“Judicialização” o escambau

7 de novembro de 2020 § 9 Comentários

(Destaco aqui como matéria, para dar mais visibilidade às informações que contém, esta correspondência com leitor do Vespeiro).

ADRIANO DE OLIVEIRA BARROS

6 de novembro de 2020 às 21:35

Recontagem de votos é permitido pela legislação americana. O Democrata Al Gore judicializou a eleição em 2000 e a mídia não o chamou de antidemocrático. O resultado do vencedor demorou 36 dias para sair.

Responder

Flm

Claro.
Perfeitamente, Adriano.
“Judicialização” com o sentido que tem aqui não existe lá. É burrice de jornalista brazuca que pensa que vive numa democracia, coitado. Ignorância mais do que má fé.

Quem faz as leis eleitorais que definem claramente o que pode ou não ser conferido por via judicial e em quais circunstâncias, assim como todas as outras, é o povo de cada estado, diretamente, com leis de iniciativa popular, ou indiretamente referendando as sugeridas pelos legislativos, como já se explicou tantas vezes aqui no Vespeiro.

Lá é o povo que escreve as leis, cabendo ao governo tão somente obedece-las e impo-las. Dezenas de alterações nas leis eleitorais foram avaliadas nas cédulas desta eleição mesmo, estados afora, como em todas as outras. Daí eu lamentar tanto que percamos mais esta oportunidade de aprender com esta eleição mostrando ao vivo como isso acontece por lá e como funciona uma democracia de verdade em vez de “torcer” como uns babacas por este ou aquele candidato.

Antidemocrático é o presidente da república tentar desmoralizar todo o sistema só porque está em risco de perder. É porque Trump sempre reage assim, aliás, que está conseguindo perder mesmo o oponente sendo o provecto e “dílmico” Biden e com a imprensa o ajudando tanto com a rejeição que seu comportamento anti jornalístico provoca.

Marcado:

§ 9 Respostas para “Judicialização” o escambau

  • Julio Caetano H. B. C. disse:

    Não vejo literalmente assim.
    Vejo o fortalecimento dos Estados e a constante utilização de ‘plebiscitos’.
    Entendo que se o Brasil adotar o ‘voto distrital puro’, permaneceremos mais adiantados.

    Curtir

  • ADRIANO DE OLIVEIRA BARROS disse:

    Não importa quando o resultado saia, o importante é que o império da lei seja soberano. Aguardemos!

    Curtir

  • LSB disse:

    Prezados, transcrevo abaixo dois trechos de um artigo reproduzido na Gazeta do Povo.

    “TEXAS CONTINUA SENDO O TEXAS – POR ENQUANTO

    Por Charles Blain e Joel Kotkin
    City Journal

    (…)

    Até aqui, os democratas, com financiamento de fora do estado, estão conquistando mais lugares na Câmara estadual.
    (…)
    Esses democratas tradicionais tendem a se tornar mais moderados —pró-crescimento econômico, pró-energia e pró-desenvolvimento — e às vezes apoiam republicanos. Hoje um grupo novo de democratas está surgindo — na maioria jovens e latinos – e ele apoiou majoritariamente Bernie Sanders nas primárias de abril. Eles são os “democratas urbanos”, como os chama Clark, e parecem mais dispostos a aceitar as políticas progressistas, até mesmo no setor de energia, do que seus semelhantes em Nova York e na Califórnia. De acordo com as pesquisas, 56% dos democratas texanos veem o socialismo com bons olhos.

    Mas o Texas ainda é o Texas, e talvez o estado não esteja preparado para a ascensão das bandeiras dos antifas. Só a proibição do fracking hidráulico, algo que os progressistas adoram, custaria até 1 milhão de empregos no Texas. Tentativas de desestimular lares com apenas uma família, como já acontece na Califórnia e no Oregon, seriam igualmente impopulares, já que a garantia à propriedade privada é um dos grandes atrativos do estado. Essa questão é fundamental sobretudo entre os latinos, que tendem a exercer profissões braçais que poderiam ser afetadas por uma maior regulamentação. São eles os que mais sonham com uma casa própria.”
    Leia mais em: https://www.gazetadopovo.com.br/ideias/texas-republicanos-democratas/
    Copyright © 2020, Gazeta do Povo. Todos os direitos reservados.

    Pois bem, algumas observações:

    – questões domésticas (fracking, políticas públicas, por exemplo) continuam MUITO importante na decisão dos americanos;

    – o socialismo avança nos EUA (aprovação popular, políticas públicas: “tentativas de desestimular lares com apenas uma família”)

    – financiamento “externo” (ao estado) em candidaturas estaduais DEMOCRATAS. Imaginem se fosse de republicanos? “Pode isso, Arnaldo?”… talvez até possa, essa não é a questão… a questão é: a “guerra” política e cultural EXISTE e vai “pegar fogo”!

    Abs
    LSB

    Curtir

  • LSB disse:

    Acabei de receber um video no whatsapp com um trecho de algum jornal na Globonews.
    A apresentadora anuncia, em ato falho, a vitória de Biden na Pensilvânia com um: “A gente virou!”.

    Nada mais a dizer.

    Abs
    LSB

    Curtir

    • A. disse:

      Ato falho?????????

      Curtir

    • LSB disse:

      E no site do Estadão tem uma chamada para um editorial (que não li, pois não sou assinante) desta forma: “Alívio: Norte americanos impediram pelo voto que Trump destruísse a democracia”.

      Enfim, se Trump tivesse ganho a democracia seria destruída, é isso?!?
      Muito “terrorismo midiático”…

      E sobre o “a imprensa o ajudando tanto com a rejeição que seu comportamento anti jornalístico provoca”, tenho minhas dúvidas…

      O comportamento anti jornalístico faz o “perseguido” ganhar votos?
      Sem dúvida. Mas também consegue fazer perder!

      Afinal, quantas pessoas, por exemplo, acreditam que Trump é racista (o que tudo, de fato, indica que ele não é)? Ou que ele “instiga” a violência (enquanto as lojas instalavam tapumes com medo do BLM)?

      É difícil saber qual o resultado dessa “contabilidade”: se “perdas” superam “ganhos” ou vice-versa.
      No entanto, uma coisa é certa: reforça a posição de cada um (o contra e o a favor) e aumenta e inflama a polarização… vamos ver até onde vai a “brincadeira”…

      Abs
      LSB

      Curtir

  • Pedro Marcelo Cezar Guimaraes disse:

    Fernao meu caro….com todo respeito que vc merece….Pisastes dilmiticamente no tomate!!!!

    Curtir

  • Pedro Marcelo Cezar Guimaraes disse:

    Presunção e precipitação não combinam com o articulista de sua estatura!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento “Judicialização” o escambau no VESPEIRO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: