Saindo do armário

24 de janeiro de 2014 § 3 Comentários

a8

Foi registrada a sua presença numa perturbação da ordem social.

Foi esta a SMS enviada pelas forças policiais do regime do presidente Viktor Yanukovytch que pegou de surpresa milhares de manifestantes na Ucrânia no dia em que entrou em vigor a nova lei baixada por ele proibindo as manifestações que explodiram desde que, ha dois meses, abortou sem aviso prévio a assinatura de um acordo com a União Europeia em favor de uma aproximação com a Rússia.

O efeito foi o inverso do desejado. As manifestações se multiplicaram com violência redobrada e levaram às primeiras cinco mortes nos embates com a polícia. Um clima de pré-guerra civil instalou-se no país.

a7

É que os ucracianos passaram décadas a fio no “paraíso” para o qual o PT quer nos levar e preferem morrer lutando a voltar para ele.

Felizmente Yanucovitch sentiu o peso da barra e recuou, convocando a oposição para negociações que, muito provavelmente, só terminarão com a queda do governo dele.

Mas esse SMS ameaçador estabelece um marco.

É a primeira vez que um governo não totalitário usa abertamente a tecnologia de telefonia móvel como prova de “delito político” para tentar intimidar o povo.

a6

Governos de todo o mundo fazem o mesmo tipo de espionagem interna valendo-se, os que sentem que precisam de explicações para faze-lo, de medos artificialmente incutidos como a “ameaça terrorista” para vasculharem e-mails, chamadas, SMS e basicamente qualquer aspecto da vida dos cidadãos e, outros mais à vontade com a cara-de-pau, de batalhões de “pesquisadores” e espiões pagos para municiar ONGs chapas-brancas, blogueiros assalariados, espalhadores de boatos, montadores “aloprados” de falsos dossies, pauteiros e chefes de reportagens da “old mídia” e outros agentes de expedientes indiretos para promover linchamentos morais de  dissidentes, de críticos e de adversários políticos.

Mas até agora  nenhum, fora do círculo dos amigos mais íntimos do PT como Cuba, China, Venezuela e quejandos, o tinha feito de forma tão direta e explícita para criminalizar comportamentos políticos, mostrando que nós já vivemos, todos, dentro de um Big Brother perto do qual as previsões de Geoge Orwell são até otimistas.

Ponham-se, portanto, as barbas de molho e mantenham-se olhos e ouvidos atentos porque, como já se disse inúmeras vezes aqui no Vespeiro,o sonho de todo ditador é saber sobre cada cidadão o que o Google já sabe e a única condição para que uma nova arma venha a ser utilizada um dia para o mal, é o fato dela ter sido inventada.

a3

Marcado:, , , , , , , , , , , ,

§ 3 Respostas para Saindo do armário

  • Marito Cobucci disse:

    Fernão, a propósito de seus comentários sobre Cuba e “los hermanos” do socialismo do século 21, no NYTimes de hoje, em coluna de Simon Romeiro e Victoria Burnett, indica do parceiro comercial Cuba e dos nosso interesse em estabelecer laços econômicos, dando como exemplo a contratação de médicos, os quais, sabemos tratar-se de forma a dar uma mesada à economia, em frangalhos, da ilha. Por outros lado, observam os autores, da desimportância que nos dão o Mexico junto com os novos parceiros comerciais do Pacífico,, Peru, Colombia e Chile. E assim iremos caminhar, com esse governo petista medíocre voltado a ideologia esquerdista ultrapassada e abandonada até pelos “fundadores”, Rússia em Particular e o satélite residual Ucrânia no começo do fim.
    Esperemos Davos, pra assistir ao festival de asneira. O Mantega já começou e a Dilma fará pronunciamento assessorada por>: Marco Aurélio top-top Garcia, o canalha que desprezou os mortos do acidente da TAm pelo PT. É o fim.

    Curtir

  • Marito Cobucci disse:

    Fernão,
    Davos.Segundo os jornais, em seu pronunciamento a Presidente Dilma teria ” de que o Brasil está aberto a investimentos”Pra começar todo e qualquer país democrático e outros nem tanto, querem e necessitam investimentos ao desenvolvimento que se traduz no bem estar da população. No nosso caso, ainda segundo a mídia, a Presidente estaria assistida pelo cubanófilo de triste lembrança top-top-Garcia na redação da apresentação à convencer possíveis investidores. Sabemos, e não precisa de nenhuma genialidade, em entender que a plateia à qual ela se apresenta é composta por pessoas no mínimo preparadas e não se deixam levar por conversa de petistas quando diante de seu eleitorado que a tudo aplaude de forma pavloviana, ao menor sinal. Não é novidade que o melhor negócio que vendemos ao exterior são os juros e depois as commodities, as quais dependem de fatores exógenos, leia-se China, como principal comprador. Como traduzir confiança, levando em consideração que o PT como todos partidos de esquerda inspirados na teoria marxista da exploração do homem pelo homem que decorre da propriedade privada dos meios de produção, quebrou a Petrobrás, está quebrando a Caixa, o Banco do Brasil que se cuide e o BNDES desvirtua sua função em financiar Cuba, Venezuela e aliados do socialismo moreno do século 21. Internamente, entre outras, o lulopetismo criou as empresas campeãs, frigoríficos, um deles Independência já na 2a divisão em recuperação judicial, outro Marfrig em situação lamentável devendo e vendendo tudo que consegue, e o JBS o maior devedor do BNDES, onde os maiores ganhadores são os proprietários, e os pecuaristas ficando restritos ao preço que os oligopólio do Lula determina. E com a OGX potencializado o delírio do Eike deu no que deu. Em suma: que investiria no livre mercado neste país e com esse governo,

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Saindo do armário no VESPEIRO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: