Foram eles que demitiram Bolsonaro

31 de março de 2021 § 24 Comentários

Seria Pujol o alvo principal? É provável que a coceira tenha começado aí. Foi ele o primeiro a declarar em alto e bom som que as FA’s não eram “dele”. A resistência à volta de Pazzuello para a ativa teria pesado? 

Cada vez mais acuado, Bolsonaro é homem de ir anotando todas as “ofensas” no caderninho … e de repente, num rompante, botar tudo pra fora da boca, sem, necessariamente, grande participação do cérebro. 

A conta da pandemia é da ordem de vans escolares serem transformadas em carros fúnebres. Na cabeça dele, cada vez mais, o que restava eram os militares. Qualquer defecção era um militar o substituto. Qualquer ameaça, brandia “os meus militares”. Seria porque quisesse “dar golpe” ou porque são as únicas pessoas que mais ou menos conhece? Se era golpe, esqueceu o principal: o mecanismo de eleição dos chefes de cada arma é totalmente blindado contra politicagem.

Agora foi demitido por eles. É o Alto Comando quem lhe manda o bilhete azul. Foram bolsonaristas no inicio mas entenderam que Bolsonaro definitivamente não é o resgate, muito provavelmente é a pá de cal sobre as FA’s na política. “O comandante do Exército não toma decisão sozinho”, disse o general Santos Cruz, o primeiro que ele defenestrou do ministério. “O próprio Eduardo Villas Boas, antes de mandar o tuíte fatídico para o STF que ameaçava dar habeas corpus a Lula consultou o Alto Comando, segundo o livro-depoimento que acaba de ser publicado”. Nem nas patentes inferiores, pelo que consta, ele tem apoio firme mais.

Pressionado pelo Centrão para livrar-se de Ernesto Araujo, fez birra, como é do seu estilo: “Ah é? Então vou mexer também onde eu quero”.

Expurgou Fernando Azevedo e Silva, Pujol saiu atras, e em solidariedade a ele os outros dois entregaram os cargos antes que ele os pedisse. Perdeu a ultima carta que achava que tinha na manga.

Ditadura, agora, só mesmo a do STF com as prisões de jornalistas e deputados, a censura à imprensa que não se censura, a revogação das leis votadas pelos representantes do povo e as reforminhas “nas pernas”, sob encomenda, do Código Penal. E chamando tudo isso de “defesa da democracia”, por oposição à “tentativa de golpe” que fica oficialmente “provada”…

Para Bolsonaro seria mais uma oportunidade de virar a página. Contentar-se, finalmente, com a pandemia. Com vacinar o Brasil e desatolar a economia. Ja está no país material suficiente para vacinar, até fim de maio, toda a população acima de 50 anos. Até agosto/setembro, todos os brasileiros acima de 20. Estamos passando o espigão para iniciar a ladeira abaixo. O que será que ainda o impede? A aposta no pós-pandemia em que se dará a eleição, quando os mortos continuarão mortos e os vivos continuarão falidos?

De qualquer jeito não é só ele. Toda a politica brasileira está gravemente doente. Quase todos se merecem. Rodrigo Pacheco tem sido a voz menos indigna. “O Legislativo esta vigilante, mas o foco continua sendo a pandemia”. Uma no cravo, para a patrulha, mas pelo menos acompanhada de outra na ferradura. Em golpe militar mesmo nunca ninguém acreditou de verdade nem por um minuto. Nem que Bolsonaro quisesse mesmo dá-lo, nem que qualquer figura de alguma expressão nas FA’s fossem topar uma aventura dessas. 

Nem a petezada, nem Lula, nem mesmo Marcelo Freixo. Mas até Rodrigo Maia, João Dória e Fernando Henrique apelaram para essa carta falsa. Enquanto faltava argumento era o que tinham. Uma torcida frustrada para que o Bolsonaro de verdade fosse o Bolsonaro da cabeça deles. Depois ficou o dito pelo não dito.

Mas são, todos, loucos que não rasgam dinheiro. Jamais pensaram nesse impeachment à sério mesmo porque seria jogar na mão do Mourão que dificilmente faria pior para as FA’s e melhor para o lulismo do que Bolsonaro fez com o seu insuperável dom para pronunciar o impronunciável, fazer crível o incrível e verossímil o inverossímil.

Só Bolsonaro poderia resgatar o lulismo de seu túmulo. Nem o STF “pleno” conseguiria isso sozinho. Vão continuar arrastando suas correntes com “a ameaça das PM’s” as “ligações com as milícias”, os próximos incêndios do Pantanal que vem quatro vezes mais seco este ano que no ultimo e o que mais lhes oferecer o inesgotável manancial da família Bolsonaro.

E enquanto isso, a privilegiatura, causa essencial de todas as misérias do Brasil, segue incólume … e, com o orçamento já nascendo estourado a nível de crime de responsabilidade, abocanhando mais e mais à mão armada de lei, sem que nenhum pretenso candidato à sucessão da nossa praga bíblica – dois mandatos de Lula, um e meio de Dilma e um de Bolsonaro enfileirados – levante um dedo a favor do favelão nacional.

Taí um país mal-amado!

§ 24 Respostas para Foram eles que demitiram Bolsonaro

  • Você sabe que o contestador do sistema não contesta coisa alguma quando não corrige os erros do adversário depois que assume o poder. Acha que a figura dele é o bastante para as coisas mudarem. Se apega em miçangas para alardear suas realizações e tudo continua na mesma, salvo uma conspiraçãozinha aqui e ali para acumular mais poderes.

    Bolsonaro consegue não entender seu papel de articulador mesmo depois de dois anos de experiência no cargo. O caso do STF é exemplar. Se fosse realmente o “revolucionário” que aparenta, Bolsonaro teria reunido o presidente do senado que elegeu e o apoia e conspirado para impetrar o impeachment de Gilmar Mendes. Afinal, foi o promotor da libertação de seu principal adversário e provável coveiro de seu segundo mandato.

    Seria um tiro de canhão na principal figura do desmonte institucional do país, e garantiria sua aprovação para esferas bem maiores do que o cercadinho do Planalto. Mas não tem o mínimo interesse em consertar qualquer coisa. É o tipo de caudilho que acredita em aclamação sem realização.

    Curtir

  • PR’s não desarmam essa armadilha…
    Precisamos de oposição com esse nome… com coerência ideológica que mobilize a sociedade em torno de parlamentares que nos representem de fato.

    Curtir

  • A.(sno) disse:

    Parece que cada artigo do Fernão fica melhor que o anterior!!! E, se juntarmos a esse o artigo de Fernando Schüler (data venia), a Semana Santa não poderá ser melhor…

    Curtir

  • Rosa Menescal Barbosa disse:

    Fernão, bom ler seus textos… faz tempo que não os lia!
    Esta noite sonhei com um golpe militar, espero que vc tenha razão e essa criatura não tenha o apoio necessário, trata-se de um homem com desequilíbrio evidente e não se sabe onde pode chegar com essa visão de poder absoluto!! Abraço

    Curtir

  • Pedro Marcelo Cezar Guimaraes disse:

    Caro Fernão… Não não entendo por que afirma que um presidente eleito pelo voto popular, amado pelo povo e odiado pelo establisnent(privilegiatura) por não ser afeito a corrupção (aos acusadores cabe o ônus da prova) e que poderia simplesmente estar usufruindo das benesses do mecanismo estatal, ainda que fosse como oficial do Exército, parlamentar ou chefe do Executivo estaria empenhado em dar um “golpe”? Para beneficiar quem?…Trata-se de um homem simples, temente a Deus não apegado as riquezas materiais: usa caneta e o relógio de plástico e o calçado de borracha Ostentação e luxo fazem parte da vida dos seus antecessores e do atual STF.
    O compromisso dele é com a retidão administrativa e de proporcionar melhores condições e oportunidades ao povo sofrido e ignorante da informação da verdade, com as liberdades do cidadão de bem e a soberania nacional!
    Assim,os opositores que não tiverem pecados que continuem atirando as pedras.
    Afinal, para os políticos e seu séquito, que fazem da República meio de vida nababesca, tudo vale a pena!

    Curtir

  • otapacheco disse:

    Hahahaha ótimo primeiro de Abril.

    Porque o presidente é cada vez mais odiado pelo povo, é extremamente corrupto, um mentecapto e mentiroso.

    Curtir

  • José Luiz De Sanctis disse:

    Calma, no próximo ano você elege o lula (ou qualquer dos outros comunistas que se apresente) e tudo volta à “normalidade”.

    Curtir

  • Sonia disse:

    Fernão. Aquele que sozinho conseguiu irromper nas estruturas de poder e recebeu seu mandato democraticamente das mãos de 58 milhões de brasileiros para ser exercido até o final de 2022 está sendo vergonhosa e escancaradamente impedido de governar. E agora é chamado de golpista…. E o pretenso golpe será dele contra quem e para quê? Ah, é o tal do “gópi”, velho jargão já conhecido dos brasileiros. Já os atos ilegais que inundaram o país desde a posse de Bolsonaro até hoje, visando afrontar sua legítima representatividade, vindos de todas as “instituições”, são o quê? Ah, não são golpes, claro, pois visam a “causa” daqueles que durante décadas vêm se servindo do favelão nacional. Mas o povo sabe que a fúria daqueles que sempre culpam Bolsonaro por TUDO o que de ruim ocorre no país, sem indicar fatos que comprovem suas acusações, já se tornou repetitiva e inócua, lembrando aquela foto do cãozinho salsinha do zap que, flagrado ao lado de várias havaianas roídas, esclarece candidamente “foi o Bolsonaro”….

    Curtir

  • Robson Coimbra disse:

    Mesquita, gostaria de ler sua opinião de como votar em 2022 diante do quadro apresentado até agora com esses candidatos ? Uma reforma politica seria essencial, mas sabemos que não vai rolar, então de sua opinião baseada na realidade atual. Obrigado.

    Curtir

    • A.(sno) disse:

      Enquanto você aguarda a resposta do Fernão, vou meter o bedelho e dizer o que eu vou fazer: no 1º turno votarei no candidato que eu achar mais honesto, por isso mesmo sem chance alguma de ganhar. No 2º turno, colocadas as opções que sempre restam (ruim x pior), apertarei a tecla “BRANCO” como quem dá a descarga no vaso sanitário…
      Feliz Páscoa a todos!

      Curtir

  • Herbert Sílvio Augusto Pinho Halbsgut disse:

    Fernão, transcrevo aqui um poema do russo Ievtuchenko que consta em obra que cito – página 190 – em meu comentário no próximo Post seu: Vale muito a pena ver:

    “Tu não estás sozinho hoje no mundo
    Em tuas buscas, aspirações e lutas.
    Não te aflijas, meu filho, se não deste
    Resposta a uma questão que te foi feita.
    Sê paciente, observador, escuta.
    Busca, busca. Percorre o vasto mundo.
    Se a verdade é um bem, ser feliz é melhor,
    Sem verdade, porém, não há felicidade
    Entra no mundo, vai, mantendo alta a cabeça.
    Sempre à frente a olhar, cordial e atento,
    E no teu rosto…
    o açoite
    Das úmidas agulhas do pinheiro,
    E nos teus cílios…
    lágrimas, tormentas.
    Ama o povo… e serás capaz de compreendê-lo.
    Lembra-te…
    eu estarei a vigiar-te sempre.
    Se duro o mundo for…retorna a mim.
    Agora vai”
    E assim eu fui.
    E assim eu vou” 97

    Trecho do poema “Estação Zima” de Ievtuchenko, citado à página 190, da obra de Harold Swayze intitulada O Controle Político da Literatura na URSS 1946-1959, traduzida por Oscar Mendes, Dominus Editora, 1965, São Paulo.

    Parabéns por sua coragem e luta por um Brasil democrático!

    Curtir

  • GATO disse:

    BRASIL DEMOCRático, VIVA , PRIMEIRO DO ABRIL, VIVA primeiro de abril, BRASIL DEMOCRático. Nunca existiu, sempre foi um quintal de porcos, pois só acumula sujeira e o progresso de um criadouro moderno e limpo nunca chegou aqui. Parem de gastar seu tempo, não existe um único brasilispau que garanta a cidadania, CIDADÃO, cadê????

    Curtir

  • Flm disse:

    Você é o produto perfeito do sistema de opressão brasileiro que consiste em convencer a vítima de que a culpa pelo crime de produzir cidadãos mutilados e autoflageladores é dela.

    Um retrato perfeito da doença que nos é meticulosa e sistematicamente infligida…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Foram eles que demitiram Bolsonaro no VESPEIRO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: