Sobre a roubalheira legalizada

11 de dezembro de 2016 § 18 Comentários

Essa é a que mata. Essa é que é a grande. Cada funcionariozinho tem. Odebrecht e cia é troco…

§ 18 Respostas para Sobre a roubalheira legalizada

  • Wilson Rodrigues disse:

    Prezado, busquei em todos os cantos a confirmação desta roubalheira e não consegui encontrá-la. Li atentamente a ultima lei (Lei nº 9.506/97)que trata da aposentadoria dos sacripantas congressistas e não é assim como você narra. Sei que eles são capazes de tudo,mas…., favor informar suas fontes para que possamos dar inicio a um movimento para extinguir tais assaltos se eles de fato ocorrem.

    Curtir

  • Sônia Denise Fernandes Mondadori disse:

    Prezado Fernão, como combater algo se nem conhecimento temos? Leio jornais e penso ser até bem informada, mas não tinha ideia desse absurdo, nem da polícia legislativa e de quanta coisa mais não sabemos?
    Esses políticos comprovadamente estão lá somente para legislar privilégios em causa própria. Isso tem de acabar de todo jeito, mas como?
    Penso que talvez, cortarmos para apenas 10% do total de impostos que hoje recolhemos. Aí, terão de “se virar nos 10”. Tem de ser algo drástico.
    Sua campanha pelo voto distrital com recall é mais do que importante. Tem que mudar de todo jeito. Agradecida pelas informações.

    Curtir

  • Roberto Pistelli disse:

    Desobediência civil é a única saída. Ninguém mais pagar impostos. Uma vez que não nos sentimos representados por esses políticos, não somos obrigados a cumprir leis elaboradas por eles. Nosso suado dinheiro serve apenas para a manutenção dessa classe, não retornando de nenhuma forma para a população. Então, qual é a lógica de continuarmos pagando? É o mesmo que comprar uma mercadoria e não recebê-la, e no próximo mês comprá-la novamente do mesmo fornecedor, e assim sucessivamente. A Desobediência Civil ocasionaria uma intervenção provisória das FFAA, ao meu ver o único meio de nos livrarmos desse sistema falido de governo. O Congresso seria fechado, seria redigida uma nova Constituição e convocação de novas eleições, proibindo qualquer cidadão que já teve um cargo político de se candidatar. Seriam eliminadas todas essas regalias e salários absurdos de políticos. Funcionários públicos perderiam a estabilidade no emprego. Estabilidade se adquire por mérito e não por lei. Teriam seus salários equiparados aos da iniciativa privada. Penso que desta forma, saberíamos que futuros candidatos a cargos políticos, o fariam por amor ao país e não ao dinheiro.

    Curtir

  • Ary Joaquim de Sant'Anna disse:

    Ary Sant’Anna
    17 de dezembro de 2016
    Desobediência civil sem respaldo militar é a mesma coisa que nada. Com esse espírito, a reforma da previdência é um engodo.

    Curtir

  • Azuma Shinkai disse:

    Caro Fernão,

    muito obrigado, pelas oportunas e importantes informações e esclarecimentos.

    O texto da última edição de Motivação & Sucesso do Prof, Luiz Marins, colado abaixo, esclarece o porque somos mal informados.

    E, mais abaixo segue um convite à uma manifestação. Foi a melhor idéia de que tomei conhecimento.

    Azuma Shinkai

    Motivação & Sucesso
    Ano 24 – número 1.303 – 29 de janeiro a 04 de fevereiro de 2017
    Num mundo-aldeia como o que vivemos onde somos bombardeados por
    informações de todos os tipos e de todos os lados e por todos os meios, é preciso
    tomar cuidado para não sermos meros consumidores de notícias sem fazermos uma
    análise crítica da veracidade, das fontes, da origem e mesmo dos interesses de
    quem está escrevendo bem como das empresas por detrás das notícias. Mais do que
    nunca é preciso ter uma consciência crítica e não ingênua, pois poderemos ser manipulados
    pelas notícias e formarmos um juízo falso sobre fatos e pessoas.
    Em seu livro “Notícias – Manual do Usuário” (Editora Intrínseca, 2015), o
    aclamado escritor e filósofo suíço Alain de Botton se vale de 25 histórias típicas do
    noticiário – como um desastre de avião, um homicídio, um escândalo político e uma entrevista com uma celebridade
    – para construir sua análise inteligente e profunda sobre a influência do noticiário em nossas vidas. Já no prefá-
    cio do livro escreve: “O objetivo do noticiário é nos mostrar tudo aquilo que ele próprio considera mais inusitado e
    importante no mundo: nevascas nos trópicos; o filho ilegítimo de um presidente; gêmeos siameses. Mas, apesar
    dessa insistente busca pela anomalia, se há algo que o noticiário habilmente evita focalizar é a si mesmo e a posi-
    ção predominante que passou a ocupar em nossas vidas. “Metade da humanidade é hipnotizada todos os dias pelo
    noticiário” é uma manchete que tem poucas chances de algum dia ser noticiada por empresas que em geral se dedicam
    a relatar o que consideram digno de nota, fora do comum, corrupto e chocante.”
    De Botton afirma ainda que “O filósofo Hegel já dizia que as sociedades se modernizam quando o noticiário
    passa a ocupar o lugar da religião como principal fonte de orientação e como referência de autoridade. Hoje em
    dia, nas economias desenvolvidas, ele alcançou uma posição de poder no mínimo equivalente à que outrora era
    desfrutada pelas crenças…. No entanto, o noticiário não se limita a seguir uma programação quase religiosa; ele
    também exige ser encarado com uma parte da mesma expectativa deferente que um dia alimentou nossa fé. Por
    meio dele, também esperamos ter revelações, aprender o que é certo e errado, conferir sentido ao sofrimento e
    entender como funciona a lógica da vida. E aquele que se recusa a participar dos rituais também pode sofrer acusa-
    ções de heresia.” A confirmação desta afirmação do autor é que as críticas de jornalistas ao livro foram pesadas e
    implacáveis. Porém críticos literários isentos afirmaram que “De Botton elaborou o manual definitivo da nossa era
    viciada em notícias, que trará calma, entendimento e um parâmetro de sanidade para as nossas interações diárias
    (e às vezes feitas a toda hora) com a máquina de notícias. Raramente pensamos no impacto que as notícias têm
    nas nossas vidas.” A verdade é que precisamos, urgentemente, voltar a pensar por nós mesmos.
    Nesta semana gostaria que você refletisse se não está sendo “catequisado” pelas notícias que recebe sem
    fazer uma análise crítica. Sugiro que você questione: Será verdade? Quem escreveu? Qual a formação de quem
    escreveu? Devo confiar nessa fonte? Quais os possíveis interesses envolvidos nessa notícia? O que eu penso sobre
    isso? Tenho uma opinião formada? Qual a importância dessa notícia para a minha vida pessoal e profissional? Etc.
    Pense nisso. Sucesso!
    Luiz Marins
    ANTHROPOS MOTIVATION & SUCCESS
    http://www.anthropos.com.brmotivacao@marins.com.br
    +55 (15)3331-7777 – +55 (15) 98122-0129
    Assine as mensagens MOTIVAÇÃO&SUCESSO

    Convite para uma manifestação silenciosa…

    VERDE E AMARELO

    Manifestação
    Silenciosa, pacífica, continuada, legal e efetiva,
    contra a Corrupção, a Favor da Justiça por um BRASIL RESPEITÁVEL

    Você está convidado a participar!
    É uma manifestação que produz resultados, em apoio e continuidade às manifestações nas ruas contra a corrupção, de apoio à Lava-Jato e à Justiça.
    É uma manifestação que externa o acompanhamento, fiscalização e cobrança dos políticos e administradores…, para passar o País a limpo
    Queremos políticos e administradores íntegros e competentes
    Brasil acima de tudo!
    É a construção do Brasil Respeitável! Através de você, eu, nós o povo!
    E, do Voto Distrital com Recall
    É o poder em nossas mãos!
    É o exercício da verdadeira Democracia!

    Houve o Outubro Rosa, o Novembro Azul e, agora é:
    o Dezembro e 2017 Verde e Amarelo(VA), com o laço de fita VA na camisa/blusa e fita na antena/placa do carro(sem tampar o número ou letra).
    Mas, é preciso agir! Sem ação, o resultado é zero. Mesmo as idéias mais brilhantes, sem ação, se torna um conhecimento inútil!

    Ação: usar duas fitinhas VA

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

O que é isso?

Você está lendo no momento Sobre a roubalheira legalizada no VESPEIRO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: