Quem somos

melanciaVespeiro é o blog

de Fernão Lara Mesquita

um jornalista

que só acredita

em jornalismo como

instrumento de reformas.

Militou 30 anos na profissão, exercendo todas as tarefas

praticadas nas redações.

Quando as deixou, em 2003, era diretor do Jornal da Tarde

e diretor de Opinião de O Estado de S. Paulo.

Este blog abriga de notas curtas a ensaios inspirados pelo

noticiário de atualidades, reproduz artigos de terceiros,

aceita contribuições e provocações em geral e promove a ideia

da adoção do sistema de voto distrital com recall por ver nele,

com base no efeito que teve em todos os países que o adotaram,

uma ferramenta capaz de inverter o jogo entre representantes

e representados na democracia brasileira, colocando a prerrogativa

de fazer ou não fazer reformas e em que direção nas mãos

dos eleitores e não nas dos políticos.

Procure a série de artigos sobre essa ferramenta na busca do

Vespeiro e espalhe essa idéia que a gente dobra eles!

§ 194 Respostas para Quem somos

  • antonio penteado mendonça disse:

    é por aí. Mete a cara que voce tem muito a dizer pra esse país de merda.
    Abraço,

    Nico

    Curtir

  • T. Rohonyi disse:

    Fernao; Bravo, bravissimo!
    Mais uma leitura obrigatoria na companhia de Paul Johnson (ausente neste momento da Spectator) e de Theodore Dalrymple cujo ultimo livro ‘ Not with a bang but a whimper’ recomendo.
    Abracos;
    Tamas

    Curtir

  • Aurelio de Almeida Prado Cidade disse:

    Parabéns, agora seus brilhantes “insights” já não mais estão com acesso limitado a apenas uns poucos privilegiados!!! Em frente Fernão.

    Curtir

  • Carlos Mesquita disse:

    Não tenho comentários, esse é o sentimento do brasileiro. Espero um dia poder contribuir com o nosso país… Um Abração Tio Fernão,

    Muito Bom!!!

    Curtir

  • Malu disse:

    Adorei, Fernão! Muito útil para mim que estou há meses na europa. Parabéns e continue em frente.

    Curtir

  • castilho de andrade disse:

    Observações imprescindíveis para estes tempos difíceis. Parabéns, Fernão. Já anexei aos favoritos.

    Curtir

  • Carlinhos disse:

    Fernão,
    Existem coisas na vida que rotulamos como corajosas.
    Já outras de corretas, porque coragem nem sempre vem acompanhada de inteligência e de bom senso.
    E você passa a fazer com que assuntos, que até então deveriam ser parte de um cotidiano mas acabam sendo de polícia – claro que num país sério, sejam tratados com o devido respeito, com a devida correção.
    Pena que isso passou a ser diferencial e não obrigação das pessoas, mas fica aqui um “SALVE” para você que passa, através do Vespeiro.com, a nos brindar com essa esperança e atitude.
    Sempre admirei o atrevimento, principalmente quando vem acompanhado dessa tão escassa correção.
    E você é correto!
    Carlinhos

    Curtir

  • Edson Vicente de Almeida disse:

    Fernão
    sussesso na sua nova empreitada,e parabéns hoje e sempre.
    Abraço.
    Edson

    Curtir

  • fredy tobler disse:

    Ferna adorei esta tua nova empreitada parabens,que bom poder ler novamente teus comentarios acidos e brilhantes, tão necessarios nos dias de hoje, para tentar tocar as mentes entorpecidas dos brasileiros, encantados pela flauta do lula.
    Abs Fredy

    Curtir

  • Luiz disse:

    Oi tio Fernao, eh o Luizinho.
    Queria saber se voce quer um tema bom pro seu site. se voce quiser me manda um email luizkc@me.com. valeu abraco.
    http://www.gamesgerais.com.br

    Curtir

  • martha disse:

    vai em frente Fernao…to adorando

    Curtir

  • Cris Correa disse:

    Parabens Fernas. Leitura obrigatoria. Bom voltar a te ler. Abracos.
    CC

    Curtir

  • Armienne disse:

    Bienvenido a la blogosfera contestataria cubana.

    Curtir

  • cynthia garcia disse:

    fernão

    como sempre “irreprochable”: chapeau, mon beau!

    I got political at the end of this grey day…

    the economy is getting better and Brazil is the next hot thing….reality is, americans – not you – have always looked down at the neanderthalis south of the texas border….we´ve always just been a bunch of cucaracho latinos where the us of a drained the resources from and solds and sells expensive, old-tech products and sent the cia to help our coup…but what banana republic can resist the american dream?….it seems like im a che guevara afficionado but just watch cnn…..never, never does it have something to say from the br, only when its favela guerrila….so when things really pick up here they´ll come marchin´and bargin´in..the french, smart frenchies, are arriving by the tons for business deals with all their comme-ci-comme-ça gesture and savoir-faire…but who can resist the french savoir-faire?

    sabes que sou meio gringa até hoje, e minhas lamurias, muitas delas, não brotam na lingua de camões e de caetano

    kiss

    cynthia

    Curtir

  • edu franco disse:

    conheci teu blog agora, indicado pela barbara gancia em seu blog. entrei, gostei e vou ficar. sucesso. edu

    Curtir

  • Fernão, se não me engano fomos alunos do mesmo professor de clarineta, muitas décadas atrás, e hoje somos blogueiros, descobri você por indicação da Barbara Gancia.
    Abração!

    Curtir

    • fernaslm disse:

      clarineta é com meu irmão, joão.
      v. pode encontrá-lo no site “mar sem fim” que está na minha listinha aí na capa do blog.
      mas eu me lembro de você em algum lance ligado ao jornal da tarde…

      Curtir

  • Tony disse:

    Bem bom.

    Siga adiante.

    Curtir

  • Carmen Cedraz disse:

    Olá, Fernão

    Queria te propor uma parceria – falar sobre superpopulação e consumismo desenfreado…

    carmen.fidalgo@itelefonica.com.br

    abs,

    Carmen Cedraz.

    Curtir

    • fernaslm disse:

      nao entendi, carmen,
      se bem que superpopulação É consumismo desenfreado…

      Curtir

      • Hilarina Aires disse:

        Fernão, adorei seu blog, tanto que favoritei e vou acompanhar por e-mail também. Mas não entendi por que você não entendeu a proposta de Carmen Cedraz sobre o tema da parceria. Superpopulação não seria necessariamente consumismo desenfreado, e sim consumo em larguíssima escala por pressão demográfica. Acho que Carmen se referia ao consumismo praticado em nível individual, por força de maus hábitos de consumo, que somado ao consumo irresponsável praticado por bilhões de indivíduos gera a ameaça brutal ao meio ambiente e ao nosso presente e futuro no planeta.

        Curtir

      • fernaslm disse:

        desculpe, hilarina, mas não sei quem é carmem cedraz nem qual a proposta dela nem a que se refere…

        Curtir

      • hilarina aires disse:

        Olá, Fernão.

        Estava me referindo a um comentáio postado por Carmen Cedraz (que bambém não conheço) em 16/02/10, às 13:48, na página Quem somos, de seu blog neste endereço: http://vespeiro.com/about/#comment-8661 O post dela já é bem antigo e curtinho, e para ser achado devemos descer um pouco mais a barra de rolagem vertical. Ela, inclusive, deixou e-mail para contato.

        Para facilitar, reproduzo aqui o que ela escreveu:

        Carmen Cedraz 16 de fevereiro de 2010 às 13:48

        Olá, Fernão

        Queria te propor uma parceria – falar sobre superpopulação e consumismo desenfreado…

        carmen.fidalgo@itelefonica.com.br

        abs,

        Carmen Cedraz.

        Ao que você respondeu:

        fernaslm

        17 de fevereiro de 2010 às 14:17

        nao entendi, carmen,

        se bem que superpopulação É consumismo desenfreado…

        Confesso que, por falta de tempo, não prossegui na leitura dos posts seguidos, de modo que não sei se você deu algum feedback a ela em público.

        De qualquer modo, caro Fernão, você já tem minha opinião a respeito do assunto que ela levantou. Aproveito para endossar a proposta dela, que acho muito bacana e atualíssima, caso você ainda não tenha tratado do tema em seu blog.

        Saudações!

        Hilarina Aires João Pessoa, PB

        Date: Thu, 24 Jul 2014 19:09:49 +0000 To: haires03@hotmail.com

        Curtir

      • fernaslm disse:

        de fato é tema importantíssimo, hilarina.
        estou devendo um artigo sobre isso ha tempos.
        vou rever minhas anotações a respeito pra ver se sai.

        Curtir

    • Shirley disse:

      I feel so much happier now I undersnatd all this. Thanks!

      Curtir

  • Mário Ramos Vilela disse:

    Fernão,
    No Estadão de hoje vi seu comentário sobre o livro História do Brasil de Empreendedores e nos remete ao seu blog (que não conhecia) para ler a continuidade do artigo. Mas não consegui localizá-lo aqui. Pode me ajudar? Obrigado

    Curtir

  • Waldo Claro disse:

    Olá Fernão . Visitei e gostei . Gostei muito . Parabéns !

    Curtir

  • Waldo Claro disse:

    Fernão : longa foi a caminhada que caminhamos juntos na saudosa Redção do “Estado” . Que saudades . Foi lá que aprendí as mlehores lições de minha vida e que me servem até hoje , para enfrentar os entreveros . Gostei do seu Vespeiro . Prometo visitá-lo sempre . Saudades e abraços . Waldo Claro

    Curtir

  • Fernão,
    o Tamer uma vez me disse que o jornalismo nos permite viver duas vidas em uma.Que bom voce compartilhar uma delas com a gente… Parabéns. E conte comigo

    Curtir

  • Ronaldo Sheldon disse:

    Seu Blog resgata o idealismo dos bons brasileiros que andava perdido em meio a tudo isto que está aí. Obrigado. Já está nos meus favoritos. Parabéns.
    Ronaldo.

    Curtir

  • Cecilia Thompson disse:

    Somente hoje, mon Prince, me arrisco a um coment (que você os conhece todos, como a mim…) – mas me comovi com as palavras dos amigos, ex-colegas de jornal, e dos meninos, ao “tio Fernão”. Assim é que somos pais, tios, e eu, já avó. Tentando, sempre e cada vez mais, deixar um País melhor para nossos filhos, sobrinhos e netos. Flávio e Paulo te mandam um abraço caloroso, os netos mais velhos já te estão lendo – e os pequenos, ensino logo logo. Um beijo carinhoso e enternecido da sua, sempre amiga e companheira nessa luta, ALICE

    Curtir

  • [...] dar informação , tem que dar completa. Esse comentário no post vale mais que o artigo todo do Fernão Lara Mesquita (quem é ele, na realidade, vai ficar a saber em [...]

    Curtir

  • Jose hugo disse:

    Fernao adoro este seu blog,ele e tao transparente como o pio de um macuco.Abracos J Hugo

    Curtir

  • magda de almeida disse:

    Olá chefinho. Você nunca será ex- de coisa nenhuma. Inteligências superiores ( sei que você não gosta desses epítetos )vêm e ficam. Eu é que sou sua ex-repórter da sucursal do Rio. Obrigada pelo muito que me ensinou. É um prazer revê-lo e sabê-lo.

    Grande abraço,

    Magda

    Curtir

  • Cecilia Thompson disse:

    Leio, sempre, porque é certo, claro, preciso, necessário. Vou e volto do País, e .quando volto, desanimo de novo. Depois ‘vespéiro’ um pouco, e me animo outra vez (paradoxal e contraditório, mas assim é). O Gato desapareceu de novo, seu sorriso ficou tremulando no ar meio brumoso, mas esta Alice (no momento, comi o biscoitinho de ficar pequena, e andei passando por umas portinhas que nem tinha percebido que existiam…) malgré tout et tous, permanece. Gostaria de ler sua glosa do debate. De quem gostei mais do do velho amigo Plínio, a quem não vejo há décadas – acho que desde a Revolução de 1917, quando apesar de tudo nos divertimos muito – e cujo discurso ele mantém imutável. O resto – como dizem – é o resto. (NOTA BENE: é o livro? ainda sai?)

    Curtir

  • Cecilia Thompson disse:

    Adorei a reprodução dos versos do século XV. Um toque de beleza, em um presente tão feio. E que linda pintura! Beijo

    Curtir

  • celia disse:

    PARABÉNS PELO ARTIGO LÚCIDO E COM A VISÃO TRANSLÚCIDA DAS TORMENTAS QUE VAMOS ENFRENTAR DEVIDO À IGNORÂNCIA DOS QUE SE VENDEM POR UMA BOLSA QUALQUER, E À GANÂNCIA DOS BANQUEIROS, EMPRESÁRIOS E DEMAIS ASSECLAS DESSA FIGURA TORPE QUE COMANDA A SEITA PT

    Curtir

  • Glória disse:

    Caro amigo Fernão,

    Parabéns!!!!!

    Você continua tão lúcido e inteligente, como quando éramos colegas na Faculdade de Educação da USP!

    Um grande abraço para você e para o seu primo Julinho, também nosso colega de turma na FEUSP: Glória.

    Curtir

  • Glória disse:

    Olá, Fernão,
    Desculpe-me, mas, acho que sem querer apaguei seu e-mail para mim. Será que você poderia reenviá-lo?
    Muito obrigada e um grande abraço: Glória.

    Curtir

    • fernaslm disse:

      Foi só pra dizer que aqueles foram bons tempos, de que me lembro com muita saudade…

      Curtir

      • Glória disse:

        Foram mesmo bons tempos e eu também sinto saudades!!!
        Tenho um casal de filhos.
        O mais velho é engenheiro elétrico, com ênfase em telecomunicações, pela POLI / USP e a mais nova é médica psiquiatra pela Faculdade de Medicina da USP, campus de Ribeirão Preto, por opção dela, pois, à época do vestibular para Medicina ( no qual ela só prestou para universidades públicas) foi também aprovada para a Federal de São Paulo (UNIFESP) e para a UNESP de Botucatu.
        Gostaria de enviar as fotos deles para você, em seu e-mail , se você tiver.
        A nossa colega Rosaly está morando em Belo Horizonte e a Ana Rosa casou-se com um cõnsul brasileiro, há mais ou menos seis anos, e havia ido para a Tailândia ( não sei se já regressaram) , das demais não tenho notícias.
        Um grande abraço: Glória.

        Curtir

  • ronaldo rosem disse:

    fernando, vc escreve bem, é atento, mas esteja mais atento.
    esta campanha eleitoral será uma verdadeira guerra sem quartel e o pt fará tudo e dirá tudo para ficar no poder.dilma deu goleada hoje em serra porque o que importa para 61% de eleitores até primeiro grau pé a versão do fato.o jornalista luis claudio está mostrando no site do noblat em

    http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2010/10/11/guerra-dos-marqueteiros-331791.asp

    não durma também vc, abrs, ronaldo

    Curtir

    • fernaslm disse:

      fernando o cacete! fernão…
      voce tem razao.
      o pt em materia de desonestidade e falsificacoes é imbativel.
      a gente nunca consegue sair na frente deles nesse quesito. mas tem obrigacao de aprender e nao deixar barato. correr atras…
      eu nao sou desse ramo. mas espero que os sonolentos marqueteiros do serra acordem a tempo.

      Curtir

  • Ricardo Capote Valente Neto disse:

    Parabens Fernão,atualmente existem poucos voce.Abraços,Ricardo.

    Curtir

  • Pio Milpacher disse:

    Senhor Senhor Fernão Lara Mesquita: Acabo de ler no Estado o Seu artigo:”Parfa encontrar caminho para a Democracia”.- Desde muitos anos me interesso deste problema.Teno um artigo que mandaei publicar numa revista Se me enviar o Seu E-mail lhe envio. Publiqueibliquei anos atrás um livro relativo a este te-ma: “O Governo do Povos” (Edit.LTR).

    Curtir

  • Bola disse:

    Ferd’s adorei o Blog , eh a sua cara parabens e manda bala….
    Bjs Bola

    Curtir

  • Luis Torres-Bohl disse:

    Hey Fernao, Loved your Blog, right on target. We need more incise and intelligent forums like yours. Thank you for providing a service to all those who like you believe we can make a difference.

    Um forte abraco,

    Luis Bohl

    Curtir

  • Jorge Machado disse:

    Você já postou algo sobre a invasão portuguesa/espanhola no mercado de trabalho tupiniquim? Pensei que eles iam devolver as prostitutas, os travestis e os dentistas, já estava me preparando para recebê-los de volta. Qual não foi minha surpresa ao ver quem está vindo… Eles fizeram pior, conseguiram trazer a escória política e os amigos da escória. Como dizem e é comprovado: quando o navio começa a afundar os ratos são os primeiros a pular na água. E tudo isto em sociedade com nosso pior produto bruto (o Zé).

    Curtir

  • Jeanne Faraldo Knopf disse:

    Fernão
    Estou adorando seu blog… infelizmente só fiquei conhecendo há alguns dias.
    Vc realmente segue a proposta que acredito em relação ao jornalismo: deve ser instrumento de reformas.
    Meu filho, 17 anos, passou agora no vestibular para jornalismo, na ECA-USP Amnhã será seu primeiro dia de aula. Adora escrever, é super inteligente e terei muito orgulho se seguir sua linha de trabalho, pois é nisso que acredito. Inclusive, passei seu blog a ele pra ir tomando gosto por um jornalismo decente.
    Abraços e parabéns pelas postagens!

    Curtir

  • Jeanne Faraldo Knopf disse:

    Fernão, bom dia!
    Gostaria que fizesse uma matéria sobre os caçadores malditos( acredito que deva ser contra a caça, claro). Hj recebi um e mail com esse artigo que achei muito interessante

    http://www.debatesculturais.com.br/cacador-bom-e-cacador-morto/

    Imaginei que poderia desenvolver sua opinião sobre o assunto e que poderia dar um ótimo post…talvez pq tenha imaginado mais além…( caçadores do nosso suado dinheirinho, que nos é roubado na forma de impostos, falta de infra estruturana saúde, educação,etc…etc…..nos caçam as esperanças todos os dias neste pais!)
    abraços!
    Jeanne

    Curtir

  • Jeanne Faraldo Knopf disse:

    Vc poderia me passar seu e mail para contato?
    Grata!
    Jeanne

    Curtir

  • Jeanne disse:

    Bom dia Fernão
    Gostaria de enviar uma sugestão de matéria a vc…sobre deficiência..
    Pode ser?
    Beijo

    Curtir

  • Jose Hugo disse:

    Boa tarde Fernao

    Gostaria que vc escrvesse sobre este novo codigo florestal,para explicar aos leigos que se aprovado da forma que foi votado na camara ele nao ira causar grandes danos as nossas perdizes, macucos,mutuns,sussuaranas,urutus e Etc. Mas se derrotado,sera um grade desastre para nos produtores rurais que fomos incetivados e ate obrigados a desmatar para podermos mater nossas propriedades fora do alcance das pragas do MST e outros. E uma grande vitoria das Ongs que defendem os interesses dos produtores do alem mar que nao tem como concorrer com nossos bravio produtores.

    Abracos J.Hugo

    Curtir

  • Carlos Augusto Montesi Vieira disse:

    Bom dia,Fernão.

    Gostaria de saber se é possível adquirir o DVD “Mata Atlantica e os Ciclos de Vida”.

    Abraço.

    Curtir

  • Leonardo Gouvêa Porto Alegre disse:

    Por favor , gostaria de saber como consigo o filme sobre a Mata Atlântica e os ciclos da vida. como ??? Parabens pelo trabalho, único e espetacular !!!

    Curtir

  • patricia disse:

    Oi Fernao, adorei seu filme sobre a Mata atlantica. Tenho ideia de um filme que, voce fez a metade. Bom trabalho !
    Pensa fazer outros ?

    Curtir

    • fernaslm disse:

      ola, patricia.
      que bom que v gostou!
      eu tinha um projeto parecido para a amazonia mas devido a uma serie de circunstancias ele foi interrompido.
      nao, infelizmente creio que nao poderei me dar o luxo de fazer outro como este.
      é muito divertido e fascinante. mas da muito trabalho, leva muito tempo e não da retorno $ nenhum…

      Curtir

  • Sandra Mara Herbst disse:

    Assisti o finalzinho do documentário “A Mata Atlântica….”na Globosat e fiquei extasiada com as imagens e o texto..Parabéns! Aguardo ansiosa a reapresentação ou dvd para ver completo.

    Curtir

  • Osni Sidnei Munhoz disse:

    Boa tarde Fernão!

    Como posso adquirir o documentário A Mata Atlântica e os Ciclos de Vida?

    É extraordinário, parabéns.

    Muitas pessoas do Wikiaves estão interessados no mesmo…

    Curtir

  • flm disse:

    ola, osni.
    que bom que gostou.
    infelizmente a edição comercial do filme esta esgotada.
    v. pode, eventualmente, conseguir algo com a produtora bossa nova filmes, sócia e executora do projeto facilmente encontrável via google…

    Curtir

  • Boa noite, Fernão,
    acabo de assistir o documentário sobre a Mata Atlântica e fiquei apaixonada pelas imagens e pelo texto. Parabéns pelo maravilhoso trabalho.
    Gostaria de adquirir seu livro “O Pio da Esperança”. No entanto, não consigo encontrá-lo. Como fazer?
    Muito obrigado por este projeto.
    abs
    Fernanda

    Curtir

    • fernaslm disse:

      quem agradece sou eu, fernanda.
      que bom que você gostou!
      sobre O Pio da Esperança, esclareço que o livro não é “meu”. foi escrito por dois colegas jornalistas, a quem eu apenas indiquei algumas “pistas”, que me convidaram para escrever um artigo que foi incluído no livro.
      mas ele está esgotado e não sei como você poderia arranjar um exemplar.
      pena…

      Curtir

  • Fernão, assisti a seu documentário na globo sat, e na minha ignorância ainda não o conhecia, pois ao pesquisar sobre quem era o redator e locutor do filme é que vi que vc é uma pessoa que além de importante na área do jornalismo, se preocupa com meio ambiente como eu .
    Quero lhe dar os parabéns pelo ótimo trabalho apresentado e te dizer que voce conseguiu mais uma admiradora e fã.

    Curtir

  • Só mais uma coisa, foram quantos dias de filmagem ?

    Curtir

    • fernaslm disse:

      muito obrigado, queila!
      fazer o filme foi muito divertido, apesar da trabalheira.
      entre preparar o mato para tornar possível filmar animais para os quais a invisibilidade é uma questão de sobrevivência e filma-los, afinal, levamos pouco mais ou menos de um ano mobilizando um monte de gente que ainda vive na e (quase) da mata atlântica no Vale do Ribeira e mais algumas dezenas de produtores e documentaristas especializados, em longos acampamentos.
      claro que não foi um ano corrido mas sim algumas dezenas de idas e vindas para tomadas específicas, conforme íamos recebendo alertas de nossos “olheiros” na mata, com mais duas seções de filmagens mais longas de uns 10 dias cada uma.
      em cima disso, gastei mais uns seis meses de montagem e, especialmente, de montagem de som, com trechos selecionados de gravações que eu vinha fazendo já havia anos para o saudoso professor jacques vielliard, um pioneiro no estudo da bioacústica (comunicação entre animais) no Brasil que, desgraçadamente, morreu no ano passado deixando-me “órfão”.
      foi isso.

      Curtir

  • Danilo Stehling disse:

    Bom dia, Gostaria de saber como faço para adquirir o Documentário Mata Atlântica e os Ciclos da vida em HD. Espetacular este trabalho.

    e-mail – danilo-sfs@hotmail.com
    Danilo Stehling
    Av. Oceância, 2173 – Apto 102
    Guarapari ES

    Curtir

  • Paulo Vianna da Silva disse:

    Cara, o documentário Mata Atlântica e os Ciclos da Vida é um dos trabalhos mais completos a que já assisti, no gênero.
    Vai haver continuação? Precisa!

    Curtir

  • fernaslm disse:

    ola paulo, danilo,
    obrigado pelo feed back…
    mas por enquanto nao ha plano para a continuação.

    Curtir

  • Ao ver o documentário “Mata Atlântica e os Ciclos da Vida” descobri surpreso e satisfeito que alguém pensa como eu sobre a vida neste (nosso?) planeta.
    Cada dia que passa fica mais difícil uma solução, não dolorosa, para conciliar o espaço de convivência e manutenção da diversidade biológica.
    O homem, de criação maravilhosa da natureza passa a ser ameaça à variedade necessária e deslumbrante de espécies vivas desta pequena terceira pedra do Sol.
    O programa é uma obra importantíssima, contribuindo para a documentação das espécies. Deve sim, ser expandido e completado com novas histórias que estão lá na Mata a espera de serem contadas.
    É a primeira vez que alguém faz uma obra com tamanha qualidade nesta região.
    Esta obra tem que ser impressa, reproduzida e mostrada em TODAS as escolas da América do Sul, para que as esta e as próximas gerações sejam motivadas a entender a necessária limitação da expansão demográfica.

    Curtir

  • débora carneiro da cunha disse:

    pena mesmo! é a terceira vez que vejo a reprise na globosat hd+
    é ótimo, texto primoroso…narração diferenciada..despretencioso, delicado e exato!
    Parabéns pelo belíssimo produto.
    débora

    Curtir

  • Luciane Almeida disse:

    Perfeito o documentário Mata Atlântica e os Ciclos da Vida, gostaria de obter cópia do texto que foi tão emocionalmente falado durante o final do documentário, é algum livro seu?

    Curtir

  • flm disse:

    obigado, luciane,
    não…
    o roteiro eu fui escrevendo e reescrevendo a medida que montava o filme e ia ajustando o todo para caber no tempo pré-determinado para essas peças para tv. no caso, 52 minutos exatos.
    pois é. cinema é loucura mesmo. e documentário de natureza onde os “atores” não obedecm a gente, então, loucura triplicada.
    mas isso aconteceu ha uns quatro anos ou mais…
    vou garimpar meus computadores e, se encontrar a versão final, te mando.

    Curtir

  • Maria Aparecida de Campos Taiar disse:

    Fernão
    Em geral, fujo de classificações do tipo “melhor ator”, “maior escritor”. Mas, no caso de “A Mata Atlântica e os Ciclos da Vida”, não tenho medo de errar: é o melhor documentário que já vi. Estou recomendando-o aos meus contatos, já que, nas últimas semanas, o Globosat tem tido o bom gosto e o bom senso de reprisá-lo. Que Deus te dê força, inspiração e recursos para prosseguir nessa trilha.
    Um abraço.
    Cida Taiar

    Curtir

  • Mário Ribeiro disse:

    Fernão,
    hoje vi na TV uma das coisas mais belas da minha vida: o documentário Mata Atlântica e os Ciclos da Vida. Parabéns!
    Quero mostrá-lo para toda a minha família e amigos, para tanto gostaria de adquirir o DVD. Onde o encontro?
    Gostaria de saber também como posso obter uma cópia do texto que me tocou tanto. Quero relê-lo com os meus filhos e divulgá-lo. A verdade tem de ser dita, propagada.
    Obrigado pelo banho de lucidez e parabéns pelo bom combate.
    Abraço fraterno,

    Mário Ribeiro – Ucho
    email: uchoribeiro@hotmail.com
    Av.Maria das Dores Barreto, 1080 – Bairro Ibituruna
    MOntes Claros/MG 39401-330

    Curtir

  • flm disse:

    muito obrigado, ucho.
    lamentavelmente o filme esta esgotado comercialmente.
    estou em negociaçoes para disponibiliza-lo online via netflix ou apple tv, que são as locadoras de hoje.
    quanto ao texto, vou ver se o resgato amanha no escritorio e envio.

    Curtir

  • suelotto disse:

    Fernão, acabei de assistir na GNT o filme “Mata Atlântica e os Ciclos da Vida”

    O texto é simplesmente genial. O resumo final, de como o ser humano está na contra-mão é um sábio resumo de anos de estudos de muitas disciplinas.

    Parabéns e obrigado !

    Curtir

  • Fernão,

    Sou o gestor do Núcleo Picinguaba do Parque Estadual Serra do Mar em Ubatuba-SP.

    Tive a oportunidade de ver o documentário “Mata Atlântica e Os Ciclos da Vida” e, gostaria de lhe agradecer por esse presente, simplesmente fantástico, capaz de retratar tudo que envolve esse Bioma rico e deslumbrante em suas infinitas sutilezas.

    De fato, renova a alma!

    Parabéns!

    Danilo Santos da Silva
    Geógrafo Gestor Núcleo Picinguaba
    Parque Estadual Serra do Mar

    Curtir

  • flm disse:

    sou eu que agradeço, danilo.
    as vizinhanças do seu parque (sta. virginia) são personagem do meu filme. v tem nas mãos um dos reamanescentes mais bonitos da MA.
    cuide bem dele para nossos filhos e estarei bem pago!

    Curtir

  • Alex Knupp disse:

    Olá Fernão.

    Adorei o documentário “Mata Atlântica e Os Ciclos da Vida”. Gostaria de apresentá-lo na escola aonde estudei e morei quando criança, interior do Estado do Rio de Janeiro.

    Como podemos adquiri-lo?

    Parabéns pelo trabalho que deixa qualquer um que já teve contato com a Mata Atlântica, maravilhado!

    Curtir

  • flm disse:

    obrigao, alex.
    infelizmente o filme em dvd esta esgotado.
    mas v pode ve-lo ou exibi-lo no computador aqui mesmo no vespeiro, neste link:

    http://vespeiro.com/2013/03/26/a-mata-atlantica-e-os-ciclos-da-vida-2/

    Curtir

  • Cida Taiar disse:

    Sobre A Mata Atlêntica e os Ciclos da Vida: em vista do sucesso, não valeria a pena reeditar o documentário? Pense nisso, Fernão. Sei de gente que gostaria de enviá-lo a amigois no exterior.
    Abração.
    Cida

    Curtir

  • Cida Taiar disse:

    Em vez de “reeditar” (nada poderia melhorar a edição) leia “relançar”.

    Curtir

  • flm disse:

    lamentavelmente, cida, os produtores associados parecem desinteressados nisso.
    mas vou ver o que posso fazer para superar esse obstáculo.

    Curtir

  • Eliana Gomes Viana Pires disse:

    Olá Fernão, é bom sabermos de alguém que aborda assuntos sem sombras de demagogia, demonstra ser um indivíduo que está a buscar um bem maior em cada expressão, independente da causa. Parabéns.

    Curtir

  • Antonio Brito disse:

    Já vi três vezes o magnífico documentário “A Mata Atlêntica e os Ciclos da Vida” no canal a cabo +Globosat. Gostaria imensamente de ter uma cópia em DVD para fazer trabalho educacional e para difundí-lo entre todos os meus amigos e parentes. O texto, fotografia e montagem é irretocável. Penso que valeria sim, todo o esforço para a produção de mais cópias em DVD. Se isso acontecer, por favor inclua meu email na divulgação para que eu possa adquirir cópias (britoalmg@gmail.com).
    Parabéns e grande abraço.
    Antonio Brito.

    Curtir

  • flm disse:

    obrigado eliana, obrigado antonio…

    Curtir

  • Zé Rezende disse:

    Arrumou mais um adepto. Me desculpe a ignorância , mas o artigo de hoje do Estadão é o segundo escrito por vc em curto espaço de tempo que me chamou atenção. O primeiro foi o obituário do Dr Rui.
    Passou da hora de voltarmos a ter textos diretos e claros que traduzam a voz dos desprezados.
    Saudações

    Curtir

  • Também estou atenta e muito interessada

    Curtir

  • Raquel Marques disse:

    Olá Fernão, a-do-re-i o filme A Mata Atlântica e os Ciclos da Vida… Já assisti 3 vezes na TV. Sempre que posso assisto às reprises e me deleito com a paisagem, sua narrativa, que é fenomenal. Gostaria muito de ter uma cópia em DVD. Soube que não é possível, pois esgotou. Assim que tiver disponível gostaria de tê-lo. Se precisar de colaboradora para o próximo filme, me candidato, sempre tive o desejo de me embrenhar na mata e curtir a vida primitiva. Parabéns. Grande abraço.
    Raquel Marques

    Curtir

  • flm disse:

    obrigado, raquel
    incentiva muito receber comentarios como este seu!

    Curtir

  • Ronaldo Vieira de carvalho disse:

    Descobri o seu blog hoje (10/07).É uma arma poderosa!Vou divulgar o mais que posso!Tem um “arzinho”de tio Julinho,um”ar de tio Ruy e um “arzão”danado de Fernão.Lí num comentário que é transparente com o piu do macuco.Concordo e acrescento que o piu também é “denso”. parabéns Fernão.

    Curtir

  • Carlos Eduardo Laraya Glueck disse:

    Oque você acha de fazer uma pagina do Facebook?

    Posso te ajudar a Administrar e a divulgar o seu blog no Facebook…

    Acha uma boa?

    Abraços

    Carlos

    Curtir

  • João disse:

    Fernão,

    Vamos começar a colher assinaturas para que o Voto distrital com recall seja incluído como opção na reforma política que os deputados vão preparar nos próximos 90 dias?

    Curtir

  • Eliana Gomes Viana Pires disse:

    Tem o meu apoio para esta causa.

    Curtir

  • paulzooom disse:

    “Deitado eternamente em berço esplêndido” Não, estamos acordando…chega de impunidade e corrupção. Chega de ser QUINTAL dos EEUU…

    Curtir

  • João disse:

    Perfeito Fernão. Conte comigo. João

    Curtir

  • Carlos Eduardo Laraya Glueck disse:

    Ola a todos e ao Fernão.

    Já esta feita a pagina do FaceBook para o Vespeiro… Veja se esta bom e se precisa alterar algo ou mesmo apagar.

    Quem mais quiser ajudar na administração da pagina é só falar comigo.

    A pagina: https://www.facebook.com/pages/Vespeiro/413757772072909

    Abraços

    Carlos

    Curtir

  • Joao disse:

    Pessoal,

    Até onde eu sei, uma petição para ter força precisa ter assinaturas. A página do Facebook está é um ótimo progresso mas com respeito a petição não tem o mesmo efeito a não ser que a gente adicione um app (que eu nem sei se existe mas posso investigar) que capture assinaturas eletrônicas. Podemos usar o Facebook se alguém confirmar que tem serve ao nosso fim, ou posso fazer o set up de uma petição no AVAAZ para nós.

    Curtir

  • Nilson Luz disse:

    Muito bem, é por ai, esse vespeiro vai tirar as mordomias desses parasitas da nossa política.

    Curtir

  • Flavio Christianini disse:

    Compartilhei seu artigo de hoje na Folha de São Paulo para ajudar a divulgar o voto distrital com “recall”. Já havia ouvido falar mas nunca tinha lido a respeito. Quem sabe um dia conseguiremos implantar esse voto em uma reforma política. Com os políticos que estão aí eu duvido, mas não custa nada divulgar. Vamos em frente.

    Curtir

  • o escopo principal da “reforma política” é a manutenção da babaquice corruptora que, desde 1889, invade a federação e todos os federados, inclusive os que não gostaram da quartelada de 15 de novembro, urdida na complacência de um adoentado, Deodoro. Somos pelo autogoverno com Regiões Administrativas Especiais, algo que soa bem à liberdade, igualdade e fraternidade, que nos transmitem Cingapura, Macau e Hong Kong, centros internacionais de investimentos. E como!
    W.Paioli, presidente AME FUNDAÇÃO-amefundacao@gmail.com

    Curtir

  • Zé Rezende disse:

    CARO FERNÃO, A RESPEITO DE “VAGANDO PELO DESERTO “DE HOJE, 14/08/13, CONCORDO PLENAMENTE MAS ACHEI UM POUCO REBUSCADO, MAIS IRADO DO QUE DIDÁTICO.MUITOS AMIGOS COM QUEM FALEI APÓS SEU ARTIGO ANTERIOR, ALÉM DE MIM MESMO, NÃO CONHECIAM A POSSIBILIDADE DO RECALL.
    PEÇO QUE CONTINUE COM SEU ESTILO DIRETO, CLARO, POIS VOCÊ TEM AS FERRAMENTAS, A CAPACIDADE E A TRADIÇÃO PRA ENCABEÇAR ESSA ONDA.
    COMO DIZIAM SÁ E GUARABIRA, “O SERTÃO VAI VIRAR MAR”
    VAMOS FAZER ESTE SERTÃO VIRAR MAR

    Curtir

  • flm disse:

    v tem razão, zé,
    é que este é o oitavo da série e eu o dirigi mais à imprensa que ao público.
    mas vem mais por aí, enquanto houver bits neste computador!

    Curtir

  • Não acreditamos em voto distrital, porque qualquer reforma DE CIMA PARA BAIXO é enganação pura, embuste, proselitismo apenas. Aliás, eles fazem isto desde 1889, ops, desde 1822, tapeando o povo que paga seus salários. Reforma só com AUTOGOVERNO conforme Pacto da ONU, de 26/12/1966, que a América do Sul DESCONHECE, ou finge desconhecer, pois cortaria privilégios e impulsionaria o Brasil a rumos altíssimos com ECONOMIA FORTE e PIB de causar inveja a outras nações. Waldemar Paioli, presidente AME FUNDAÇÃO MUNDIAL DE ECOLOGIA – amefundacao@gmail.com

    Curtir

  • Pedro Hungria Mendes de Castro disse:

    Boa Fernão, você sempre foi um guerreiro. Parabrns, lei sempre as suas colunas. Abraço

    Curtir

  • Ricardo disse:

    Divulgarei e incentivarei o voto distrital com recall. Agora uma duvida: como funcionaria mos cargos executivos?

    Parabéns pelo trabalho!

    Obrigado.

    Curtir

  • Gostaria de receber os textos postados. Senti alma, corpo e engenho em todos que conheci. Parabéns.

    Curtir

  • Edgard Poças disse:

    Fernão.

    aqui vai um endereço,

    pra quem quizer ver o poeta da vila, vivo, se mexendo, o Braguinha e o Almirante,tambem, o Bando de Tangarás.

    Maravilha ver o gênio de “Quem acha, vive se perdendo…”, “Conversa de Botequim”, “Gago Apaixonado”, “Feitiço da Vila”, “X do Problema”…, no único filme que o tempo, nos deixou desse cara que morreu antes de completar 27 anos, o nosso querido Noël; repare ele, atrevido, ponteando na viola. Daí pra frente, é a cigarra vadia, a paixão, até amanhã, se Deus quizer, até o utimo desejo.

    Abraço

    edgard

    PS: Ontem estive com Orestes Barbosa, que te mandou um abraço, e disse que está compondo, com o Sylvio, uma música que vai se chamar “Chão de Estrelas”; gostei da idéia.

    Curtir

  • Olá, Fernão Lara Mesquita,
    Um amigo me indicou o excelente artigo do dia 17/9 no Estadão e gostaria de mexer no vespeiro do “jornalismo como instrumento de reformas”. Veja o que penso e faço em http://www.avozdocidadao.com.br
    caso se interesse proponho nos conhecermos e trocar algumas ideias. estou no Rio, mas podemos marcar em SP.
    abraços e parabéns
    Jorge Maranhão

    Curtir

  • José Luiz Mancusi disse:

    Fernão,
    Bom dia!
    Sou seu seguidor em Vespeiro, desde que ouvi sua entrevista na Jovem Pan sobre voto distrital com recall. Parabéns pelo seu blog!!! Cada artigo supera o anterior em inteligência, brilhante análise e conhecimento de causa. Este último do aquecimento global foi direto ao ponto. Não suporto mais a hipocrisia dos nossos governantes!
    Sou leitor do seu pai (Estadão) há mais de 30 anos e admiro sua família e a trajetória brilhante de todos vcs.
    Por favor, vc poderia me enviar o seu e-mail ?
    Não gosto de Twitter. Prefiro o e-mail.
    Muito obrigado!
    Abração,
    José Luiz Mancusi

    Curtir

  • Fernão, salve!

    Gostaria muito de entrar em contacto com você por mail. Como devo proceder?

    Agradeço antecipadamente.

    Cordialmente,

    José Horta Manzano
    http://www.BrasildeLonge.com

    Curtir

  • Fernão: sou assinante do Estadão e acompanho seus artigos propondo voto distrital com recall, acho também que é uma das soluções para o pântano político do Brasil.
    Se puder me fornecer seu endereço postal, gostaria de te enviar uns livros (sou escritor). Grat!
    Domingos Pellegrini
    d.pellegrini@sercomtel.com.br

    Curtir

  • Cleria Valle disse:

    Li o seu texto “Do pecado à absolvição original” de hoje, no Estadão, e me lembrou muito o processo de análise de recursos de multas de trânsito. O Jari, que analisa recursos de 1a. instância, só verifica se o enquadramento está de acordo com a infração cometida, isto é, analisa apenas a forma. Tanto que, invariàvelmente, mesmo juntando todas as provas possíveis no recurso, este é negado na 1a. instância, tendo que encaminhar o 2o. recurso à Ciretran, que aí sim analisa o mérito. É uma triste e deplorável realidade!

    Curtir

  • Vera Azevedo disse:

    Li seu artigo no Estadão de hoje e gostei muito. Lúcido, corajoso e pertinente até o último ponto.

    Curtir

  • Pedro Passarella Neto disse:

    Ouvi sua participação na Band e tenho comigo a certeza de que o voto distrital é uma excelente solução… agora ficou muito melhor com o recall., o que precisamos fazer para tornar realidade?

    Curtir

  • flm disse:

    precisamos apenas e tão somente querer, pedro. mas tem de querer o bastante para sair por ai fazendo mais e mais gente querer.
    se a gente acreditar, a gente ganha.
    quando esse querer estiver na cabeça de um numero suficiente de brasileiros, ele encontra um meio de se expressar com a força necessaria para se tornar irresistivel.
    veja o artigo “Natan Donadon disse tudo” e depois siga os links indicados lá.
    isso te dará os argumentos pra trazer mais gente pra esse querer.

    Curtir

  • VALDIR disse:

    MUITO BOM FERNAO PRECISAMOS MUITO MAIS GENTE IGUAL A VC QUE NAO TEM MEDO DE DIZER O QUE ESTA VENDO. UM FORTE ABRAÇO

    Curtir

  • Tô adorando Fernão….to com o Nico….país de merda!

    Curtir

  • Antonio Carlos Bley Pizarro disse:

    Mandei isso para Rádio Bandeirantes, hoje, dia 12 de março:
    “Foi como lavar a alma a manifestação do Fernão Lara sobre o trato da Imprensa sobre o jogo político atual. A Imprensa age como se essa porcaria política fosse a coisa mais normal do mundo. Obrigado, Fernão”.

    Curtir

  • VALDIR disse:

    nao sei se a marcha pela familia conseguira trazer beneficios imediatos,mas ja e um começo;temos que mobilisar nosso povo a votar contra esta corja e ladroes despudorados e cinicos. e mais ,ja imaginou se em 64 o exercito nao tivesse intervido conyra a anarquia que nestes merdas que ai estao queriam? estaria muito pior apezar de se ter dificuldade de se entender um coisa pior que o que estamos vendo. ACORDA BRASIL!!!!!!

    Curtir

  • Tannus Fatima disse:

    PARABÉNS FERNAO !!!!!!!!!!!!!

    Curtir

  • Jorge Boabaid disse:

    Prezado Sr Fernão Lara Mesquita!!
    Acabei de ler seu “testemunho de 1964″e gostaria de parabenizá-lo pela coerência e simplicidade do texto. Sou um estudioso do assunto e procuro ler e escutar posicionamentos diversos… de preferência imparciais, ou seja, busco ouvir a opinião de gente que viveu aquela época e não está impregnada de ideologia radicais, tanto à esquerda como à direita.
    A lucidez de suas palavras é uma luz nesse volume de informações distorcidas e tendenciosas que parte da mídia (irresponsável) vem veiculando nos meios de comunicação.
    Quem estudou um pouco de história veria que suas palavras resumem com exatidão uma fase conturbada (para alguns nem tanto) pela qual passou o Brasil.
    Ficarei atento ao seus textos, independente do assunto!!
    Mais uma vez parabéns! Brilhante!

    Curtir

  • Frank Chen disse:

    Caro Fernao Lara Mesquita,

    Otimo artigo, resumido e objetivo. Vivemos o mesmo peiodo e de fato ja esta cansando a versao unilateral do fato. Muito bom.

    Curtir

  • Parabéns. Descobri agora este templo do saber que só um bom brasileiro e competente jornalista é capaz de manter. Felicidades e vida longa para você e seus escritos…

    Curtir

  • Charlles Lubacheski disse:

    Sou militar e acadêmico de historia e concordo com o colega Jorge Boabaid e o parabenizo pela sua lucidez.

    Curtir

  • Ricardo Pinheiro disse:

    Fernão Lara,

    Não conhecia seu trabalho neste blog embora já tenha lido muitos artigos no Estadão em anos anteriores.
    Hoje recebi um mail de amigos onde citavam seu excepcional texto “1964 – um testemunho”.
    De tudo que li sobre 1964 e aprendi seu texto corroborou. Sempre achei que em vez de briguinhas de quem cuspiu primeiro deveriam ser estudados os “porquês” se chegou ao que se chegou e não deixarmos que algo parecido se repita no país.
    Parabéns pelo belo trabalho.

    Curtir

  • Carlos Gama disse:

    Excelente e bem fundado o seu texto “1964 – um testemunho”. Todavia, peca ao afirmar que ninguém havia sido preso e nem torturado antes de outubro de 1965; o navio Raul Soares era uma das testemunhas desse quadro.

    Curtir

  • Sandra Vieira disse:

    Finalmente, alguém falando sério e mostrando verdades que ninguém quer mostrar.
    Parabéns!
    Tenho compartilhado seus artigos no meu facebook. Quem sabe consiga abrir os olhos de algumas pessoas.
    Minha indignação é tanta que não cabe mais dentro de mim. Mas, sou só uma gotinha no oceano e o desânimo já tomou conta. Será que o povo não vai acordar nunca?

    Curtir

  • flm disse:

    é verdade, sandra.
    mas sem cada gotinha não ha oceano.
    não subestime a sua força.
    a vontade pode torna-la irresistivel!

    Curtir

  • Gustavo Silvestre disse:

    Prezado Fernão,
    Minha resposta ao seu artigo de ontem no Notas e Informações. Acabei de publicar e vim aqui trazer o link. Grosseiro e descortês, porém, escrito com toda sinceridade.

    http://testemunha-do-caos.blogspot.com.br/2014/05/carta-aberta-fernao-lara-mesquita.html

    Curtir

    • fernaslm disse:

      nao escrevo artigos em notas e informações desde 2003 e nem possuo um jornal. possuo este blog.
      quanto ao resto, prezado gustavo, não perderei tempo em argumentar em torno dos obscuros fragmentos de ideias espargidos em torno desta tão reveladora coleção dos espasmos das suas emoções que v. me dedicou.
      o sr. já tem todas as certezas de que precisa. tantas que já pode se candidatar a ser – se ainda não for – mais um dos blogueiros do tio franklin. aí sim é que se ganha uma graninha neste Brasil novo que você está ajudando a criar.

      Curtir

      • Gustavo Silvestre disse:

        Fernão,

        Do jeito que você se refere, até parece que estou falando com o porteiro do Estadão. O sr. não se esqueça de que o Brasil que você ajudou a criar foi o que nos levou a esta situação. Vim meramente comunicar minha opinião e considero o cúmulo um jornal promover agitação política a fim de chamar os militares de volta (como se não restassem outras opções).

        Quer falar sobre o PCC queimando ônibus em SP? Fale também como a “versão local do CV” é produto da mistura de prisioneiros políticos e bandidagem comum feita nos anos 1960 e 70 pelos militares.

        Fale também que Golbery do Couto e Silva entregou as academias brasileiras nas mãos dos comunistas, permitindo que a subversão se tornasse culturalmente hegemônica;

        Aproveite para comentar sobre a cassação de JK e Carlos Lacerda;
        Não se esqueça de observar o tratamento vip dado a comunistas perigosos, desde Quartim de Moraes (hoje fundador do CEMARX-IFCH-UNICAMP), passando por Dirceu, Genoíno, Lula e Dilma. Desta lista, três são apontados como torturadores no Araguaia. Dois estão presos, graças à democracia e não à ditadura;

        Lembre-se também de como os militares quebraram o pacto com os civis (entre os quais, seu pai incluso) ao decidirem manter-se no poder, portanto são MENTIROSOS;

        Com frequência, ouve-se da polícia que a criminalidade atual se deve a uma fragilidade na Constituição de 1988. Oras, toda obra tem sua pedra angular: a da CF/88 foi a Lei da Anistia, que libertou todos os criminosos terroristas e criada por quem? Militares…

        Não estou aqui generalizando, mas há sim certa casta de militares safados, indecentes, conspiradores e golpistas que deve ser repudiada com a mais absoluta veemência. Me parece, inclusive, que é com estes que o sr. dialoga. Vamos ficar indo e voltando, entre democracias e ditaduras, feito ioiô até quando? Olhando pra trás agora, me parece uma benção aguentar o Jango terminar o mandato, pelo menos naquela época tinha partido de direita. Hoje temos o que? PSDB! Hahaha!

        Mas o que me deixa com nojo mesmo é esse bafafá sensacionalista por causa de black bloc! Todo mundo sabe que são três moleques que estão por trás disso, um já sem olho e outros dois menores de idade. A “copa do povo” também foi feita pelos mesmos organizadores. Toda a esquerda odeia esses caras justamente porque estão estragando os planos da Dilma de fazer uma copa tranquila e ganhar as eleições de tabela… a direita devia estar grata! É mentira que o PT banca esses caras.

        Minhas “ideias espargidas” pelo menos não fazem mal a ninguém, apenas refletem a opinião de UM indivíduo. E, não, eu não sou pago por Franklin Martins. Estou do lado do bem. Que absurdo…

        Curtir

  • Mário Ribeiro Filho (Ucho) disse:

    Prezado Fernão,

    A Copa está chegando e o povo está frio, cabreiro.
    Os canais de TV bombam notícias e comerciais para criar um clima de euforia, de vamos lá!
    E o brasileiro? Continua desconfiado.
    Os meios de comunicação torcem para que o Brasil chegue a final, custe o que custar. Carecem desse mês de euforia, para faturarem. Mas os torcedores matreiros ainda estão com as bandeiras enroladas.
    Dona Dilma e seu staff contorcem pela vitória, pois o hexa anestesiará os escândalos e os vexames do seu governo.
    O palco e os estádios estão prontos ou quase prontos. A segurança redobrada e a borracha dos cassetetes de molho, a espreita de qualquer tumulto. As eleições se avizinham. Os debates e as manifestações tendem a se aquecer. Existe o risco de torcedor e eleitor se confundirem. O campo de batalha poderá ser um só.
    Como em futebol tudo pode acontecer, embora não seja o meu desejo, imaginem se o Brasil tropeçar na fase de grupos?
    Suponhamos que nossa seleção perca o primeiro jogo para a Croácia e empate o segundo com o México, ou vice-versa. O tic-tac de espera até o terceiro jogo será deveras tenso. O pavio estará aceso.
    O Brasil precisará ganhar de Camarões a qualquer custo e talvez com muitos gols. Caso contrário, acabou a Copa.
    Se formos desclassificados na 1ª fase, a turba tomará as ruas, mesmo debaixo dos cassetetes. Os jogos restantes serão um deus-nos-acuda.
    Ajuízo que o Joseph Blatter e o Marin já refletiram sobre esta possibilidade e devem ter alguma carta na manga. Talvez, precavidos, já arranjaram um juiz do tipo Renan Calheiros para salvar a Copa.

    Que este pavio não acenda!

    Ucho Ribeiro
    Montes Claros/MG

    Curtir

  • O PT tenta desesperadamente aferrar-se ao poder, depois de prostituir várias instituições, comprar bancadas inteiras de partidos e de assaltar como bárbaros os cofres públicos. A sociedade brasileira assiste inerme a essa conquista viciosa do poder, um golpe branco como poucos existiram no mundo. Se não resistirmos, o Brasil vai afundar num bolivarianismo light, um governo controlado por uma organização criminosa que só se distingue dos nazistas por não ter milicias armadas caçando seus inimigos pelas ruas. Os novos gangsters empregam outros meios para os mesmos fins.

    Curtir

  • luiz disse:

    Descubram o que pauta a imprensa “séria” brasileira- porta dos fundos “fofoca” SENSACIONAL!!

    Curtir

  • carlos cotrim disse:

    é o estadão com outra roupa pregando outro 64 e outro 89…

    Curtir

  • Mario Cohen disse:

    Fernas parabens pelo artigo de hoje na Folha, a perda do judiciario foi um golpe mortal….. sugiro que acompanhe o Pepe Mujica presidente do pais hermano aonde tenho estado com frequencia pra cuidar das oliveiras, pra teu conhecimento nosso comum amigo Don Lucanor Batista pegou suas pranchas e se mudou pra lá.
    Sauuudades e um abraço desde copacabana do mario

    Curtir

  • Gustavo Silvestre disse:

    Fernão, você ficou de me chamar pelo facebook, te mandei o link do meu perfil há alguns dias, mas acho que não viu. Sinto que lhe devo desculpas sobre o caso “copa do povo”, haja vista que o carreirista esquerdista Boulos agora pode satisfazer-se da glória de ter logrado sucesso em chamar para si a tão almejada atenção dos mais elevados escalões golpistas-castristas sentados em seus tronos em Brasília. Dediquei parte do final de semana para ler mais dos seus artigos aqui publicados e vejo que pensamos semelhante.

    Só gostaria de explicar que realmente fiquei muito puto com aquele artigo que saiu na terceira página. Já atuei em militancia de movimento social quando era universitário, portanto sei pela experiência de como estas militâncias são pelotões de idiotas-úteis acatadores de ordens e repetidores de discursos saídos da vitrola. Nunca tive liberdade de questionar nada. Em dada ocasião, me vi cercado de criminosos. Muito embora eu não seja anarquista, menos ainda um vândalo, há entre eles um clima totalmente diverso, razão pela qual tiro o chapéu ao menos pelo fato destas pessoas não estar interessadas em se “vender” pro governo. Há provas fartas neste sentido.

    Infelizmente receio que tal movimento será sufocado em breve pelos que se julgam donos do país e da vida alheia. Amanhã será dia de mais uma manifestação e pretendo fazer registro da mesma. Apesar dos cuidados que tomo (como por exemplo ir vestido de BRANCO), espero não acabar tomando porrada, pois a polícia tem sido sacana em várias situações, não apenas contra a mídia alternativa, mas fotógrafos e jornalistas em geral. Deseje-me sorte. Abraços.

    Curtir

    • flm disse:

      como ja disse, gustavo, nao tenho nada a ver com o que o jornal o estado de s. paulo escreve ou deixa de escrever, exceto pelo que ele eventualmente publique assinado por mim, o que acontece muito raramente.
      quem le o vespeiro sabe, alias, que frequentemente tenho criticado esse jornal, ainda que muito mais pelo que ele deixa de escrever do que pelo que ele escreve.
      no mais, boa sorte porque realmente nao tem dado tempo para mais que isso.

      Curtir

  • erico jp veiga disse:

    adicionei aos favoritos. vou me inteirar acerca do “recall”, pois o distrital
    é de meu pleno conhecimento. creio ser o caminho para melhorar o sistema eleitoral. abraço – erico

    Curtir

  • ANDRE disse:

    BOAS,TENHO UM PROJETO, QUE NO MEU ENTENDIMENTO TEM UM GRANDE POTENCIAL, GOSTARIA DE SUA OPINIAO E AJUDA. GRATO DESDE JA.
    ATENCIOSAMENTE ANDRÉ W. NOGUEIRA

    Curtir

  • Aloisio Christiansen disse:

    Sua matéria de hoje está perfeita e o futebol é imprevisível e pode acertar o rumo…

    Curtir

  • Nelson Câmara disse:

    Caro Lara Mesquita. Parabéns pelo seu artigo de hoje na Pg. A2,
    no Estado de São Paulo.
    Gostaria de lhe enviar meu romance histórico ” Corações Partidos- 1932″, prefaciado pelo Acadêmico Renato Naline. Posso enviar para qual endereço?
    Um abraço
    Nelson Câmara

    Curtir

    • fernaslm disse:

      obrigado, nelson,
      envie para o jornal que ele chegará a mim.
      Jornal O Estado de S. Paulo
      seção Espaço Aberto
      av. Eng. Caetano Alvares 55
      02598-900 SP SP

      Curtir

  • Que maravilha de matéria aquela do estadão,
    O 9 DE JULHO, DE GETÚLIO AO PT.

    Parabéns

    Curtir

  • Marcos Souza disse:

    Fernão

    A História do Brasil sempre foi o meu hobby, principalmente agora que tenho mais tempo. Só assim entendo porque somos assim e não ao contrário!

    O artigo ” O 9/7, de Getúlio até o PT” , resume este período de maneira especial, para ser lido e relido. E mostrado aos filhos e amigos ( já o fiz).

    Mas, sobretudo, demonstra que o DNA da família está vivo como nunca. Seus pais e avós escreveriam da mesma maneira. Estariam orgulhosos. E, nós, também. Abraços

    Curtir

  • Junior disse:

    Oi Fernão, tudo bem

    Parabéns pelo seus textos, são excelentes e refletem muito bem o que tem ocorrido no Brasil atualmente. Poucos ainda se dão conta do que tem acontecido por aqui.

    A única coisa que me incomodou aqui foi o comentário onde você diz que acredita no jornalismo como instrumento de reforma. Os revolucionários que estão destruindo este país também acreditam no jornalismo como instrumento de reforma/revolução.

    Acho que o jornalismo como um olhar para a VERDADE é o que deveria pautar vocês jornalistas. Se pelo menos alguns profissionais tivessem a coragem de expor a verdade no passado não estaríamos na situação onde estamos agora. Sabemos que a grande maioria deles são tendenciosos, omissos e não verdadeiros

    Abraços

    Curtir

    • flm disse:

      ola, junior.
      são maneiras diferentes de dizer a mesma coisa.
      a procura da verdade (segundo a lei da prova cientifica de karl popper, que manda procurar com tanto empenho a prova que confirma a sua teoria quanto a que a desmente, conforme recomenda paul johnson) é “o” iperativo ético do jornalismo, ferramenta institucional das democracias.
      só o jornalismo que se pauta por imperativos éticos pode, portanto, reivindicar esse papel de 4rto poder, alias. e o leitor intuitivamente sabe disso e pune os que mentem, ou os abraça irracionalmente porque é mentiroso também.
      feita a ressalva, sim, a função dos que se empenham em buscar a verdade é sugerir, induzir e cobrar reformas, que são o antídoto das revoluções que são sempre o fruto de uma mentira.
      historicamente falando, aliás, só ocorreram reformas nas pouquissimas democracias, entre as poucas verdadeiras que ha no mundo, quando e porque a imprensa forçou que acontecessem.
      quem esta no poder e tem a força para mudar as coisas em geral não quer que elas mudem. mudar é, para eles, perder o poder.
      não tem nada a ver com manipulação e aparelhamento ideológico que são só outro nome da mentira e servem à revolução, um mal que murcha diante de reformas.
      a revolução é sempre uma explosão diante da impossibilidade de se conseguir reformas.
      exatamente por isso o principal objetivo do ferramental institucional democratico, do qual a imprensa faz parte, é facilitar e ate insuflar a reforma permanente, por dentro dos canais institucionais.
      os antidemocraticos odeiam a imprensa, as reformas e os reformistas com a mesma devoção porque são todos contravenenos que anulam o deles.

      Curtir

      • flm disse:

        se quiser ler um livro novo e fascinante sobre o tema e que, ainda por cima contem uma utilissima receita para o Brasil de hoje que corre quase exatamente com 100 anos de atraso em relaçao ao que se relata la, é este:
        THE BULLY PULPIT (e ha um longo sub-titulo), de Doris Kearns Goodwin, onde se relata como Theodore Roosevelt, com a ajuda imprescindivel da imprena com quem ele soube lidar para o bem melhor que ninguem mais na historia do Ocidente, conseguiu pegar um pais podre e a beira de um desastre e transforma-lo no que se transformaram os Estados Unidos do seculo 20.
        vale a pena e nunca foi tao oportuno quanto para os brasileiros de hoje.

        Curtir

      • flm disse:

        nesse livro conta-se a historia de como o verdadeiro jornalismo investigativo e a primeira e unica grande reforma da democracia moderna nasceram juntos

        Curtir

  • Acidxfactory disse:

    …e quem diria que neste meu processo contínuo de aprendizagem eu iria encontrar as respostas a muitas das minhas dúvidas, aqui no blog do lado?! O meu (blog) fechou permanentemente para férias. Vim para o Brasil :) Passe por lá. Pode ser que tenha algumas informações de Portugal que desconheça. Abc.

    Curtir

  • valdir disse:

    i´dont know you my brother fernao,but i like of the way you explain the things for as . health a power for you .

    Curtir

  • Gustavo Goncalves (Silvestre) disse:

    Fernao, voce deletou o artigo “Getúlio “modernizou o Brasil”?” O artigo estava bom! Se nao deletou, nao encontrei aqui o link, so’ recebi por email. Espero que nao tenha sido censura do PT, coisa que virou comum no facebook.

    Abs
    Gustavo.

    Curtir

    • flm disse:

      aqui nao tem censura, gustavo, ainda…
      estava preparando a publicaçao por um celular com recursos limitados e foi publicado acidentalmente.
      o artigo foi escrito para o jornal O Estado e sai nele amanha, quando sera publicado tambem no Vespeiro

      Curtir

  • Paulo V. da Rocha disse:

    Sr. Fernão,
    Parabéns pelo seu artigo sobre a “farsa Getúlio”. Tudo muito pertinente e verdadeiro!
    Permita-me, apenas, uma observação. O uso da palavra “medieval” como sinônimo de atraso deve ser extirpado! Os estudos mais recentes de historiadores medievalistas provam e comprovam que aquele NÃO FOI um período de atraso na civilização ocidental. Ao contrário, houve grande desenvolvimento em todas as áreas!
    Exemplo, as Universidades e os Hospitais são instituições medievais!
    Sds
    Paulo V. da Rocha
    São Paulo

    Curtir

  • flm disse:

    é verdade, paulo!
    ate a ordem institucional era mais “democratica” do que se tornou depois com o absolutismo. a “lei comum” baseada na tradiçao e no precedente como continuam sendo as das culturas saxonicas era um patrimonio comum de toda a europa, portugal inclusive, e as variaçoes da “curia regis” eram cortes de justiça certamente menos enviesadas do que são as nossas hoje…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.099 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: