“Nuts”

14 de março de 2014 § 3 Comentários

a9

Historinha que me foi relatada esta manhã:

Uma empresa paulista de manutenção de helicópteros, aquele tipo de equipamento caríssimo quando se fala dos mais baratos, fez, recentemente, uma importação de “material aeronáutico“.

Nada de mais: peças de reposição e outras miuçalhas mas requerendo consultas e mais consultas a leis, decretos e regulamentações emitidas pelos tantos órgãos de praxe; os estaduais, os federais, os fazendários, os da Aeronáutica…

O de sempre.

Ao fim e ao cabo a carga começa a ser enviada para o Brasil em diversas partidas.

Uma delas, que chegou sozinha, calhou de ser um único caixote contendo um lote de porcas, sem os correspondentes parafusos.

a14

Num vasto depósito de padrão estatal de conservação juncado de volumes empilhados, a documentação chegou, finalmente, às mãos do conferente da alfândega na mesa lá do fundo.

Descolar a bunda da cadeira e arrastar uns 20 ou 30 passos pra ir dar uma olhada na coisa mesmo? Otoridade não…

E o que dizia a papelada em várias vias e mais tantos campos numerados, no item “descrição da carga“?

Nuts“.

???

Ô Zeca, chega aqui um minutinho: o que quié nuts?“.

Nuts são porcas, Macedo“.

Porcas? Então é pra Vigilância Agropecuária, dona Aurélia“. E “crau” no carimbo e tchau que o expediente acabou e ninguém é de ferro…

a7

Começa o calvário!

A empresa parada, as contas correndo e … o mistério, o sumiço…

E toca o DDI: “Saiu daí?”, “Tracking?”, “Chegou?”, “Não chegou?”…

E toca bater perna, liga daqui, transfere de lá; o “servidor” que sem levantar os olhos te remete ao próximo funcionário, de requerimento em requerimento; de formulário em formulário; o engolir em seco, o pedir a deus que te dê paciência.

Até que uma hora o absurdo fica encurralado num canto:

Mas na Vigilância Agrpecuária, meu deus do céu!! Mas como é que pode?

Pois pode. E tem mais; a mercadoria está apreendida!

Reergue a tua cruz, brasileiro! E toca chamar o advogado, e pra lá, e pra cá … e lá se foram dois meses.

Liberado!

E engula lá essa impaciência porque desacato à autoridade – tá vendo a placa aí atras, seu arrogante! – dá dois anos de prisão“.

Pra frente, Brasil! Que país rico é país sem pobreza!

………………a000a0

Marcado:, , , ,

§ 3 Respostas para “Nuts”

  • CECILIA THOMPSON disse:

    THE BRAZILIAN PEOPLE ISCONSISTENTLY NUTS. LOOK HOW THEY VOTE… Queres um monumento? Olha em torno.

    Curtir

  • Comprei duas oculares nos EUA em novembro (começo do mês) coisa de 40 doletas com frete e tudo. atá agora não recebi, pelo rastreio está parada na alfândega (eu diria pândega). Lá na loja (totalmente idônea) postaram um dia depois nos correios, em contato via email, salientaram que é o pior pais para o qual eles remetem encomenda, quando o objeto não “some” e eles tem que reenviar, pois comprei pelo mercado pago, é assim que funciona o brazil e ainda querem fazer a copa das copas!

    Curtir

  • José Luiz disse:

    Outra de cair o queixo ocorreu com um arqueiro que importou umas quinquilharias da gigante americana da caça e pesca Cabela’s. O material foi parar na vigilância sanitária pois a otoridade leu o nome da empresa na caixa e entendeu que eram cabelos. Se não acreditar te apresento a vítima, meu conhecido. Como dizia Odorico Paraguassu: “é a ignorança que astravanca o progressio”.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento “Nuts” no VESPEIRO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: