Tuitando para Marco Aurélio

4 de abril de 2018 § 2 Comentários

Ó o Marco Auréliu-ó, ó!

…do Supremo Tribunó Federó!!!

Tuitando para Lewandowski

4 de abril de 2018 § 4 Comentários

Ja o Lewandowski é padrão Old Eight: “Beba com prazer, sirva com orgulho”…

Tuitando para Toffoli

4 de abril de 2018 § 4 Comentários

O Toffoli não deu pra acompanhar. No final deu a impressão de que não conseguiu expressar seu voto de forma clara de vergonha. Nos pedaços que vi pareceu-me sempre que estava se desculpando pelo que estava comprometido a entregar no final. Todos os apartes que deu aos outros, aliás, soaram assim.

PS.: Depois do anuncio da decisão final por Carmem Lúcia, confirmando essa hesitação positiva detectada, Toffoli tirou um dos pés da lama enquanto Marco Aurélio enfiava também os braços nela.

Tuitando para Rosa Weber

4 de abril de 2018 § 9 Comentários

1

Ufa!

2

O que foi que ela disse mesmo?

Tuitando para Barroso

4 de abril de 2018 § 9 Comentários

1

Barroso vem com um pouco de história: este país já foi sério, e por um bom tempo (1941 a 2009).

Depois veio Eros Grau…

2

…isso depois de lembrar que sobre esse HC do Batochio “não ha a menor dúvida”: é lixo.

3

E termina pondo o que está realmente em jogo de frente pra tela: DETER A DEVASTAÇÃO DO BRASIL

4

E vai à minucia do resultado da mentirada com que se expressam os seus colegas: essa sopa de sangue com descrença em que vivemos.

E o Toffoli é o primeiro a vestir a carapuça. Nem a Carmen Lucia hesitou com o papo furado dele. Toffoli levou bomba de novo…

5

Quem quiser que acompanhe o Gilmar Mendes nesse voto depois desse discurso. Que se levante perante a nação e grite olhando ela nos olhos: EU SOU UM NOJO!

6

Bravo, Barroso!

Mas “nós nos acostumamos” quem, cara pálida! Os que estamos no meio desse tiroteio, os que somos refens do achaque trabalhista, os que não temos “auxílios”, NUNCA. Vocês, aí nos tribunais e nas bancas de advogados é que sim.

7

Menos de 10 a 1 condenará cada um a mais ao opróbio eterno a que já está condenado o exilado em Portugal!

8

É BRILHANTE!

9

Com essa da “retórica vazia” eu me rendo incondicionalmente.

O BRASIL TEM UM NOVO HERÓI

10

E com esta de “se passar o STJ que se mude o regime que há lá” ele dá a prova de que tudo isso tem sido uma encenação de um jogo ja decidido. A ver se o discurso dele criou vergonha na cara de alguém

11

Se ganharem os bandidos depois esse discurso é possível que vejamos o primeiro caso de renuncia ao STF…

Tuitando para Alexandre

4 de abril de 2018 § 2 Comentários

1

Alexandre de Moraes repõe a coisa nos devidos termos deixando nua a manobrazinha “luso-gilmarense” para virar o voto de Rosa Weber. Presunção de inocência não tem nada a ver com isso. Trata-se de declarar ilegal ou não tudo que a Justiça fez ate agora no caso Lula.

2

Alexandre de Moraes: se quiserem melar o jogo, melem. Mas vão ter de confessar, cada um que o fizer, o que vs são.

Tuitando para Gilmar

4 de abril de 2018 § 12 Comentários

1

Gilmar ñ argumenta em torno da questão “qual a forma mais justa d oferecer justiça”. Argumenta em torno do detalhe formal de uma decisão anterior q tinha esse propósito. “Possibilidade” x “obrigação” num país na contramão do mundo conflagrado em razão da “possibilidade” jamais exercida

2

É por isso que todo preso do Brasil é eternamente “provisório”. Porque ser preso nunca é “obrigação”, é eternamente “possibilidade” para que juizes e advogados não larguem nunca mais cada carniça uma vez agarrada

3

O raciocínio em síntese é “como nós não funcionamos e não queremos passar a funcionar, não prendamos ninguém”. O resultado está nas ruas. São 60 mil cadáveres por ano.

Vai pra casa, Gilmar!

4

Não se está “empoderando estamento” nenhum, nem tratando de “prisões provisórias”. O que esta em causa é a prisão de acusados CONDENADOS DUAS VEZES por juizos colegiados.

#vaipracasagilmar

5

Para encerrar: como o Brasil é o UNICO PAIS DEMOCRÁTICO QUE NÃO PRENDE DEPOIS DE DUAS CONDENAÇÕES, conclui-se q todos os juristas citados por Gilmar discordariam da conclusão que ele dá dos trechos pinçados das suas obras. Ele levanta o santo nome deles em vão.
#vaipracasagilmar

6

Gilmar encerra negando tudo que disse sobre isenção e estabelecimento de repercussão geral em cima de um caso particular ao “inventar”, conforme a encomenda (de que Carmen Lucia gosta), a prisão após a 3a instância (STJ).

#vaipracasagilmar, se possível bem mais longe que Portugal!

  • Junte-se a 4.879 outros seguidores

  • Follow VESPEIRO on WordPress.com
  • Meta

%d blogueiros gostam disto: