Sua avó subiu no telhado…

12 de fevereiro de 2014 § 3 Comentários

a2

Mais que o que virou o Brasil do PT o mundo descobriu – tarde demais para ser útil – quem é o PT do Brasil. Pra eles, sem problemas. É só vender as posições nas bolsas “emergentes” e a gente que se rale. Mas quanto valeu aquele “Este é o cara!” e aquele Cristo decolando para derrubar a última linha de resistência de um Brasil que sempre soube com quem estava lidando e, exatamente por isso, resistiu 30 anos a esse canto de sereia, a gente ainda está para ver.

O Cristo virou para baixo, desembestado como o rojão que matou o cinegrafista; a imprensa Europeia dá capas e mais capas sobre o que pode vir a ser a Copa com a brutalidade e o crime fora de controle; Janet Yellen falou e disse, mas agora é tarde. Ficamos nós com o abacaxi pra descascar e que é dos mais cabeludos.

Os sinais, cada vez mais, são de que o PT “assumiu”. Não quer mais convencer; quer comprar a eleição nem que tenha de quebrar o país inteiro para isso.

a3

Ha mais uma chance agora que a Aneel emitiu um relatório avisando que é necessário aumentar o preço da energia já para perfazer ao menos os 5,5 bilhões de reais de buraco, pouco mais ou menos, que ficaram entre a “redução do preço da energia” por decreto com que dona Dilma praticamente abriu sua campanha eleitoral ha um ano e meio e o que o Tesouro (nós, os que pagamos quase 40% do PIB em impostos) enfiou nas elétricas para cobrir o rombo aberto por essa esmolinha eleitoral. Mas a julgar pelo que foi feito com o preço dos combustíveis, que arrasta junto com a Petrobras toda a cadeia do álcool pro buraco, parece que eles vão apostar na mentira até à última carta.

Se confirmar isso depois do relatório que recebeu de seu ex-conselheiro de confiança, Mario Veiga, da PSR Consultoria, sobre o verdadeiro estado de coisas na sua antiga área de especialização – a de energia – dona Dilma estará dando o veredito final sobre si mesma.

a8

O que diz esse especialista acatado por todos, a começar pelo próprio PT, como uma das maiores autoridades do país no assunto, é que a crise do setor de energia elétrica “é muito grave” e a causa principal do problema “não é a falta de chuvas mas sim a de investimentos e gestão tanto na área de geração quanto na de transmissão de energia”, nesta entrada do 11º ano de governo do PT. O nível mínimo de segurança do sistema é dispor de 5% a mais que a carga máxima consumida e em janeiro ficamos abaixo de 1%. Mesmo que chova canivetes daqui pra frente, diz ele, o país não escapará, nos próximos dois anos, de problemas sérios de fornecimento de energia.

Os rombos mal escondidos por baixo do tapete abertos pelas “desonerações” seletivas de impostos, pela meticulosa incapacidade gerencial e pelo emprego em massa da militância petista e mais a catravaiada toda da horda de comerciantes de governabilidade na máquina do Estado, com a correspondente explosão dos custos a que se referiu indiretamente Janet Yellen em seu discurso de ontem, estão por todos os lados e a corrida ao dólar já começou.

a6

Tudo indica, portanto, que estamos entrando na segunda fase dos processos do gênero que é aquela em que o mercado se convence de que a vaca foi pro brejo e isso torna impossível que ela saia de lá porque, se mesmo quando os fatos não correspondem ao que o mercado acredita que vai acontecer aquilo acaba acontecendo porque ele passa a agir em função do que acredita, imagine-se com os fatos ajudando…

E que fatos são esses?

Os que corroboram que a cada sinal adicional do agravamento da crise mais o PT se concentra em ocupar o Estado, comprar a eleição e preparar-se para seguir aferrado ao poder a qualquer custo nos dias de apoio popular minguante que está prevendo pela frente. Não se movem para enfrentar os problemas, só para negá-los ou para adiá-los pra ver se dá tempo.

a4

Eles começam a ter dúvidas de que a eleição vá ser o “passeio” alardeado, tão rapidamente se vai carregando o céu no horizonte. Mas não se “avexam“. Dobram a parada. Tudo ou nada!

O mau sinal é que os preparativos concretos não são para “o que vamos fazer com o país que conquistarmos“. São, cada vez mais ostensivamente para prover os meios e modos de não larga-lo mais depois que a conta for aberta no dia seguinte e a vida se mostrar como ela é para a multidão dos eleitores iludidos de hoje. Estão tratando é de ir preparando um amanhã sem votos.

Ganham força as correntes mais reacionárias e anti-democráticas dentro do partido. Seus próceres desafiam e sabotam o último bastião da resistência no Supremo Tribunal Federal até quando ele sai de férias. O partido dispensa os moderados e arma em postos-chave a turma do “controle da mídia”; substitui os últimos técnicos dos ministérios por quadros políticos explicitamente inspirados pelo lema “tudo pela eleição”; coloca o ex-advogado de José Dirceu para zelar pela lisura do processo eleitoral; conspira com os sabujos do Legislativo para tirar do Ministério Publico o poder de julgar crimes eleitorais; empurra a campanha pelo fim das doações privadas de campanha (agora só valem os bilhões da esmola oficial e dos pequenos luxos da massa subsidiados pelo Tesouro); multiplica os assassinatos de reputações.

a11

E enquanto “mais e mais médicos”  cubanos correm na direção contrária, dona Dilma, sempre que pode – entre um fado e outro – dá um pulinho nos últimos estados policiais do planeta com a mala dos bilhões do BNDES que faltam aos nossos hospitais, às nossas escolas, à nossa infraestrutura debaixo do braço, para mais uma confraternizaçãozinha que é pra ninguém ter dúvidas sobre onde é que ela sonha chegar.

Brasil, faz tempo que “sua avó subiu no telhado”…

Mas nem tudo está perdido!

É digna de aplausos efusivos a resposta de Joaquim Barbosa à última tentativa de rasteira do melífluo Lewandowski.

Cana neles!

A democracia moderna nasceu na Inglaterra quando o Joaquim Barbosa de lá, o chief-justice Edward Coke, em 1605, afirmou o império da lei sobre tudo e sobre todos olhando nos olhos do rei. Se o Brasil se tornar uma democracia, um dia, não será exceção: é por esse caminho que ela virá. Golpes e revoluções só fazem a gente andar pra traz.

a0

Uma dúzia de desaforos

11 de dezembro de 2013 § 2 Comentários

a1

Repare o ar triunfante de Fernando Collor de Mello.

Para crimes de corrupção torna-se “de mãe” o coração do PT.

O próprio espírito do Ubuntu: “Eu roubo porque todos nós roubamos. Eu só posso continuar roubando se todos nós continuarmos impunes”.

Vá se acostumando, Madiba velho! Sua história já não é mais sua. Seu texto, agora, é “wiki”…

No mais o partido é muito rigoroso. Para todas as outras categorias de crime segue valendo mestre Getulio: “Para os amigos, tudo; para os inimigos, a lei”.

@@@

a6 

Não ha nenhuma lei de vigência universal impondo o dólar como a única moeda confiável do planeta. Os povos rapelados do mundo é que insistem em não acreditar em nenhuma outra.

Dá-se o mesmo com esse negócio da “hegemonia dos EUA nas Américas” que dona Dilma, ao lado de Raul Castro, disse lá na África do Sul que não admite mais: não são eles, que têm lá as suas chinas com que se haver, que se levantam contra nós; somos os cucarachos que, de livre e espontânea vontade, não paramos de nos rebaixar.

@@@

a7

Diplomas de medicina são vendidos por entre 90 e 180 mil reais pelo Brasil afora, segundo materia especial mostrada pela Globo ontem de manhã.

Pra que tanto!?

Entrando na campanha da Dilma o cara ganha um jaleco branco e sai dando diagnósticos e emitindo receitas por aí de graça.

Principalmente se falar espanhol…

@@@

a8

Benedito Rodrigues de Oliveira Neto, dono da casa que foi o QG da campanha da Dilma em 2010, contrata Erenice Guerra, ex-Casa Civil da “presidenta“, exonerada a bem do serviço público, para defende-lo no TCU em processo por superfaturamento em serviços prestados para o governo federal.

Cuidado! Isso dá AIDS!

@@@ 

a10

O Facebook e o Google puxando um protesto mundial contra a espionagem na rede é como a dona Dilma, do PT da revanche, encomendando a alma de Nelson Mandela, o pai do perdão.

@@@ 

a12

Pais rico faz metro; país pobre faz VLT suspenso, poluindo a paisagem.

Fernando Haddad, o petista bonitinho, nem isso: põe os trens no chão, dividindo a rua com os automóveis na porrada mesmo.

@@@ 

a14

Um dos vascainos daquela pancadaria ja tinha matado um (com certeza, talvez dois) a pau e a ferro em estádios de futebol.

É o de sempre: não ha crime bárbaro no país que não tenha sido cometido por bandido preso pela policia e solto pela Justiça.

PS.: Também foi filmado distribuindo coices pelas arquibancadas um funcionário do governo do Paraná que, quando vereador, fez uma lei obrigando ao cadastramento de torcedores violentos. Quer dizer: de leis “as mais avançadas do mundo” o inferno brasileiro está cheio.

@@@ 

a15

Acabou a moleza!

Prepare os seus filhos. Os shoppings vão ficar iguais às ruas. Neste país sem culpados a moda dos “rolêzinhos” tem tudo para pegar!

@@@ 

a18

Tem uma briga rolando na Justiça. Os aposentados do Banco do Brasil merecem só 30 ou 45 mil reais por mês?

O Banco do Brasil tem 118-mil-a-po-sen-ta-dos!!! Quanta gente tem na ativa ninguém sabe. E, veja bem, todos fazem parte daquela turma que milita no PT e é vítima da “zelite”…

Por coincidência o maior empregador do pais aqui fora também é um banco: o Bradesco inteiro tem modestos 83 mil funcionários, todos tra-ba-lhan-do.

 @@@

 

a20

O presidente do Cade e sobrinho do Secretário Geral da Presidência da Republica, Vinicius Carvalho, anunciou uma “desfiliação retroativa” (a 16 de maio de 2008) do PT.

O sobrinho de tio Gilberto é aquele que costurou o acordo de delação premiada com o misterioso Everton Rheiheimer, da Siemens, para acusar vivos e mortos do PSDB e, a partir de agora, passa a te-lo feito despido de qualquer paixão partidária. Antes de ganhar o Cade ele trabalhava para o deputado Simão Pedro, o tal Secretario de Serviços (?!) de Fernando Haddad que disse e depois desdisse que foi ele que entregou a denuncia do alemão pra mídia, digo, pra polícia.

Depois de descobertas essas conexões, toda essa história contada pelos petistas também “retroagiu“. Aí o ministro da Justiça em pessoa assumiu que foi ele que desovou o pacote.

Foi então que descobriram que a tradução da “confissão” de Rheiheimer foi falsificada para enfiarem lá os nomes dos peessedebistas que não estavam no original. Será que Jose Eduardo Cardoso também vai retro-agir?

@@@ 

a21

Romeu Tuma Jr. está lançando um livro para mostrar como funcionava a fabrica de dossies do PT (aquela dos “alaoprados”) que ele estourou. Também faz revelações sobre como os recursos arrecadados pelo falecido prefeito Celso Daniel, de Santo André (9 tiros no rosto) foram parar na campanha eleitoral do PT.

Secretario Nacional de Justiça do primeiro governo Lula, Romeu Tuma Jr. foi “fuzilado” logo depois de desvendar a falcatrua com a exibição de uma gravação de uma conversa sua com Li Kwok Kwen, chefão do contrabando de quinquilharias chinesas da 25 de Março e arredores a que algum jornal da época “teve acesso”…

O livro chama-se “Assassinato de Reputações” e o autor indiscutivelmente entende do assunto.

 @@@

a00Deus e o mundo estão na lista dos embarcados na roubalheira que rolava debaixo das asas de Gilberto Kassab.

Agora, ele mesmo o único roubo que confessa é o de deputados de partidos alheios. Mas como vender governabilidade pode…

Um cubano no Congresso Nacional

9 de setembro de 2013 § Deixe um comentário

Vídeo enviado por Lourenço Meirelles Reis

Era normalíssimo o crioulo daquele samba

29 de agosto de 2013 § 4 Comentários

injustiça

Dona Dilma, que mandou avisar aos todo poderosos Estados Unidos da América que não quer que se levante um dedo contra o envenenador de Bagdá, telefonou pressurosa ao “cocaleiro” de La Paz para pedir-lhe desculpas e entregar-lhe na augusta bandeja da justiça a cabeça (de mentirinha) do chanceler da Republica Federativa do Brasil.

Questões de soberania nacional…

Agora veremos se a presidenta que “não tem preconceitos” contra a democracia hereditária cubana mas negou a legitimidade da Justiça do regime notoriamente suspeito vigente na Itália ao abrigar um assassino confesso condenado por ela, mostrará a mesma confiança no senso de justiça de Evo Morales que deposita no da família Castro ao decidir sobre a extradição ou não do desafeto dele que fugiu para o Brasil em razão da visão distorcida do Itamaraty, já devidamente punido, sobre o que é e o que não é justo fazer em matéria de questões humanitárias.

alpino

Não deverá haver erro nesse seu alvitre já que o país inteiro acaba de ter provas da clarividência da senhora presidenta que, num ato de iluminada premonição, encomendou os “médicos” cubanos que, na abundância que o mundo inteiro inveja da ilha dos Castro, não têm mais o que fazer naquele país que vende saúde, pelo menos dois meses antes de “ter a ideia” de criar o seu programa Mais Médicos.

Seja qual for a sua sábia decisão é certo que ela poderá contar com todo o apoio dos guardiões da irreprochavel democracia brasileira no Congresso Nacional que ontem mostraram ter o mesmo discernimento dela ao negar, em nome do princípio sagrado da isonomia, legitimidade também à Justiça brasileira retirando da jaula e depois libertando das algemas um deputado condenado por roubar o povo para angariar votos secretos para a sua própria absolvição.

donadon1

Afinal, esses excelsos membros da base de sustentação do governo dos paladinos da ética na política apenas seguiram o exemplo do partido de sua preclara excelência que, ele também, enfiou de volta Congresso adentro os seus ladrões injustamente condenados pelo Supremo Tribunal Federal que certamente estavam entre os que sufragaram secretamente a contracondenação do seu possível futuro companheiro de cela.

No caso de um improvável revés, aliás, a presidenta, pobre como é, pode contar como certo ao menos com o encômio laudatório do último juiz que infiltrou no STF por todas essas suas meritórias obras, além das do passado remoto, em prol da construção da democracia brasileira.

giga

Fidel, Pinochet y otras cositas mas

22 de agosto de 2013 § 7 Comentários

pin3

Blá, blá, blá, e pau! Foi…

Vão enfiar 4 mil “médicos” cubanos no Norte e no Nordeste, os bastiões que o PT ainda segura bem a golpes de “bolsas”. O salário vai ser pago diretamente ao governo cubano o que formal e precisamente caracteriza “trabalho escravo” na legislação brasileira, tipificação de crime que, em grande parte é obra do PT.  Quem será que vai mandar nesses caras, o Ministério da Saúde ou os velhotes lá de Cuba a quem eles terão de estender a mão todos os meses pra recuperar um pedacinho do que estaremos lhes pagando?

pin10

Agora, divertido mesmo é imaginar o que faria o PT se o governo brasileiro da época resolvesse importar médicos chilenos e pagar o salário deles ao general Pinochet…

@@@

mi3 O PMDB atua em relação aos governos que “apoia” (e ele apoia rigorosamente todos) com a mesma abordagem de um especulador profissional da Bolsa. Não lhe interessa a mínima se o governo ou o país estão indo para cima ou despencando para o inferno. Tudo que ele tem a fazer é colocar-se sempre na contramão de modo a ganhar tanto “na alta” quanto “na baixa”.

Dilma enfraqueceu? A economia vai mal? Ameaça ficar fora de controle?

Ótimo! Toca ameaçar derrubar os vetos da Presidência que podem agravar essa situação. Chove dinheiro! (As emendas parlamentares saltaram de R$ 1,4 bilhão nos sete meses anteriores para R$ 1,2 bilhão nos primeiros nove dias de agosto).

O PT elegeu um “poste“? É preciso fincá-lo forte?

Ótimo! Quanto foi que custou a maré de alta  até aquele pico de mais de 70%?

Pra frente ou pra trás, o PMDB “se enche” sempre, e tanto mais quanto maiores forem as oscilações. Sobretudo se bastantes para por o país em pânico.

@@@

re

Flagraram o Renan comprando uma casa de R$ 2 milhões em Brasília. Salário de senador, é claro, não dá pra isso e nós estamos carecas de saber que não é atrás dele que corre quem se lança àquelas alturas. Mas cabe especular: será que ele já está gastando por conta da “supersafra” de desgraças?

@@@

aula1

Desde que se iniciou a sequência de marolinhas vindas da expectativa de mudança da política de expansão monetária dos Estados Unidos, por aqui é um tsunami atrás do outro.

Fomos, em ritmo de cavalo-de-pau, do dedo na cara do mundo para o dedo no…

O real foi a moeda que mais se desvalorizou no planeta, o que vale dizer que o governo do PT é, neste momento, o mais desacreditado do mundo.

@@@

aula2O crescimento do emprego está minguando em todos os setores da economia. Nas capitais já está andando 11 mil pra trás pela primeira vez desde 2003.

No comércio, onde a situação é a pior de todas, as contratações decresceram 93%.

A agricultura, onde governo não chega, é como sempre quem segura as pontas. Ainda está contratando forte.

@@@

dolar2Na contramão, continuam crescendo exponencialmente os gatos de dólares por brasileiros no exterior.

Não vai parar.

A camada mais alta da “nova classe média” descobriu, lá fora, quanto custa essa nossa tão festejada malandragem; esse sistema de corrupção socializada onde não ha quem não desfrute – pessoa, categoria ou classe – de pelo menos um privilegiozinho concedido por algum político.

Tudo, lá em Nova York ou Miami onde não tem privilégio nem “legislação super avançada” pra “beneficiar” ninguém, do luxo ao lixo, custa 1/3 do que custa aqui. De modo que o dolar pode subir tres vezes antes que começe a ser mau negócio comprar lá e não aqui.

@@@

bnd2O “bolsa-empresário” do BNDES dividido entre aquela dúzia e meia de “campeões nacionais” escolhidos a dedo entre os amigos do presidente custa, entre subsídios e custos das dívidas que os sustentam, 24 bi por ano, exatamente o mesmo que custa a “bolsa família”, dividida entre 11 milhões de lares com uma média de quatro miseráveis em cada um.

@@@

???????????Não dá mais pra segurar. Ou a gasolina sobe ou a Petrobrás explode. Daqui a pouco o povo vai ter de pagar pra se livrar do carro que ganhou da Dilma.

@@@

mart1E no meio desse tiroteio todo só mesmo a nossa boa Marta Suplicy, vanguarda do proletariado e da libertação sexual, continua impávida, zelando pelos interesses nacionais. Ela acaba de liberar R$ 2,8 milhões da Lei Rouanet de apoio à cultura para o estilista Pedro Lourenço fazer desfiles de moda em Paris.

Isso fortalece a imagem do Brasil no exterior”.

Importar médicos? Vá lá. Mas…

4 de junho de 2013 § 2 Comentários

As pesquisas deram o alarme de que a qualidade da saúde vai ser uma das grandes pedreiras a serem escaladas para a reeleição de Dilma.

Nem precisava. O problema é eterno nestes Tristes Trópicos.

Mas, vá lá. É assim que a democracia funciona. O sinal é de que é preciso agir.

Entretanto, cuidado! Muito cuidado!

Filme sugerido por Salvador Mazzetto

O truque do mau político, seja ele o traficante de poder que explora engodos ideológicos ou o comerciante de falsos remédios fabricados pela demagogia, é colocar a verdade a serviço da mentira.

É assim que ambos enganam; é assim que um e o outro vendem o seu gato por lebre.

Faltam médicos no Brasil?

É verdade. E esperar que o nosso sistema educacional capenga atenda essa carência é condenar gente demais a morrer sem assistência.

Não ha tempo para nos darmos esse luxo.

Importá-los de Cuba como querem os traficantes de poder, ou da(s) Bolivia(s) como querem os falsificadores de remédios, no entanto, é trair o povo doente. Um crime contra a vida qualificado por toda a coleção de agravantes do Código Penal: é praticado de forma vil (a exploração da urgência e do desespero de um doente), por motivo torpe e sem dar à vítima oportunidade de defesa.

Filme sugerido por Carlo V.V. Gancia

É preciso importar médicos?

OK. Mas exame neles! Pelo menos tão rigoroso – senão mais – quanto o aplicado aos médicos brasileiros. E a cargo da mesma abalizada instituição a quem se confia essa tarefa aqui hoje e não de mais um órgão público venal e aparelhado ou, muito menos, de alguma ONG chapa branca engolidora de verbas públicas.

Deixar essa escolha nas mãos dos MSTs da vida ou do politiquinho cavador de votos ou dos empregados e militantes dos partidos no poder é de uma má fé criminosa pois não ha uma criança já em condições de andar sobre os próprios pés que alimente a menor ilusão de que o que eles esperam dos agentes cujo fervor premiam, só depois do beneplácito do governo cubano, para ir “aprender” no miserável fazendão dos Castro ou ao tecer loas à alta qualificação das escolas de medicina da zona cocaleira boliviana e outros grotões do mundo, seja, de fato, que seus protegidos curem os doentes do Brasil.

Ao contrário o que querem é fabricar muito mais desses desesperados para, seja com a moeda da revolta e do ódio, seja com a do tradicional “ajutório” entregue em mãos em véspera de eleição, seguir comprando votos bem baratinho.

an3

Onde estou?

Você está navegando em publicações marcadas com médicos cubanos em VESPEIRO.

%d blogueiros gostam disto: