Um governo como credor; outro como devedor

22 de maio de 2012 § Deixe um comentário

J. R. Guzzo “marcou” no artigo “Fora de controle” que escreveu para a última página da Veja desta semana.

Dizia ele que a presidente Dilma podia ser promovida de simples “faxineira” a “Santa Guerreira que venceu o Dragão da Maldade” se aplicasse contra “a inépcia, a preguiça e a burrice da burocracia nacional” os mesmos conceitos de eficiência que orientam a Receita Federal, esta que “acaba de receber mais de 25 milhões de declarações de renda, quase tudo pela internet, sem que ninguém tivesse de sair de casa, falar com um único funcionário, fazer fila, assinar papéis ou reconhecer firma“.

Porque num governo que funciona tão mal ha um serviço que funciona tão bem?

Uai! Tá na cara, Guzzo!

O governo é super eficiente para cobrar e receber. Mas não quer essa mesma eficiência de que se mostra perfeitamente capaz quando se trata de entregar, de servir e de pagar.

Aí ele vira aquilo que você sabe pra ver se agente desiste de receber. E, já que cola; que este bom povo brasileiro aceita tudo, pra que mexer em time que tá ganhando?

Marcado:, , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Um governo como credor; outro como devedor no VESPEIRO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: