o governo só devia cumprir seu papel em fiscalizar a higiene e origem dos produtos, deixar o comércio fluir livremente!

        Curtir

      • Carmen Leibovici disse:

        O problema é monopólio estatal.O estado não tem de ter monopólio de nada;o estado tem apenas de gerir o bem público,que deve apenas produzir serviços, e deixar os cidadãos em paz.Estado que se mete na vida dos cidadãos é estado que quer roubar.Não existe outra razão para a ingerência do estado na vida alheia.

        Curtir

    • E a do Titirica ( …..aqui é o meu lugar…) também, e que está sendo processado pelo cantor.

      Curtir

  • Carmen Leibovici disse:

    Fernão,o que é isso ,no canto direito acima,quando abro o VESPEIRO:em vez da abelhinha aparece o logotipo do Estadão deformado,sem cabeça,escrito”EXILADOS comunicação”?????

    Curtir

  • flm disse:

    é só o logotipo da minha empresa, da qual o vespeiro é um produto

    Curtir

  • Duvido que a Friboi consiga “comprar” opiniões nas redes sociais. Mas para variações tão expressivas, certamente a empresa publicitária que trabalha para a Friboi devolve como fraude aquilo que como fraude foi construído pela própria Friboi. E assim chegamos a máxima do estatismo (atualmente encampado pelo bolivarianismo) que o que vale é a versão e não os fatos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Até o amor verdadeiro… no VESPEIRO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: