2 de maio de 2020 § 3 Comentários

De novo os dois lados errados na amarração do pacote Guedes/Alcolumbre:

Só o critério de compensação é legitimo e transparente. Resulta numa proporção mensurável para cada estado e prefeitura, qualquer que seja o valor. Outros critérios que distorçam isso são politiqueiros. E quando Bolsonaro politiza Alcolumbre e cia. dão mais 10 em cima dos 10 dele. Não é hora de comprar voto enfiando 250 emendas para dar ou tirar mais um tostão deste ou daquele grupo de eleitores ou corporações.

Eles – todos eles – vivem num mundo diferente do nosso. Não têm pressa. Nunca tiveram de pagar uma conta.

Marcado:, ,

§ 3 Respostas para

  • Roberto Aires disse:

    Nã tem pressa. mas o povinho gosta de votar com a bundo. deplois queixa quando Deus o serve, na bunda, claro, como votado

    Curtir

  • Herbert Sílvio Augusto Pinho Halbsgut disse:

    Não tem problema não, talvez depois da farra eles vão “prestar contas” sobre onde aplicaram cada centavo que receberam e, como sempre, os Tribunais de Contas da União – TCU , dos Estados – TCE e (alguns) municípios – TCM apontarão eventuais abusos e malversações do dinheiro público e enviarão as denuncias às Casas de Leis federal , estaduais e municipais, que mais uma vez farão sessões teatrais “aguerridas” , para enganar cidadãos trouxas no lado cá do plenário, com o uso de toda a mídia possível – paga pelo povo – e ao final vão aprovar tudinho e mandar arquivar. Tudo conforme as leis que eles fizeram para satisfazê-los, pois privilegiatura obriga!

    A correção disto tudo espero que venha através da Justiça, cumprindo a Constituição Federal, caso contrário os quatro cavaleiros do Apocalipse tomarão conta do Brasil, todos juntos ou um de cada vez. Não é profecia, é fato que já estamos presenciando aos poucos.
    Ou o Congresso Nacional se dá ao respeito, não fazendo barganhas deploráveis,ou o Supremo Tribunal Federal – STF terá de ser correto na aplicação das leis cabíveis a cada cabeça do Congresso Nacional.

    Como as coisas se repetem, não pode mais continuar, já ultrapassamos o limite da legalidade há muito tempo atrás, em todo o país.
    Cabe à imprensa livre e democrática divulgar intensamente todo tipo de crime cometido por maus políticos, maus funcionários públicos, maus empresários e maus cidadãos, cobrar a quem de direito e municiar a sociedade com o conhecimento dos fatos que atentam contra nossa democracia e Estado de Direito, para que os eleitores reajam à altura e derrubem o muro do obscurantismo que separa a privilegiatura maldita da maioria dos cidadãos usurpados em seus direitos.

    Curtir

  • LUIZ EDGARD BUENO disse:

    Até a “Banda Parou”

    Quando Fernão Lara Mesquita, no seu excepcional artigo sobre as “borboletas, as cobras e as lagartixas” neste 28.04 em página nobre do Estadão – ele simplesmente rasgou as entranhas das “verdades e das mentiras” expondo de forma cirúrgica e magistral o que há muito tempo o bisturi das palavras da imprensa tenta conseguir, mas Fernão teve a primazia.
    Obras-primas das artes, guardam segredos que há séculos tenta-se desvendar, mas ocultos para muitos permanecem.
    Me permito dizer que outra grande obra prima jornalística mostrou suas virtudes e seus segredos neste texto fulminante. Modigliani hoje estaria – ao lado “da banda do chico” em todos os “ coretos do mundo” silencioso, para ver “ lagartixas, cobras e … borboletas” passar.

    LUIZ EDGARD BUENO
    ESCRITOR

    PS – FERNÃO ENVIEI ESSA MISSIVA PARA PUBLICAÇÃO NO FORUM DO ESTADÃO E ME PARECE QUE AINDA NÃO FOI PUBLICADA

    Curtir

Deixe uma resposta para Herbert Sílvio Augusto Pinho Halbsgut Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento no VESPEIRO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: