A remissão da Passionaria dos Jardins

9 de fevereiro de 2015 § 11 Comentários

MS1

O Valor Econômico nos dá conta hoje de que Marta Suplicy pensa em deixar o PT para filiar-se ao PSB do falecido Eduardo Campos e trama com o PSDB de Alkmin, que tem Marcio França do PSB como vice, lançar-se candidata à prefeitura de SP em 2016 e aliar-se ao beato tucano para presidente em 2018.

Arre!

Outro dia mesmo eu estava pensando em como classificar a desilusão de Marta Suplicy com o socialismo com quase exatos 60 anos de atraso em relação àquele 20º Congresso do Partido Comunista da União Soviética de 14 de fevereiro de 1956 em que Nikita Krushev revelou ao mundo como funcionava o Terror Stalinista sem o qual a maior de todas as utopias humanitárias não se mantinha em pé.

Aquela foi a última data em que se podia afirmar inocentemente e sem dolo a persistência no apoio ao sonho que se materializou no pesadelo dos genocídios e dos estados policiais abjetos apoiados no terror e na cultura da delação anônima dos tempos da Inquisição em pleno século 20.

MS3

Muita gente resistiu ao amargo despertar assim de chofre, mas então vieram a Revolução Cultural escrita com sangue na China, os massacres sucessivos na Hungria (56), na Checoslováquia (68), na Romênia, na Polônia; os corpos crivados de balas dos que “votavam com os pés” sendo empilhados ao pé do Muro na Alemanha comunista, os holocaustos do Cambodja e do Vietnã “libertado”, o desmascaramento dos títeres patético-psicopáticos em seus palácios econdidinhos e cafonas, a reedição como farsa policialesco-mafiosa da lógica soviética pelas mãos de Vladimir Putin, o czar da KGB, o mensalão e o petrolão e até, last but not least, a legalização do “tiro ao manifestante” nesta nossa Venezuela bolivariana de semanas atras. Não faltou oportunidade para quem quer que se dispusesse a salvar um átomo que fosse de honestidade em sua biografia nestas seis década de sangue – muito sangue! –  suor e lágrimas, mas as convicções de Marta Suplicy, como as de Dilma “coração valente”, não se abalaram um milímetro.

Só mesmo a privação de legenda cotejada com judiciosos cálculos de expectativa de vida pode convencer a “Passionária dos Jardins” a dar um passo à direita e permitir, afinal, que “passen” os que “no passarian”…

MS3

Marcado:, , ,

§ 11 Respostas para A remissão da Passionaria dos Jardins

  • Carmen Leibovici disse:

    Esse pessoal é imbecil mesmo!

    Curtir

  • Helena Maria de Souza disse:

    So por aqui, um partido que se diz dos trabalhadores, tem em seus quadros 2 senadores quatrocentões, orinundos da fina flor paulistana ou paulsta. Um partido que se quer socialista, e que acolhe, dá legenda e faz campanha para 2 representantes do grupo d que sempre foi “dono de gado e gente”, que nunca trabalhou, e que saiu por aí ensinando como os pobres devem viver e se comportar. Aff!. Como disse um nobre italiano prestes a perder o Poder: “é preciso que tudo mude, para que tudo continue como sempre esteve e foi”. Não votr em Smpa, mas adaorei quando os pulistas e paulistanos tirarm o Suplicy do senado. Em 24 nos fez o quê lá? Tomara que expulsem dona martacha o mais rápido possível. Abrir espacos para outras pessoas.

    Curtir

  • honorio sergio disse:

    Acabei de ver o filme sobre a segunda guerra “A Fortaleza” sob a ótica de um jovem músico soviético alçado a soldado à força, quando os alemães deram uma banana para o Stálin e invadiram a URSS, é incrível ver um dos soldados buscar alguns alimentos e cerveja para uma festa num fim de semana usando um vale distribuído pelo governo, e recebendo um não do burocrata atrás do balcão dizendo que algumas coisas estão em falta, no desenrolar do combate, chegamos à conclusão de não saber o que é pior enfrentar os Alemães bem armados e nutridos ou os comandantes russos que mais gritam do que ajudam e fuzilam todo mundo por qualquer motivo!

    Curtir

  • honorio sergio disse:

    ser socialista como a Marta (usando Armani e ganhando bem às custas de emprego público) e o Zé Dirceu (abrindo vinho de R$1200,00) sem citar outros nomes estrelados do PT é fácil, vão morar na Venezuela (ah levem papel higiênico) para ver como o buraco é mais embaixo!

    Curtir

  • Carmen Leibovici disse:

    O problema(o perigo,melhor dizendo),Honorio,é que a Marta , Dirceu e Cia. andam gastando tanto às custas do Brasil,que o Brasil,D-us nos livre-poderia virar uma grande Venezuela,se deixarmos.
    Antes do povo venezuelano chegar onde chegou,havia riqueza no país,mas a riqueza foi roubada do povo pelos chavistas malditos.Só sobrou miséria.
    Esses ladrões são cocôs em forma humana.

    Curtir

  • D’US PARE O MUNDO QUE EU QUERO DESCER

    Curtir

  • Ronaldo Sheldon disse:

    Só sairá porque o PT a renegou. É escória, até para o PT!

    Curtir

  • Katia Zero disse:

    Fernão,

    Os ratos começaram a pular fora do navio.

    I love your writing. Bjs.

    Curtir

  • José Luiz de Sanctis disse:

    Pior que um rato comunista é um rato comunista fugindo do navio que ameaça afundar, apontando o dedo para os que ainda não fugiram.

    Curtir

  • Renato disse:

    Sr. Fernão, comunista é tudo igual: eles usam os ”idiotas úteis” até acabar a utilidade deles, depois descartam, isso quando não eliminam, como acontecia nos regimes Russo e Chinês. Ninguém matou mais comunistas do que os próprios comunistas. Acho que a Sra. Marta não saiu por vontade própria, chutaram ela.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento A remissão da Passionaria dos Jardins no VESPEIRO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: