4 de maio de 2020 § 36 Comentários

A nomeação do substituto de Ramagem confirma: Bolsonaro é um provocador incendiário que se põe acima do Brasil e possivelmente também de deus. E confirma todas as acusações que Sérgio Moro lhe fez. Não vai conseguir terminar o mandato. Já é um morto vivo, seja como for que cheguemos a 2022.

§ 36 Respostas para

  • marcos andrade moraes disse:

    qual a vantagem do Brasil ser des governado por um morto vivo? Aliás, não acredito que a Milicia vai deixa-lo chegar até 2022…

    Não li nada seu sobre as agressões que sofreram seus empregados…

    MAM

    Curtir

  • Bruno disse:

    Confirmar acusações? Negativo. Quem precisa confirmar é o acusador. Nomear pessoas de sua esfera íntima não é indício de crime. Só pode haver afinidade ideológica durante a campanha eleitoral? Investido no cargo, o PR ao deve nomear inimigos? Vocês querem aleijar o Bolsonaro. Eis a revolta de seu eleitorado.

    Curtido por 1 pessoa

  • Colateral disse:

    Então de que vale nosso voto e para que se gastar com campanhas, eleições e fundos partidários?
    Quantos e quantos presidentes eleitos foram parados ou sofreram impeachment em nossa República?
    Tantos que demonstram cabalmente que nosso sistema de governo e eleitoral não vale nada.
    Temos de nós debruçar em busca cadê um sistema mais transparente,representativo e que nos dê mais estabilidade,separando chefe de estado da chefia de governo,diminuir as instâncias judiciais criando carreiras de estado,enfim,etc,etc
    Mais de 120 anos jogados fora

    Curtido por 2 pessoas

  • dibertin disse:

    Hahaha
    Ce tá lúcido?

    Curtir

  • natalin disse:

    melhor buscar outro fornecedor : a erva está estraga. Só devaneios.

    Curtir

  • Cirval disse:

    Infelizmente, colocaram na presidência um conhecido encrenqueiro que foi expulso do Exército por se comportar de maneira não aceita pelas regras da caserna. E parece que tem o mesmo comportamento na presidência, ou até pior, porque ali representa seus eleitores e não eleitores. Eu, por exemplo, pela educação que recebi dos meus pais, não deixaria esse sujeito passar da soleira da porta da minha casa, embora tenha que aturar a sua entrada por todo o tipo de mídia. Nunca me enganou. Venho declamando a minha ladainha desde antes de ser eleito; portanto, não há nenhuma novidade nas suas arbitrariedades. Por pouco não declarou estado de sítio em vez da calamidade pública. Queria mandar sozinho no país, mas auxiliares dele que têm a cabeça no lugar o demoveram da nefasta ideia. Ainda tenta isso a todo o momento. Sem nenhum escrúpulo, disse que as Forças Armadas estavam do lado dele. Como, cara pálida? Um governo passa, mas o Estado fica! Mas ainda tem militar que zela pela nação e não pelo governo. A fala do Ministro da Defesa é exemplo disso. E, depois, ainda diz o inominado que não viu os seus asseclas, o MST do Bostanaro, agredindo enfermeiros e jornalistas e o povo estava ao seu lado. Se aquela escumalha que o aplaudia fosse “povo” seria melhor apagar a luz. Cambada de cretinos, indecentes, marginais, que, em plena tragédia da Covid-19, sem se preocupar com a infecção que campeia o país agitavam a bandeira brasileira com as mãos sujas. Até as bandeiras de Israel e dos EUA apareceram por lá, como se tivéssemos prestar tributos a eles. Na verdade o Bostanaro e seus sequazes estão transformando pessoas pacatas em arruaceiros e dividindo o país como nunca se viu por aqui. Isso tem que parar logo, antes que se transforme em um embate entre civis patrícios. Se alguém quiser notar essa afirmação, basta acessar as redes (anti)sociais criadas pelo gabinete do ódio das entranhas do Palácio do Planalto e de alguns gabinetes de deputados aloprados. O Carluxo manda mais que o presidente e os militares tremem na sua presença como pinguim sem pena no meio do gelo. Detestam ser criticados por ele nas redes (anti)sociais. Lamentável. Um governo que deveria estar trabalhando pela união do país o desune cada vez mais e esquece o que é solidariedade, empatia, cooperação e urbanidade.

    Curtir

    • Paulo Eduardo Grimaldi disse:

      Qual era sua avaliação dos governos de Lula (nós contra eles) e Dilma (guerrilheira mentecapta plantada como poste pelo nefasto mentor para ser sua marionete) em comparação com o atual?

      Curtido por 2 pessoas

      • Fernão disse:

        Lula e Dilma com seus trogloditas do MST me lembram cada dia mais Bolsonaro e seus trogloditas que batem em jornalistas e enfermeiras por causa de “nós” contra “eles”. Vão acabar, todos, imperando cada um sobre seu gadinho num cercadinho como Lula ensaiou em Curitiba e Bolsonaro ensaia na cerca do palácio.
        Quanto ao Brasil, ainda vai perder o horror ao povo (e portanto à democracia) e, quando o puser no poder, vai voar nas alturas que merece e se lembrar desse passado primitivo com um sorriso triste de incredulidade.

        Curtido por 2 pessoas

      • A. disse:

        Paulo: chega de colocar Lula-Dilma como contraponto a Bolsonaro. É tudo a lesma lerda…

        Curtir

      • Paulo Eduardo Grimaldi disse:

        “A.”, discordo da visão de que Lula, Dilma e Bolsonaro são da “mesma lerda”, pois os primeiros tem a corrupção como estilo de vida.

        Quanto ao Parlamentarismo, os plebiscitos foram instrumentos intencionalmente mal formatados, visando manter o status quo. Sua legitimidade exigiria amplo esclarecimento das diferenças entre Presidencialismo e Parlamentarismo, conceitos que a grande maça do povo formada por analfabetos funcionais não entenderiam em curto prazo. É bom lembrar que o Presidencialismo está repleto de defeitos que só podem ser corrigidos, por sorte, sem garantia, a cada ciclo eleitoral (4 anos). Por outro lado, o Parlamentarismo tem caráter auto-limpante, permitindo correção dentro de poucos meses (4). Este regime é adotado por países democráticos como Israel, Alemanha, França…

        Curtir

    • Olavo Leal disse:

      Caro Cirval: Bolsonaro não foi expulso do Exército. Solicitou afastamento da ativa para se candidatar a vereador no Rio. Eleito, passou para a reserva remunerada ao ser empossado, mantendo o posto de capitão.
      Tb foi julgado no STM, devido a acusações fruto daquele problema envolvendo revista semanal, sendo inocentado.
      Abs

      Curtido por 1 pessoa

    • Herbert Sílvio Augusto Pinho Halbsgut disse:

      Cirval, o senhor acima escreveu: ” estão transformando pessoas pacatas em arruaceiros e dividindo o país como nunca se viu por aqui”. Discordo, pois durante todo os desgovernos de Lula e Dilma foi exatamente isso que vimos o tempo todo, tanto nas áreas urbanas como nas rurais com destruição de patrimônios particulares e públicos, muitas vezes através do “exercito” ou milícias de Stedile e outros que estão por aí fazendo hoje sei lá o que. Por um lapso de tempo parece que o senhor, cansado certamente de ser impactado por bolsonarices, se esqueceu.

      Curtir

  • Flammarion disse:

    Em se dar trela à ação descabida de Moraes, aquele que foi indicado pelo Michel, que é do PSDB/PCC, estamos inaugurando no país e no Direito brasileiro, tal como fez as troupes de Hitler, Stalin e Mao, no nível mundial, a “condenação agora por crime com possibilidade de ocorrer no futuro”. Não há e nunca houve tal excrecência no Direito Moderno em sociedades que se entendem democrática.

    Curtido por 1 pessoa

  • Herbert Sílvio Augusto Pinho Halbsgut disse:

    Concordo Fernão! Bolsonaro ao desrespeitar a Constituição Federal de modo useiro e vezeiro, dizendo-se até “eu sou o Estado”, fazendo privadas as coisas públicas, impondo-se desrespeitosamente a seus subordinados, como no caso em que pressionou o juiz Sérgio Moro, seu ex-ministro da Justiça e Segurança Pública (!) que demitiu, desrespeita até os cidadãos brasileiros que nele acreditaram dando-lhe o voto e não se dá ao respeito, acabando isolado. Desse zumbi parece que até os militares que o cercam, seus nomeados, tem receio e incômodo – mortos vivos exalam cheiro de putrefina – em estar com ele em cerimonias públicas, pois nunca sabem quando serão sumariamente defenestrados ou humilhados. Seria ele um dos cavaleiros do Apocalipse chamada de morte, por isso o desprezo que manifesta pela gripezinha e as mortes aos milhares que está causando no Brasil e tendem a aumentar, se não fizermos o resguardo adequado?

    Finalmente, o ódio muito mal disfarçado que ele nutre contra a imprensa e seus profissionais fica estampado nas atitudes que não toma para defendê-los; atitude que todos os governantes equilibrados o fazem por saber o valor imenso que é ter a imprensa observando , analisando, propondo, criticando e divulgando as mazelas e os progressos na governança. Terá que vender toda a própria auto-estima – dizem que até os zumbis a tem! – se daqui para frente quiser apoio do Congresso Nacional para aprovarem qualquer projeto ou reformas.
    O enterro necessário somente se dará com a atuação exemplar do Supremo Tribubal Federal -STF, esperamos todos.
    Nosso Estadão não decepcionou quando, através de seus funcionários e de toda a sua mídia defendeu seus profissionais agredidos diante da rampa do Planalto, incluindo jornalistas do jornal Folha de São Paulo que lá também foram intimidados.
    Vaya com Dios, Bolsonaro ! Descanse e dê-nos o merecido descanso!

    Curtir

    • Olavo Leal disse:

      Caro Herbert
      Acho extremamente difícil, se não impossível, o STF (ou o Congresso, que seja) iniciar/aceitar um procedimento contra Bolsonaro, sem que tenhamos um longo e penoso processo decorrente do povo em massa nas ruas, contra ele. Estamos muito, mas muito longe disso. Ao contrário, ele leva o povo às ruas, o que é levianamente pouco divulgado pelos órgãos de imprensa que o desancam diariamente: sistema globo, folha-uol – datafolha, estadão e alguns outros, que não estão nem aí para o País e querem ver o circo pegar fogo, levando-nos aa possibilidade de vermos tremular novamente a bandeira vermelha.

      Curtir

      • natalin disse:

        sr. olavo leal – a maioria dos que aqui opinam são metidos a escritas barrocas e eivadas de ideologia. São isentões e gozam ler suas próprias palavras, mas atacam quem deveria ser defendido e defendem (o congresso, o stf e os corruptos) os que precisam ser atacados. E o povo está atacando quem precisa e deve.

        Curtir

      • A. disse:

        …”ele leva o povo às ruas”…
        – O POVO???????, Pedro Bó???!!!!!!!

        Curtir

      • Herbert Sílvio Augusto Pinho Halbsgut disse:

        Realmente Olavo, Bolsonaro leva uma multidão às sacadas e janelas para promover um panelaço contra ele onde quer que se apresente, ou não, nos quatro cantos do territóro brasileiro e gritam a plenos pilmões: “Fora Bolsonaro”. A favor dele somente os tais “camisas pardas”, massa de manobra para os objetivos que nem eles sabem.

        Curtir

  • Olavo Leal disse:

    Quem está levando? Alcolumbre? Maia? Toffoli? A “imprensa”? Ciro? Lula? Grupos de esquerdistas? Isentoes ? De ambos?
    Concordo com Natalin, isentao!!!

    Curtir

  • Mora disse:

    Prezados aí de cima :

    Está melhorando. Parece que a corrida não é mais de um cavalo só. E olha que tem muita gente querendo enxergar o outro lado rsrsrsrrsr.

    Curtir

    • A. disse:

      Mora: detesto comentários “herméticos”!
      Quem são os “aí de cima”?; aponte o que “está melhorando”; quem são os outros pangarés?; qual é o “outro lado” do quê?
      Jogue luz e não fumaça no debate… (nem todos tem a sua inteligência – alguns, como eu, precisam de “desenho”)
      Abraço!

      Curtir

  • rubirodrigues disse:

    As discussões, aqui, estão capturadas pelas circunstâncias, resultantes dos ocasionais encontros dialéticos na manada. Caso queiramos descortinar ou construir rumo novo para o Brasil, precisamos superar a tentação dos adereços e nos concentrar nas estruturas. Os conflitos institucionais que assistimos resultam de idiossincrasias pessoais ou atestam uma escandalosa desfuncionalidade do Estado? Será justo reclamar do condutor, pelos solavancos, sendo a estrada esburacada e o veículo uma carroça?

    Curtir

  • Flammarion disse:

    Pelo que leio dos Srs. o melhor para todos nós é devolver este país para o PT, agora somados ao PSOL e todos outros partidos, que vendem o pão e circo destes últimos 30 anos. De uma constituição que é presidencialista, mas com ares parlamentarista, e portanto não é uma coisa nem outra. Onde se elegem representantes que enriquecem da noite para o dia, com a administração da res pública. Com a mídia que é comprada e compra seu lugar ao sol, na desmoralização de valores que deveríamos preservar e que, como arautos de todos nós, só se incomodam quando lhe cobram o que devem em valores de 9 zeros. O que querem que eu diga? Parece que estão dentro do gabinete do PR, para falar dos filhos e de seus ministros? Se não estão, então fuxicam? Ora ora, não há que se falar no PT? Pois falemos do PSDB então. O PR trai a pátria no momento tão grave do Coranavírus e a calamidade de cobrar da verba destinada às emergências a bagatela de 654% o valor de um respirador? Para o Srs. talvez isto seja regra, para mim é a prova, de que tudo que acontece, e o povo sabe disto, é pano de fundo para que as coisas continuem como sempre estiveram, ao gosto dos de sempre. Vou usar o jargão, se fosse para escolher um falastrão educado, para as coisas continuarem como sempre foram, num país riquíssimo como o nosso, onde todos deveriam ter direito às atenções que uma democracia permite e todos fossem mesmo iguais perante a lei, não teria votado no Bolsonaro, teria votado no outro.

    Curtido por 1 pessoa

  • Luiz Otávio Carvalho Volpe disse:

    Que história é essa de tripudiar em cima do presidente? Ele está certo em pedir, há mais de 3 semanas (!) que se voltem ás atividades através de um isolamento vertical. Quer dizer, Senhor Fernão Mesquita, que o senhor acredita que essa pandemia seja real? O senhor não percebe o componente 99% político dessa pseudo-crise de saúde? O senhor não percebe que a liberação do carnaval pelos governadores de São Paulo, Rio, Bahia e Pernambuco, entre outros, foi que detonou esse número de casos aqui no Brasil? Que decepção com o senhor! A cada dia nós vemos mais pessoas se mostrarem na sua real. Pelo menos o governo Bolsonaro tem essa virtude: os ‘isentões’ se mostram à luz do sol!

    Curtir

    • Paulo Eduardo Grimaldi disse:

      Parabéns Luiz Otávio pelo posicionamento sensato que falta a muitos jornalistas que adoram ver o circo pegar fogo.

      Curtir

    • A. disse:

      “Seu” Luiz: teve carnaval na China, na Itália, nos Estados Unidos? O sr. acreditou na divulgação dos “caixões vazios”? O sr. vai defender o Bolso irracionalmente, como os petistas defendem Lula? (alguns petistas ganhavam bolsa-família ou “minha casa” – o sr. ganha o quê?)

      Curtir

    • flm disse:

      Quer dizer que os governadores detonaram a crise de saude que não existe?

      Curtir

  • Jose Roque Brugnaro disse:

    Que pena, Sr. Fernão. Com essas previsões, está se tornando o arauto da insensatez.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento no VESPEIRO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: