Limpando o bloco de anotações

29 de agosto de 2014 § 2 Comentários

a2

Igualdade perante a lei

A imprensa, que noticia hoje com grande destaque a “queda” do assessor de Graça Foster (O Estado e O Globo), perde mais uma oportunidade de ser precisa e incisiva. Pois o homem que foi filmado fraudando a CPI da Petrobras e, portanto, escrachando com o Congresso Nacional, a Justiça e o povo brasileiro, o que não deixa nada de fora, perdeu SÓ o cargo, ou melhor, nem isso: foi só transferido de Brasilia, onde fica o assessor nº 1 de dona Graça, para o Rio de Janeiro, de onde ele tinha vindo, onde fica o assessor nº 2 de dona Graça.

Nenhuma surpresa posto que a própria dona Graça um dia antes tinha sido isentada pelo Tribunal de Contas da União de ter seus bens embargados em função de sua participação na compra da refinaria de Pasadena e outras operações duvidosas da maior empresa do Brasil. (O TCU, recorde-se, é aquele onde o falecido candidato “da mudança”, Eduardo Campos, colocou mãinha logo no primeiro dia de seu governo em Pernambuco, em cujo Tribunal de Contas (do Estado) colocou também sua amantíssima esposa).

a4Dona Graça escapou, aliás, de ter os bens que não valem nada embargados pois os que valem ela, aconselhada por seu advogado, tinha transferido, assim como Nestor Cerveró aos seus, para filhos e parentes. Nestor Cerveró e mais 10 diretores e figuras graduadas da Petrobras menos queridas da presidenta Dilma do que ela, continuam com os bens embargados sob a justificativa de seus nomes constarem da lista dos “culpados” por Pasadena, lista essa da qual o nome de dona Graça ficou de fora por um “erro técnico”.

Outro nome que ficou de fora mas está dentro da nova lista sem o “erro técnico” é o de Jorge Zelada. Mas como não haveria jeito de perdoar Graça sem perdoá-lo, ele tomou carona com madame e livrou-se também da rigorosa justiça dos nossos tribunais de contas onde os fiscais são nomeados pelos fiscalizados.

a4Dilma, ela própria, sem cuja assinatura a compra de Pasadena não poderia ter sido concretizada, nem chegou a entrar ou sair de lista nenhuma, e assim pôde mobilizar o Advogado Geral da União, Luis Inácio Adams, para manter pressão cerrada sobre os juizes do TCU, cujos gabinetes ele “visitou” incessantemente, um por um, até meia hora antes da sessão plenária teoricamente convocada para corrigir um mero erro técnico.

Resultado: 5 a 2 em favor da dileta amiga da presidenta “faxineira”. “Malfeitos” iguais, listas iguais, sentenças diferentes, o que transforma o que foi um dia um erro técnico numa autêntica falcatrua.

 ***

a3

PS

Neste ano da graça em que tudo isso rolou, o valor da Petrobras foi reduzido à metade e sua dívida transformou-se na maior de uma só empresa em todo o Planeta Terra, os diretores da maior empresa do Brasil, aí incluídos estes que estão com bens embargados, tiveram sua remuneração aumentada em 43%. De R$ 5,6 milhões, agora nós contribuintes e acionistas da Petrobras passamos a gastar R$ 8 milhões por ano pelo privilégio de contar com eles.

*** 

a12

O pinto e as galinhas

Resta lembrar que a Pasadena de US$ 42 milhões para US$ 1,2 bi em um ano de Dilma + Graça é pinto perto da Abreu e Lima de R$ 10 bi para R$ 23 bi de Lula + Chavez (que Dilma também aprovou e Chavez nunca pagou).

É pinto também perto do que rola na Transpetro de (??) + Renan Calheiros, o único homem do mundo a ser o feliz proprietário de um pedágio em pleno mar.

É, o PT também governa “com os melhores”… do mal.

 ***

a15

Igualdade de oportunidades

O Judiciáio está, este ano, bem mais moderado que os petrobinos. Outorgou-se aumento de apenas 22%, o que arrasta o teto do funcionalismo inteiro para R$ 35,9 mil.

As televisões que noticiaram o fato esqueceram de relacioná-lo com seu par óbvio: o governo está propondo aumento do salário mínimo de 8,8%, para R$ 778.

É o espetáculo da igualdade de oportunidades.

a14

 ***

PS 2

Por essas e outras o Brasil encolheu 0,6% no segundo trimestre, pelo que vale lembrar à dona Dilma:

It’s the economy, stupid”!

 ***

a17

Banco do Brasil Ltda. 

Aldemir Bendine, presidente do Banco do Brasil, foi intimado pela Receita Federal a pagar multa de R$ 122 mil, pessoa física, para se livrar de questionamento de evolução de seu patrimônio incompatível com o que ganha e com as aplicações que fez.

É o terceiro ano consecutivo que isso acontece. O insigne financista andou comprando apartamentos no Rio de Janeiro com pacotaços de dinheiro vivo e alegou, na boa, que guarda R$ 400 mil debaixo do colchão, o que “não é crime”.

A “faxineira” acreditou, já que ele continua “dirigindo” o “maior banco da América do Sul”.

 ***

a10

Igualdade perante a lei 2

O STF pós mensalão negou a Roberto Jefferson, acometido de câncer no pâncreas, o benefício de ir se tratar em casa que concedeu a José Genoíno…, acometido de que mesmo?

 ***

Nem tudo é só lama

Dilma Roussef vetou pela segunda vez Projeto de Lei do Senado proporcionando a criação de mais 200 municípios.

Agora o Congresso pos essa lei em primeiro lugar na lista de propostas a serem apreciadas depois do recesso, o que pode travar a casa.

O feitiço virou contra a feiticeira: “Ladrões, unidos, jamais serão vencidos

a18

 ***

a19

O seu acordo com o BNDES

O BNDES acaba de oficializar o golpe no Tesouro Nacional de quem ele vem tirando dinheiro para entregar aos “campeões nacionais” que o governo financia para criar monopólios em setores estratégicos da economia que depois financiam o governo.

Fez uma “negociação” entre amigos pela qual o BNDES terá 26 anos para começar a pagar o que tirou do Tesouro para dar aos amigos do PT.

Vai ser assim: 6 anos de carência em que não se paga nada; do 7º ao 21º, o BNDES paga só os juros de sua dívida, estipulados em 1/3 da TJLP, o juro oficial que nenhum empresário sem amigos em Brasilia consegue, mas só até um máximo de 6% ao ano, senão é ainda menos; a partir do 22º ano, o BNDES paga TJLP integral mas também limitada a 6% ao ano.

Só a partir do 26º ano o BNDES começa a pagar o principal ao Tesouro…

Na mesma notícia, informou-se laconicamente que o Tesouro também mantém R$ 4 bi numa “conta paralela da União”.

Antes que você esqueça: “o Tesouro” é você. Entendeu quando é que você vai rever aquelas centenas de bilhões?

 ***

a20

Viva a democracia!

A Copa acabou, “inglês” foi embora, o Exército deixou as ruas e o Rio voltou ao “normal”: 10 favelas com UPPs estão fechadas pela bandidagem para a campanha eleitoral; 41 incluindo as sem UPPs, estão nessa mesma situação.

Quando não é tráfico é milícia. Candidato não entra em seu território. Os dois, aliás, fazem “cadastros de títulos eleitorais” de seus súditos. Seria para vender esses votos? Não se sabe.

O que, sim, já se sabe, é que alguns cobram R$ 10 mil para permitir que candidatos entrem em seu território para fazer campanha. E, claro, ha quem pague…

*** 

a22

Velha política

Paulo Roberto Costa, o rapelador da Petrobras (e etc., etc., etc.), passou os dias de ontem e hoje negociando com o MP e com o juiz Sérgio Moro a sua delação premiada. A primeira rodada foi na sexta-feira passada e ele começou entregando “malfeitos” de políticos.

Estranhamente, porém, tanto o juiz quanto alguns figurões do MP instaram-no a por na frente os “malfeitos” dos “corruptores” da iniciativa privada (empreireiras e o de sempre)…

O juiz Moro, que teve o doleiro Alberto Youssef nas mãos em 2004, no caso Banestado deu-lhe, a propósito, uma daquelas penas abaixo de oito anos que não valem prisão, e Youssef virou o império que virou. Ele é o Zé Dirceu sem a ideologia. Só lida com bilhão.

O juiz Moro, a propósito, está sendo cogitado por Dilma Rousseff para ocupar a vaga de Joaquim Barbosa no STF…

*** 

a23

Nova política

Como governador de Pernambuco, Eduardo Campos baixou decreto em 24 de setembro de 2011 anulando dispositivo de 2006 de seu antecessor, José Mendonça Filho, que impôs limites à Bandeirantes Companhia de Pneus LTDA para importar pneus.

Campos retirou todos os limites.

A Bandeirantes está em nome de Apolo Santa Vieira, processado por sonegação justamente dos impostos sobre o muito dinheiro que ganhou em função da importação sem limites, que comprou em sociedade com o empresário pernambucano João Carlos Lyra de Melo Filho o avião em que Marina Silva escapou de morrer junto com Eduardo por intervenção da providência divina.

Marina, é claro, não terá sabido de nada e terá pedido investigação rigorosa, doa a quem doer.

O resto o Willian Bonner já disse…

§ 2 Respostas para Limpando o bloco de anotações

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Limpando o bloco de anotações no VESPEIRO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: